Norma UNI 11137/12

A nova vers√£o da UNI 11137 de 2019 entrou em vigor em 25 de julho de 2019, substituiu a vers√£o anterior que remonta a 2019.

Norma UNI 11137/12

caldaia a gas

A nova vers√£o da UNI 11137 de 2012 entrou em vigor em 25 de julho de 2012, substituiu a vers√£o anterior que remonta ao ano 2004 e a errone corrige subseq√ľente que remonta a agosto de 2005. A UNI 11137 tem o t√≠tulo: Usinas de g√°s para uso dom√©stico e similares, diretrizes para a verifica√ß√£o e para a restaura√ß√£o do aperto dos sistemas internos, requisitos gerais e requisitos para os gases da fam√≠lia II (g√°s metano) e da fam√≠lia III (g√°s propano l√≠quido).
A caracter√≠stica da nova vers√£o da norma UNI 11137 de 2012 √© a introdu√ß√£o do press√Ķes teste para sistemas de uso civil e similares ao GLP (g√°s propano l√≠quido).
press√Ķes semelhante ao existente para sistemas de g√°s natural e descrito na UNICIG 7129/08, com as dispers√Ķes relativas m√°ximas permitidas para cargas em rela√ß√£o ao ponto inicial da planta. GPL (g√°s propano l√≠quido). em compara√ß√£o com a vers√£o anterior, eles n√£o s√£o descritos em valores de press√£o de refer√™ncia para os gases pertencentes √† fam√≠lia I, ou seja, os gases fabricados.

Conte√ļdos da UNI 11137/12 e refer√™ncias normativas

A nova norma UNI 11137/12 define i requisitos veda√ß√£o dos sistemas internos de edif√≠cios existentes durante renova√ß√Ķes parciais ou interven√ß√Ķes extraordin√°rias de manuten√ß√£o. Ele define os requisitos de veda√ß√£o das usinas existentes e os limites de aceitabilidade de qualquer vazamento, os casos em que √© necess√°rio verificar os requisitos de estanqueidade e os m√©todos para realizar o teste de vazamento com as metodologias relativas para determinar o valor de dispers√£o do vazamento. instala√ß√Ķes existentes.

manometro gas

Al√©m disso, os crit√©rios para atestar s√£o definidos a adequa√ß√£o ‚ÄĘ a incapacidade de atender aos requisitos de veda√ß√£o para o comissionamento de novas usinas, os crit√©rios para atestar a adequa√ß√£o ou inadequa√ß√£o para a opera√ß√£o de usinas existentes. Os m√©todos poss√≠veis para restaurar os requisitos de veda√ß√£o s√£o descritos no mesmo padr√£o.
Como descrito acima, o padr√£o refere-se a todas as instala√ß√Ķes civis e similares que podem estar localizadas tr√™s condi√ß√Ķes poss√≠veis: sistemas a serem ativados, sistemas em opera√ß√£o e sistemas a serem reativados.
Estas usinas podem ser alimentadas tanto pelo gás natural, comumente identificado como metano e gás propano líquido (GLP), de acordo com o definido pelo UNI EN 437. No entanto, essas plantas se enquadram no campo de aplicação da UNI CIG 7129/08, UNI 7131, UNI 8723 e UNI 10738.
A norma UNI 11137 de 2012 n√£o se aplica √†s f√°bricas de novo realiza√ß√£o para a qual √© feita refer√™ncia √† UNI 7129 atualizada para 2008. As defini√ß√Ķes descritas na nova vers√£o da UNI 11137/2012 s√£o as mesmas da UNI 7128. Esta √ļltima norma fornece os termos e as defini√ß√Ķes t√©cnicas de refer√™ncia para instala√ß√Ķes de g√°s para uso civil.

Valores para vedar plantas existentes

Para uma planta interna existente, o dispers√Ķes s√£o expressos em litros por hora ou em dec√≠metros c√ļbicos por hora, para sistemas de g√°s natural n√£o deve ser superior a 1. Enquanto que para plantas de g√°s propano l√≠quido n√£o deve ser superior a 0,4.
o propriedade da planta em rela√ß√£o ao comissionamento ou manuten√ß√£o do servi√ßo para plantas de g√°s natural, deve ser entre 1 e 5 dec√≠metros c√ļbicos por hora e para plantas com g√°s propano l√≠quido deve estar entre 0,4 e 2 dec√≠metros c√ļbicos por agora.
Para uma planta j√° em opera√ß√£o a veda√ß√£o que n√£o funciona para sistemas de g√°s natural deve ser superior a 5 metros c√ļbicos por hora, enquanto que para sistemas de GLP deve ser superior a 2 metros c√ļbicos por hora. Os testes de estanqueidade descritos podem ser realizados com dois gases ou ar.



Vídeo: UNI 7129: 2015 - Testo Unico Gas - Novità e Riflessioni