Flores da primavera

Para aqueles que t√™m um jardim com a chegada da primavera, um pensamento freq√ľente da manh√£ √© o florescimento da maioria das plantas, entre elas plantas bulbosas.

Flores da primavera

Para aqueles que possuem um jardim com a chegada da primavera, agora se aproximando, um pensamento freq√ľente da manh√£ √© o florescimento da maioria das plantas. No entanto, a flora√ß√£o n√£o √© a mesma para todas as plantas, uma exce√ß√£o √© a que √© feita das plantas bulboso caracterizada por uma ampla e variada gama de eventos coloridos perfumados e vivos presentes quase ao longo do ano.
Juntamente com as plantas bulbosas que possuem esta caracter√≠stica, plantas com ra√≠zes particulares tamb√©m podem ser colocadas lado a lado, o que lhes permite cruzar longas per√≠odos de estase vegetativa no solo e, em alguns casos, a possibilidade de estratificar em ambientes geralmente dif√≠ceis para o plantas, isso √© ambientes escuros e secos. Entre os √ļltimos, os mais difundidos s√£o os tub√©rculos, como a beg√īnia e o c√≠clame, os rizomas, tipicamente palhetas, √≠ris, l√≠rios e as ra√≠zes geralmente inchadas, como o bot√£o-de-ouro e a an√™mona.

CHIONODOXA

O tub√©rculo √© um caule subterr√Ęneo geralmente arredondado, enquanto o rizoma geralmente tem uma forma mais vari√°vel e, √†s vezes, aparece rastejando na superf√≠cie. √Č claro que a fase de quiesc√™ncia √© realizada para algumas plantas durante o inverno, para outras no per√≠odo ver√£o, talvez no frio meses passados ‚Äč‚Äčfoi poss√≠vel encontrar espalhados no meio do gramado do jardim ou protegidos pela vegeta√ß√£o arbustiva, os a√ßafr√Ķes, os snowdrops e os Chionodoxa.Com a chegada do morno sol no in√≠cio da primavera de mar√ßo, jacintos, museus, narcisos, tulipas, fr√©sias, borboletas, nerinas, pe√īnias herb√°ceas e √≠ris geralmente come√ßam a florescer. No final da primavera, se o jardim √© particularmente quente e ensolarado cores de glad√≠olos, Allium, acidantere, l√≠rios, d√°lias, crimes, an√™monas, hemerocallis, agapants.
Se isso n√£o acontecer na primavera, n√£o pode deixar de ser no ver√£o. No outono a cor violeta do colchic e o cheiro delicioso dos cyclamens aparecer√£o preferivelmente.
o flexibilidade, adaptabilidade a multiplicidade das formas permite que as plantas bulbosas sejam cultivadas em canteiros de flores, em vasos nas janelas ou nas varandas, ao sol ou √† sombra, sem oferecer obst√°culos particulares. Muitas plantas bulbosas s√£o a mat√©ria-prima usada para flores de corte, como tulipas, √≠ris, fr√©sias, glad√≠olos, d√°lias e l√≠rios. Enquanto l√≠rio, fr√©sia e c√≠clame s√£o usados ‚Äč‚Äčpara a fragr√Ęncia encantadora e intensa.

a√ßafr√Ķes

Geralmente o bulboso eles podem ser removidos do canteiro de flores após o florescimento e a secagem da parte aérea, alternativamente, podem permanecer por anos e anos no solo, naturalmente com a relativa proliferação.
Uma das poucas medidas necess√°rias √© a de n√£o molh√°-los para vegeta√ß√£o perdidos, isto para n√£o alterar a regularidade de seus ciclos naturais comprometendo as flora√ß√Ķes nos anos seguintes. A renova√ß√£o da folhagem bulbosa ocorre todos os anos, tanto quando s√£o deixadas no solo ou quando os √≥rg√£os s√£o mantidos em ambientes adequados, quando necess√°rio.
Tudo o que foi descrito acima nos faz inferir que plantas bulbosas, plantas tuberosas e plantas rizomatosas devem formar o n√ļcleo duro de cada jardim, combinando as caracter√≠sticas de vivacidade em termos de cores e ervas e a capacidade de se adaptar a um grande n√ļmero de diferentes tipos de ambientes. Tudo isso deriva da capacidade natural e extraordin√°ria de reprodu√ß√£o espont√Ęnea que permite, mesmo a um jardineiro distra√≠do, que parte de um n√ļmero limitado de esp√©cimes, formar um vasto e rico cole√ß√£o em pouco tempo.



Vídeo: Como cuidar e ter uma bunganville ou primavera linda. #paisagismo #jardinagem #jardim #floricultura