A segurança do ambiente da cozinha

Como garantir a segurança do ambiente da cozinha através do uso de plantas e equipamentos de acordo com a lei, utilizando automação residencial para controles remotos.

A segurança do ambiente da cozinha

A cozinha e os perigos para evitar

A cozinha √© um ambiente dom√©stico no qual, devido √† presen√ßa simult√Ęnea de diferentes fontes de energia, tamb√©m √© poss√≠vel a ocorr√™ncia de acidentes por vezes muito graves.

A presença de uma máquina de lavar roupa no ambiente da cozinha

No ambiente mencionado, na verdade, eles est√£o presentes aparelhos alimentado por atual el√©trica em conjunto com o g√°s, em cuja vizinhan√ßa a √°gua e outros l√≠quidos freq√ľentemente tamb√©m est√£o presentes.
Quando você não tem espaço o suficiente, no ambiente da cozinha, não é difícil encontrar máquinas de lavar e outros pequenos eletrodomésticos, juntamente com móveis e acessórios como facas e copos, cuja utilização requer atenção e cuidado.
Deixando de fora neste artigo os aspectos relacionados à segurança saneamento ambiente de cozinha, vamos ver quais são os elementos-chave para se ter em mente para garantir a segurança operacional, em relação aos equipamentos e fontes de energia utilizadas.

O g√°s e as regras para torn√°-lo seguro

o gás representa o elemento mais temido no uso doméstico, isso se deve à sua flash e a possibilidade de saturar um ambiente devido a perda acidental. Essas perdas podem ser causadas por dano da instalação de adução ou mau funcionamento de queimadores e equipamentos movidos a gás.

Disposição perigosa devido à proximidade de diferentes fontes de energia

Quanto ao canaliza√ß√£o fornecimento de g√°s, √© necess√°rio implement√°-los em conformidade com os regulamentos relevantes, respeitando o Padr√£o UNI-CIG 7129/08 para instala√ß√Ķes vis√≠veis, subterr√Ęneas, subterr√Ęneas, em bainhas e em estruturas especiais.
Em particular, o uso de tubos embainhados é obrigatório quando a tubulação passa através de um elemento sólido.
A bainha deve ter a superfície interna perfilada com ranhuras, de modo que uma possível perda de gás dentro do corpo cruzado não vai depositar em bolsos internos perigosos, mas flui pela bainha para o exterior.
Para permitir que o gás escape do exterior, a bainha deve ter as duas extremidades externas à estrutura cruzada livre.
√Č bom regra al√©m disso, manter o al√≠vio da rota sob o controle dos tubos de suprimento de g√°s, a fim de evitar prejudicial como resultado de perfura√ß√Ķes e adultera√ß√£o da superf√≠cie externa, como quando perfurar os pisos para abrigar a estaca da porta.
Para além dos tubos de abastecimento de gás a partir do exterior, as regras que regem a utilização de tubagens a partir do ponto de adução aoaparelho alimentado.

Mangueira de borracha para alimentar a placa de acordo com a lei

Fundamentalmente, as disposi√ß√Ķes contidas no padr√£o UNI CIG 7129 indicam dois tipos de tubos para liga√ß√£o entre a placa e a rede dom√©stica: tubos em borracha homologados com substitui√ß√£o a cada 5 anos, para uso com cooktops simples ou combinados n√£o embutidos; um tubo flex√≠vel em a√ßo para os quais n√£o h√° datas de expira√ß√£o para cozinhas modernas com fog√£o embutido.
Para ambos os tipos de tubulação, é uma boa idéia evitar gargalos e posicionamento nas proximidades de radiadores e fios elétricos não adequadamente protegidos.

Outros elementos a ter em mente para segurança

Depois de explicar as regras fundamental para liga√ß√Ķes externas e internas, certas disposi√ß√Ķes devem ser destacadas obrigat√≥rio ser respeitado na configura√ß√£o do ambiente da cozinha.
Uma delas é representada pela realização de um buraco de arejamento a ser eliminado na parte inferior da parede de frente na frente livre livre de obstáculos externos.

Arranjo do orifício de ventilação

Este orifício de ventilação deve ter dimensão mínimo de 100 centímetros quadrados, no caso de placas equipadas com dispositivos de corte de gás em caso de extinção acidental da chama, enquanto serão necessários 200 cmq no caso de uma placa sem esse dispositivo.
O furo mencionado também pode ser feito na parte inferior de um quadro, devidamente protegido por uma grade padrão, para impedir a entrada de hóspedes indesejados, como insetos, etc...
No caso de aparelhos, como aquecedores, caldeiras, exaustores, estarem presentes na cozinha, o tamanho do orifício de ventilação deve ser aumentou a uma taxa de 6 cmq para cada Kilowatt de capacidade nominal de calor de cada aparelho a gás. O tamanho do furo também deve ser aumentado pela capacidade do aspirador instalado.

Exaustor na cozinha moderna

A presen√ßa de um aspirador apropriadamente proporcionado em virtude do volume da sala, √© particularmente √ļtil em casas modernas, onde a cozinha √© combinada com a sala de estar sem qualquer elemento de divis√£o.
Na verdade, os capuzes filtragem, sem a possibilidade de expulsar os vapores e odores da produção interna para o exterior, não garantem um ambiente livre de odores desagradáveis.
Juntamente com os sistemas descritos acima, todos os outros sistemas na área da cozinha devem ser construídos de acordo com a lei. certificado mediante declaração de conformidade emitida pelo instalador, conforme decreto ministerial no. 37 de 22 de janeiro de 2008.
Placas, pequenos e grandes aparelhos, devem ser certificateu de acordo com a lei. A presença da marca I.M.Q. protege contra aqueles produtos que não cumprem com os regulamentos atuais, cujo uso pode ser perigoso.
A presen√ßa de cooktops equipados com um termopar para evitar vazamentos de g√°s quando a chama est√° desligada n√£o impede a instala√ß√£o de detetor de g√°s capaz de alertar ac√ļstica e visualmente em caso de perigo.

Segurança e controles remotos

Controle remoto de aparelhos domésticos

Para quem precisa verificar equipamentos e sistemas na cozinha, mesmo quando não estiver em casa, você pode usar um sistema domótica instalável não apenas em novos edifícios, mas também nos já existentes.
com poucos interven√ß√Ķes da natureza parede √© poss√≠vel conectar via teia o equipamento que estamos interessados ‚Äč‚Äčem verificar, para que interagir atrav√©s de um smartphone ou outro dispositivo de m√≠dia remota.
A d√ļvida de ter deixado o forno depois de sair de casa, desaparece ap√≥s uma consulta r√°pida do dispositivo multim√≠dia, com consider√°vel vantagem para a seguran√ßa em casa.



Vídeo: Segurança na Cozinha