Tecnologia Bosch ao serviço do meio ambiente

"O Grupo Bosch declara sua firme intenção de renovar seu compromisso e recursos no desenvolvimento de produtos e sistemas que possam

Tecnologia Bosch ao serviço do meio ambiente

Buderus

"O Grupo Bosch declara sua firme inten√ß√£o de renovar seu compromisso e seus recursos no desenvolvimento de produtos e sistemas que possam garantir uso eficiente de energia e do recursos, bem como na aplica√ß√£o de tecnologias para proteger o meio ambiente " Conselho de Administra√ß√£o de Robert Bosch GmbHpor ocasi√£o da confer√™ncia de imprensa realizada em Stuttgart sobre os dados or√ßamentais de 2007 1886 quando o senhor Robert Bosch come√ßa a hist√≥ria do grupo hom√īnimo com a funda√ß√£o de uma "Oficina de mec√Ęnica de precis√£o e eletrot√©cnica", destinada a tornar-se l√≠der no setor. Desde ent√£o e por mais de 120 anos O Grupo Bosch est√° envolvido em pesquisa e produ√ß√£o de tecnologia de ponta em v√°rios setores, desde Tecnologia Automotiva, at√© Tecnologia Industrial, Bens de Consumo, Tecnologias de Constru√ß√£o, adquirindo habilidades inovadoras e alcan√ßando resultados importantes.Em 2007, a empresa alem√£ investiu 3,6 bilh√Ķes de euros em P & D, equivalente 8% do volume de neg√≥cios (a percentagem atribu√≠da √† Investiga√ß√£o e Desenvolvimento em 2007 √© a mais alta

Buderus

um nunca registrado pelo Grupo). Mais que 40% desse montante, mais de 1,5 bilhão de euros, está diretamente relacionado proteção ambiental e para o conservação de recursos natural.

esquema buderus

Em termos de patentes, no entanto, existem cerca de 3.200 depositados e 40% destes referem-se ao tema da ecologia (Cerca de 700 deles visam reduzir o uso de combust√≠veis e limitar as emiss√Ķes de CO2.) No segundo semestre de 2007, a Bosch registrou um aumento significativo na demanda por tecnologias limpas; Na verdade, o neg√≥cio de sistemas voltados para o uso de energia renov√°vel est√° em crescimento cont√≠nuo. Nos pr√≥ximos anos, a Bosch investir√° aproximadamente 300 milh√Ķes de euros para a expans√£o da produ√ß√£o de turbinas e√≥licas e, em 2009, no entanto, as vendas de pain√©is solares ser√£o superiores a 300 mil unidades, mais de tr√™s vezes em rela√ß√£o ao ano de 2006. √Č um compromisso, o da Bosch, 360 graus em favor de dellambiente: at√© agora, os resultados mais concretos foram alcan√ßados no setor de componentes automotivos (com projetos de motores de baixo consumo e tecnologias h√≠bridas para motores el√©tricos e combust√£o interna), mas a filosofia da Bosch "Tecnologia para a vida"j√° alcan√ßou marcos significativos neste setor, tamb√©m se aplica aos setores de bens de consumo e constru√ß√£o. Os chamados projetos amig√°vel ao meio ambiente eles tamb√©m se estendem a outras divis√Ķes de neg√≥cios; que parente o calor (na It√°lia presente com as marcas Buderus, Junkers e elm leblanc), seguido da divis√£o Power Tools (na It√°lia presente com as marcas Bosch, Skil e Dremel que est√£o espalhando a efici√™ncia das tecnologias de l√≠tio no mercado).

junkers

Massimo Guarini
CEO da Bosch na It√°lia, declara: "Os principais est√≠mulos para o crescimento v√™m de produtos e solu√ß√Ķes tecnol√≥gicas para o prote√ß√£o ambiental e climaNossa presen√ßa nos n√≠veis internacional e setorial √© t√£o grande que podemos fornecer respostas tecnol√≥gicas que v√£o al√©m das fronteiras europ√©ias e al√©m do setor automotivo. Como a Bosch, acreditamos que estamos no caminho certo para enfrent√°-los desafios da globaliza√ß√£o econ√īmica e ecol√≥gica"Conclui Guarini:" N√£o pode haver prote√ß√£o do meio ambiente sem as vantagens oferecidas pela tecnologia moderna ".

