Isenções fiscais para proprietários que alugam

A receita de aluguel é tributada de forma diferente, dependendo do tipo de contrato e também para os proprietários, há incentivos fiscais.

Isenções fiscais para proprietários que alugam

Possuir uma propriedade envolve a formação de um rendaque, naturalmente, está sujeita ao pagamento deimposto de renda.
Portanto, os proprietários de unidades habitacionais são obrigados a denunciar este rendimento na declaração anual.
Talvez nem todos saibam, no entanto, que quando a propriedade é alugada, este rendimento é tributado de forma diferente dependendo do tipo de arrendamento que foi estipulado e também é possível para os proprietários, e não apenas para os inquilinos, aproveitar alguns benefícios fiscais.

Agevolazioni fiscali


Primeiro de tudo, digamos que existem diferentes tipos de contratos arrendamento:
- o contrato taxa justa, que de fato não pode mais ser estipulado ou renovável desde 30 de dezembro de 1998;
- o contrato no mercado livre;
- o contrato com uma taxa convencional.

O aluguel convencional, introduzido por Lei n. 431 de 9 de dezembro de 1998é isso combinado entre as associações da propriedade do edifício e as principais associações de inquilinos a nível nacional.
Portanto, não é o resultado da livre negociação entre o proprietário e o inquilino, mas é estabelecido por lei.
Com um contrato estipulado no mercado livre, o rendimento a ser tributado é calculado como o maior valor entre o renda cadastral (reavaliado em 5 por cento) e o aluguel (atualizado com base nas reavaliações do ISTAT), reduzido em 15 por cento.
No caso, em vez disso, que o contrato é estipulado com uma taxa convencional, a renda calculada da mesma forma é reduzido por um adicional de 30 por cento.

Agevolazioni fiscali per i proprietari


É necessário, no entanto, que a propriedade locada esteja localizada em uma das Municípios com alta densidade populacional estabelecido pelo Decreto-Lei n. 551 de 30 de dezembro de 1998 e registrados na lista periodicamente atualizada pelo Comitê Interministerial de Planejamento Econômico (CIPE).
Para usufruir deste benefício fiscal, o proprietário deve indicar em sua declaração de imposto de detalhes de registro do contrato de arrendamento, o ano de apresentação do reclamação da propriedade para fins de ICI e o Município onde a propriedade está localizada.
Não há dúvida de que a conscientização sobre a possibilidade de isenções fiscais para a locação de propriedades pode ser um excelente incentivo para Evitar o fenómeno das rendas negras.



Vídeo: ? Quais as doenças que dão isenção de IPVA