Lubrifique o dreno entupido

Pequenos objetos acidentalmente ca√≠dos, ac√ļmulos de sujeira ou calc√°rio podem obstruir os drenos, impedindo o fluxo de √°gua: √© assim que se resolve o problema.

Lubrifique o dreno entupido

Gush o sanit√°rio entupido

Na maioria dos casos, n√£o √© necess√°rio que o canalizador intervenha drenar a descarga de uma sanit√°ria, como quase sempre o problema √© facilmente resolvido por nossos meios. A vantagem de intervir pessoalmente tamb√©m se traduz em economias significativas. Vamos ver como procedemos nas diferentes situa√ß√Ķes que podem surgir.
1) Para drenar os sif√Ķes de pias, lavat√≥rios, chuveiros, banheiras e bid√©s, tampe o orif√≠cio de transbordamento com um pano molhado, depois empurre o √™mbolo v√°rias vezes para baixo.
2) L√≠quidos especiais, dispon√≠vel no mercado, se derramou no dreno, s√£o capazes de dissolver os materiais que o ocluem. Eles devem ser usados ‚Äč‚Äčcom certa aten√ß√£o devido ao seu alto poder corrosivo.

Escorra o dreno com métodos tradicionais


3) Se a obstrução persistir abra o sifão desaparafusando a parte inferior. Mantenha as peças que saem da pia e a parede firmemente no lugar para não movê-las durante esta operação.
4) Se o sifão estiver travado com muita firmeza, você pode tentar desparafusá-lo depois de tê-lo segurado com uma chave de cinta.

Libertar o sif√£o


5) Lave cada parte do sifão desmontado para eliminar os depósitos presos às paredes. Limpe também os tubos de conexão. Em seguida, remonte o sifão.
6) Com oclus√Ķes duras melhor para intervir com o sonda flex√≠vel.

Solte o dreno com uma sonda flexível


7) Digite o sonda de metal dentro do dreno ou, se a oclus√£o estiver muito longe, a jusante do sif√£o. Pode ser operado manualmente usando o bot√£o na parte de tr√°s.
8) Para ter uma ação mais forte e mais drástica, conecte o mandril de broca para a sonda e operar a sonda depois de selecionar uma velocidade baixa.
9) Se a obstrução for externa, descubra o poço, remova os detritos, limpe e finalmente lave o poço.

Obstrua engarrafamentos teimosos

Os editores recomendam:

Cuide do dreno

Intervir para resolver a emerg√™ncia que afeta a quita√ß√£o n√£o √© a √ļnica maneira de cuidar dele: com um pouco de aten√ß√£o √© poss√≠vel evitar problemas que surjam novamente dentro de um curto per√≠odo de tempo, com o risco de danificar os tubos permanentemente.
Se o fen√īmeno tende a se repetir com frequ√™ncia, √© importante, antes de tudo, identificar as causas que est√£o na origem: pode ser um uso incorreto ou problemas estruturais. De fato, obstru√ß√Ķes frequentes podem depender de um inclina√ß√£o baixa inclina√ß√£o, o que dificulta o fluxo de √°gua e, pelo contr√°rio, facilita o ac√ļmulo de calc√°rio e subst√Ęncias obstruidoras.
Neste caso, para evitar interven√ß√Ķes freq√ľentes para liberar os tubos de incrusta√ß√Ķes, √© melhor avaliar uma modifica√ß√£o do sistema, quando poss√≠vel, ou levar o risco em considera√ß√£o e fornecer uma limpeza mais frequente.
At√© o dep√≥sitos de calc√°rio eles podem criar obstru√ß√Ķes, com o passar do tempo: o risco aumenta quanto mais a √°gua √© calc√°ria. A utiliza√ß√£o de produtos anti-calc√°rios espec√≠ficos reduzir√° frequentemente o risco de engarrafamentos, evitando assim todos os perigos relacionados com as forma√ß√Ķes calc√°rias e a sua a√ß√£o agressiva nos tubos.
Na sele√ß√£o de produtos para limpeza regular, no entanto, deve-se tomar cuidado e lembrar que rem√©dios muito agressivos podem danificar os drenos e as cer√Ęmicas:
melhor limpeza com mais frequência do que recorrer a remédios muito agressivos em curtos períodos de tempo.
Se a descarga estiver entupida com freq√ľ√™ncia e n√£o for poss√≠vel intervir nas causas prim√°rias, √© aconselh√°vel fornecer limpeza regular e produtos espec√≠ficos para jorrar, para serem usados ‚Äč‚Äčuma vez por ano. Dessa forma, voc√™ evitar√° congestionamentos e obstru√ß√Ķes mais dif√≠ceis no futuro.
Especialmente no caso de manutenção periódica, a atenção também vai para a qualidade dos produtos utilizados e sua agressividade no escapamento e no componentes sanitários, para evitar danos colaterais.
Em geral, para remover as obstru√ß√Ķes do dreno, √© aconselh√°vel intervir em primeira inst√Ęncia com ferramentas mec√Ęnicas, passando para meios qu√≠micos somente se os mec√Ęnicos se mostrarem insuficientes e inadequados para resolver o problema. Desta forma, ser√° poss√≠vel evitar o bom estado da loi√ßa sanit√°ria e dos tubos, reduzindo tamb√©m o impacto ambiental da sua interven√ß√£o.
Por instrumentos mec√Ęnicos queremos dizer √™mbolo de press√£o√™mbolos e bombas de pist√£o: todos os instrumentos que permitem exercer uma for√ßa que remove o elemento obstrutivo e restaura o fluxo correto de √°gua.
Estas ferramentas são particularmente eficazes se a obstrução for ditada pelo queda de um pequeno objeto dentro do dreno: neste caso, os produtos químicos dificilmente podem dissolver o elemento que cria obstrução, que em vez disso será removido por um instrumento que, graças à pressão, irá sugá-lo.

O primeiro site sobre DIY



Vídeo: Teto solar do Jetta. Saiba como desentupir os 4 drenos ou dutos