Direção Técnica e Journal of Works

As condições que regulam a relação entre a Gestão Técnica e a Empresa Executora podem ser documentadas no Journal of Works arquivado no local.

Direção Técnica e Journal of Works

O tópico sobre as competências e responsabilidades do Diretor de Obras (figura já prevista no Decreto Real de 25 de maio de 1895, para obras públicas), no passado foram sujeitos a regras e disposições que definiram, de fato, a natureza e consistência.

Diretor de Obras durante uma fase de construção

Também no normas Técnicas, no parágrafo 11.1, foram incluídas procedimentos controle, em materiais de construção (estrutural), que o profissional é obrigado a respeitar durante a fase de execução do trabalho.
Lendo cada uma dessas leis, com sucesso no tempo, destacamos uma condição única válida para todos e que diz respeito basicamente à relacionamento fiduciário entre este assunto e o cliente.
A gestão desta relação, num sentido estritamente técnico, pertence ao Diretor de Obras, que tem a obrigação de relógio sobre a correta execução das obras e a observância de todas as regras urbanísticas, estruturais e artísticas.

fase de execução de um trabalho de construção

Neste último ponto merece relatar a motivação do julgamento do Tribunal de Cassação (secção II) 1218 de 27 de janeiro de 2012, e com base na co-responsabilidade do profissional e da empresa na condução do trabalho.
A interpretação dada pelos Juízes baseia-se no conceito de que o Técnico, mesmo que não seja o intérprete material das obras, deve de qualquer forma verificar a conformidade do trabalho, bem como garantir, com todos os dispositivos técnicos necessários, a correta execução.
De fato, foi ainda declarado que, embora a empresa continue a completar a intervenção, cabe ao D.L. prosseguir com a alta vigilância no canteiro de obras via cheques periódicos, colocados em número necessário e em relação à dificuldade do trabalho.

trabalhador da construção civil e canteiro de obras

Saindo desta condição estritamente formal, múltiplas interpretações e julgamentos podem ser expressos sobre o que é realmente necessário para implementar, em termos práticos, procedimento operacional.
Todos serão claramente capazes de dar suas próprias indicações, também de acordo com a experiência direta, mas permanece, no entanto, considerar que existem alguns condições, especificamente regulamentado, que não deixa motivos para mal-entendidos.
Uma dessas especificações, mencionada acima, diz respeito, por exemplo, à aplicação do regulamentos terremoto.
Para todos os outros categorias de obras, que normalmente compõem o ciclo de produção restante (colocação de gesso, colocação de telhas, etc.), o Diretor de Obras deve ter inundação conhecimento de todos os aspectos específicos, tais como: materiais de construção, equipamentos, dispositivos de plantas, etc.

Diretor de Obras com Head of Business Executing

A aquisição desses dados não deve ser realizada simplesmente com o registro, marca ou modelo do produto da empresa, mas sim com oexame das características técnicas e métodos de instalação sugeridos pelo fabricante.
Essas indicações, geralmente relatadas cartões técnicas, determinar os procedimentos necessários a serem adotados no local e consequentemente a qualidade e a garantia do produto acabado.
Fora deste contexto, cada empresa produtora declínios suas responsabilidades, fornecendo à empresa qualquer dano devido ao mau funcionamento do equipamento (condicionadores de ar, caldeiras, dispositivos elétricos, etc.) ou consequências relativas à colocação de materiais (adesivos de ladrilhos, oleodutos, etc.), em contraste com o que é reportado folhas técnicas.

Acordos entre o profissional e o executor das obras

Esta suposição também questão na verificação e rastreabilidade de materiais e peças que compõem o trabalho de construção.
Como conseqüência desta condição, o profissional poderá exercer uma função de controle das diversas etapas da produção, sinalizando com ordens de serviço as discrepâncias e ao mesmo tempo sugerindo quaisquer ações corretivas.
É evidente, no entanto, que cada problema é colocado em relacionamento à consistência dos fatos, bem como a todos os fatores que regulam a relação entre a Companhia e o Diretor de Obras.
Além dessas indicações, também é necessário analisar outros aspectos, como as dimensões e características do trabalho, em relação aos requisitos de projeto e às normas técnicas de referência.

documentos do projeto

Todas as notas, verbos, provisões, verificações e testes devem ser anotados no Jornal de Obras, depositado no canteiro de obras.
Neste documento, elaborado pela Direcção de Obras, deve ser relatado: a composição e tarefa dos trabalhadores, quaisquer empresas subcontratadas, os meios de trabalho e materiais utilizados, bem como uma descrição detalhada do trabalho realizado nesse dia.
Após a conclusão do trabalho, o Jornal se tornará, de fato, o memória histórico do trabalho e consequentemente também um excelente colecionador de informações e acompanhamento de toda a atividade do site.

canteiro de obras

Além disso, a conservação deste banco de dados pode ser útil ferramenta avaliar os fatos individuais (relacionados a eventos individuais), eventuais atrasos em relação ao horário de trabalho, interferências externas (que contribuem para o progresso natural da fase de construção), suspensões ou o início de procedimentos externos (variações durante a construção) etc.
Também será útil observar a datas das obras individuais e construção das estruturas do edifício, necessárias à elaboração do verbal coleção de materiais (concreto e aço).



Vídeo: Chasing the Pretty Lady || Hollow Knight blind run/art analysis #1