bosch

A divis√£o Termot√©cnica Bosch est√° presente no mercado internacional com 12 marcasA Divis√£o, gra√ßas a know-how adquirida e coerente com as linhas de pesquisa e inova√ß√£o, seguran√ßa e respeito ao meio ambiente, alcan√ßou importantes metas em termos de efici√™ncia, consumo e redu√ß√Ķes emiss√Ķes de poluentes.Para 2008, a Bosch Termotecnica espera que o crescimento do 3-4% do mercado global de sistemas aquecimento que provavelmente atingir√° 25 bilh√Ķes de euros. Neste contexto, o dinamismo econ√īmico da Europa Central e Oriental, da √Āsia e da Am√©rica do Sul ter√° um impacto positivo. A Bosche tem visto um forte crescimento na demanda por caldeiras de condensa√ß√£o, que representam um ter√ßo das vendas totais. Tamb√©m as atividades dos sistemas a energia renov√°vel eles tiveram uma tend√™ncia muito positiva: na verdade, esses sistemas determinaram, em termos de porcentagem de faturamento, maior crescimento gra√ßas tamb√©m √† importante contribui√ß√£o

gama buderus

da produ√ß√£o de pain√©is solares Embora o crescimento dos equipamentos de condensa√ß√£o esteja, como sempre, concentrado nos pa√≠ses europeus e tamb√©m aumentando na Europa Central e Oriental, a demanda por bombas de calor el√©tricas e pain√©is solares vai aumentar em todo o mundo. As bombas de calor el√©tricas provavelmente tamb√©m ser√£o o segmento de mais r√°pido crescimento no mercado global para sistemas termo-t√©cnicos em 2008. Em particular, taxas de crescimento de dois d√≠gitos s√£o esperadas na Europa Ocidental e nos EUA. Para mim pain√©is solaresPor outro lado, os principais impulsos do desenvolvimento vir√£o da Europa, especialmente da Alemanha, Fran√ßa, It√°lia, Espanha, Portugal e, em seguida, referindo-se √†s regi√Ķes asi√°ticas, da China, hoje √© considerado prov√°vel que a acelera√ß√£o do aquecimento das √ļltimas d√©cadas est√° relacionado ao aumento de gases de efeito estufa, em CO2. A principal causa de emiss√Ķes de gases com efeito de estufa s√£o i Pa√≠ses industrializados ocidentais. As medidas pol√≠ticas nacionais inclu√≠am as relativas ao respeito dos objectivos de protec√ß√£o do clima Quioto contribuir para retardar e travar o crescimento das emiss√Ķes de gases com efeito

bosch

pa√≠ses industrializados individuais. em It√°lia, assim como em outros Pa√≠ses da UE emiss√Ķes de CO2 entre 1990 e 2005 s√£o diminuiuPor outro lado, a Bosch com a Divis√£o Termot√©cnica definiu a meta para 2015 de para baixo o 30% Emiss√Ķes de CO2 comparadas com as registadas no 1990, em paralelo para salvar o 30% de energia e alcan√ßar o 30% Do seu volume de neg√≥cios com sistemas que utilizam energia renov√°vel, numerosos pa√≠ses e governos est√£o agora conscientes da necessidade de uma pol√≠tica clim√°tica e energ√©tica eficaz. Um dos maiores incentivos nesse sentido √© representado por um uso mais eficiente da energia economia de energia, tamb√©m do ponto de vista econ√īmico, √© oferecido porfornecimento t√©rmico de edif√≠cios, particularmente nos setores residencial e de servi√ßos. Segundo estimativas da Comiss√£o Europeia, at√© 2020, na UE, ser√° poss√≠vel economizar cerca de 27% em consumo de energia prim√°ria em edif√≠cios residenciais e 30% em edif√≠cios para uso industrial.Esses potenciais de efici√™ncia podem ser alcan√ßados principalmente gra√ßas amoderniza√ß√£o t√©rmica do revestimento do edif√≠cio e os mais recentes desenvolvimentos no setor de termot√©cnica. Por exemplo, uma moderna caldeira de condensa√ß√£o produz at√© 30% menos emiss√Ķes do que uma caldeira normal no final dos anos 70. No entanto, no momento eles s√£o apenas relativamente poucos sistemas de aquecimento instalado em conformidade com as mais modernas tecnologias. Apenas na Alemanha, de acordo com os dados da Bundesindustrieverband Deutschland Haus-, Energie und Umwelttechnik (DH), existem 3 milh√Ķes de caldeiras com mais de 20 anos que t√™m uma efici√™ncia energ√©tica muito menor do que as modernas caldeiras. instala√ß√Ķes obsoletas resultaria em economias imediatas em termos de consumo de energia e emiss√Ķes de CO2 com um redu√ß√£o longo prazo custos de aquecimento para os usu√°rios.Para mais informa√ß√Ķes, visite: //bosch.it/arch. Monica Pezzella



V√≠deo: Carro Aut√īnomo ‚Äď Tecnologia Bosch