Dimensionamento frio

A conten√ß√£o de custos de energia e a otimiza√ß√£o de recursos em sistemas hidr√īnicos tamb√©m s√£o influenciados pelo tamanho dos tubos.

Dimensionamento frio

A conten√ß√£o do gasto energ√©tico e a otimiza√ß√£o dos recursos tamb√©m s√£o fortemente influenciados pelo tamanho dos tubos dos sistemas hidr√īnicos e contribuem para a defini√ß√£o da classe energ√©tica dos edif√≠cios. o sistemas hidr√īnicos eles s√£o os que, nas esta√ß√Ķes quentes, produzem o frio nos ambientes usando a √°gua como fluido transportador de calor.

climatizzazione influenza classe energetica

At√© o final do gasto de energia, a otimiza√ß√£o do fluido de aquecimento tamb√©m √© importante para o fluido de transfer√™ncia de calor diferencial de temperatura da √°gua, entre entrega e retorno. um alcance de refer√™ncia, em princ√≠pio, √©: 7 graus cent√≠grados grandes para a √°gua na entrega e 12 graus cent√≠grados para a √°gua que retorna √† bateria da m√°quina de ar condicionado do sistema hidr√īnico.
Na fase de projeto, ou a escolha de um chiller para o ar condicionado da casa, ootimiza√ß√£o de temperatura √°gua gelada e √°gua de resfriamento e as taxas de fluxo de √°gua relacionadas t√™m um impacto significativo nas dimens√Ķes da tubula√ß√£o do sistema hidr√īnico.
Os tubos, geralmente, constituem uma parte n√£o desprez√≠vel do custo de fabrica√ß√£o de um sistema de refrigera√ß√£o. O dimensionamento de tubula√ß√Ķes de √°gua gelada para usinas hidr√īnicas tem sido historicamente realizado, na maioria dos casos,egole de dimensionamento pr√°tico.
Muitas vezes, o mesmo instalador cuida do dimensionamento. No entanto, este √ļltimo, operando geralmente com grandes margens de incertezanem sempre vai na dire√ß√£o de minimizar os gastos. Entre as refer√™ncias pr√°ticas para o dimensionamento dos tubos dos sistemas hidr√īnicos, est√° o de considerar 1 metro de coluna de √°gua como uma queda de press√£o a cada 20 ou 25 metros de tubos, alternativamente, usamos o m√©todo baseado na considera√ß√£o de um velocidade m√©dia da √°gua, na tubula√ß√£o, de cerca de 3,0 metros por segundo.
Os instaladores mais exigentes adotam uma mistura das técnicas acima mencionadas, métodos que, em qualquer caso, ainda são aproximados a um design ideal. Essa aproximação compromete o sistema, tanto do ponto de vista do custo inicial da realização, tanto para sua manutenção quanto para os desempenhos.

Método da tabela

Um m√©todo mais anal√≠tico, e em qualquer caso simples, poderia ser levar em considera√ß√£o todos os componentes do sistema, tais como: v√°lvulas, conex√Ķes e outros elementos facilmente identific√°veis ‚Äč‚Äčjunto com as se√ß√Ķes de tubula√ß√£o, com as vaz√Ķes relevantes e perdas de carga. Desta forma, mesmo com a incerteza t√≠pica de um projeto preliminar seria poss√≠vel identificar os valores macrosc√≥picos das vari√°veis ‚Äč‚Äčque caracterizam a planta e a possibilidade de intervir com modifica√ß√Ķes em alguns elementos, como os di√Ęmetros de algumas se√ß√Ķes da tubula√ß√£o.

set chiller

o Padr√£o ASHARE 90.1 (Sociedade Americana de Engenheiros de Aquecimento, Refrigera√ß√£o e Ar Condicionado) enfatiza ainda mais este conceito, fornecendo um guia e par√Ęmetros espec√≠ficos com os quais tabular todas as caracter√≠sticas da planta tendo um quadro completo em seu ciclo de vida.
Usando acima mencionado tabelas Tamb√©m √© poss√≠vel otimizar o delta de temperatura entre o fluxo e o retorno da √°gua no sistema hidr√īnico. O impacto que esta diferen√ßa de temperatura, entre fluxo e retorno do sistema hidr√īnico, tem sobre o consumo de energia e sobre o custo inicial da planta √© consider√°vel.
Al√©m disso, varia√ß√Ķes significativas de consumo s√£o produzidas pela varia√ß√£o desse gradiente de temperatura, que tem um efeito not√°vel impacto no consumo de energia dos ventiladores trabalhando na bateria e consumo da bomba de circula√ß√£o de fluido de transfer√™ncia de calor. A n√£o linearidade que caracteriza esses fen√īmenos, que ligam o consumo das diferentes partes de um resfriador -dai compressores para os f√£s, para bombas de circula√ß√£o e poss√≠veis economizadores - esses tipos de an√°lises n√£o s√£o f√°ceis.
Este √ļltimo, no entanto, pode ser realizado rapidamente e com altos valores de confiabilidade tanto na fase preliminar, no caso de um novo projeto de um sistema hidr√īnico, quanto na fase de verifica√ß√£o de uma planta existente. Neste √ļltimo caso, uma an√°lise cuidadosa pode tornar poss√≠vel identificar regimes operacionais apropriados reduzir consideravelmente os custos de ar condicionado, sem afetar as condi√ß√Ķes de conforto.



V√≠deo: Dimensionamento das Instala√ß√Ķes de √Āgua Fria