Casas seguras: como navegar entre as leis fiscais e as interven√ß√Ķes de constru√ß√£o

Como proceder com a implementa√ß√£o de interven√ß√Ķes anti-s√≠smicas, beneficiando dos benef√≠cios nesta √°rea ap√≥s um cuidadoso estudo preliminar da poss√≠vel interven√ß√£o

Casas seguras: como navegar entre as leis fiscais e as interven√ß√Ķes de constru√ß√£o

Casas seguras e benefícios fiscais

Entre os medidas que o presid√™ncia do Conselho de Ministros desenvolveu-se para reduzir o risco s√≠smico patrim√īnio da edifica√ß√£o, encontramos os benef√≠cios fiscais previstos na provis√£o casasicura, que prev√™ dedu√ß√Ķes fiscais para opera√ß√Ķes de reestrutura√ß√£o destinadas a melhorar ou a adapta√ß√£o de edif√≠cios.

Casas seguras: consolidação de alvenaria

Casas seguras: consolidação de alvenaria

Degradação das paredes

Degradação das paredes

Casas seguras: reforço de nó de feixe

Casas seguras: reforço de nó de feixe

Reforço de pilar com fibras de carbono para um lar seguro

Reforço de pilar com fibras de carbono para um lar seguro

Testes na parede

Testes na parede

Para tanto, a Lei Orçamentária 2017 foi prorrogada até 31 de dezembro de 2021, introduzindo também importantes mudanças quanto ao percentual de dedução, à distribuição ao longo dos anos da mesma e à indicação das áreas a serem atendidas. risco sísmica em que esta disposição é eficaz.

Casas seguras em condomínio


Como muitos saber√£o, tamb√©m gra√ßas √† publicidade cont√≠nua nos meios de comunica√ß√£o, a vantagem acima mencionada √© v√°lida para propriedades usadas como habita√ß√Ķes ou atividades produtivas e √© fixada em um m√°ximo de 50% em um montante de despesa n√£o superior a 96.000 euros para cada unidade imobili√°ria referida a cada ano.
L 'vantagem fiscal descrita, torna-se mais relevante, chegando a 70% ou 80%, se uma das interven√ß√Ķes planejadas for alcan√ßada diminuir risco s√≠smico, respectivamente de uma ou duas classes.
No caso de interven√ß√Ķes realizadas em condom√≠nios, as dedu√ß√Ķes fiscais acima mencionadas s√£o aumentou respectivamente, na propor√ß√£o de 75% e 85% despesas dedut√≠veis tamb√©m aqueles feitos para classifica√ß√£o e verifica√ß√£o s√≠smica dos edif√≠cios. Ao contr√°rio dos anos anteriores, a dedu√ß√£o √© decomposta em cinco taxas anuais igual valor no ano em que as despesas s√£o incorridas e nos anos subseq√ľentes.
De 1 de janeiro de 2017 a 31 de dezembro de 2021, voc√™ pode aproveitar a facilita√ß√£o n√£o s√≥ para edif√≠cios localizados em √°reas com alto risco s√≠smico (zona 1 e 2), mas tamb√©m para aqueles localizados na zona de terremotos 3 onde, mesmo que raramente, fortes terremotos podem ocorrer.Diante do exposto, a aten√ß√£o dada pelo Governo a uma quest√£o cada vez mais relevante devido a eventos tel√ļricos cont√≠nuos, com conseq√ľ√™ncias desastrosas, parece evidente.
Desta forma pretendemos realizar uma a√ß√£o preventiva visando prevenir ou pelo menos reduzir as conseq√ľ√™ncias de um evento s√≠smico.

Casas seguras e dificuldades operacionais

A disposi√ß√£o acima mencionada, em sua fase operacional, n√£o d√ļvidas sobre como proceder em identifica√ß√£o e implementa√ß√£o das a√ß√Ķes a serem tomadas, levando em conta como a escolha das mesmas no campo da propriedade privada e exclusiva, envolve procedimentos e tempos de implementa√ß√£o muito diferentes.
em reuni√Ķes de condom√≠nio em que participei com frequ√™ncia, notei a grande confus√£o reinando no caminho a seguir; muitas vezes as rea√ß√Ķes de dissid√™ncia A demonstra√ß√£o de alguns condom√≠nios, sobre a bondade da interven√ß√£o de melhoria ou adapta√ß√£o recomendada, deriva de problemas pessoais e falta de conhecimento do assunto, juntamente com a presun√ß√£o de ser um especialista no assunto.

Casa segura: deterioração do manto de cobertura e da mesa


O fato de intervir em um determinado parte da estrutura do condom√≠nio, muitas vezes encontra a oposi√ß√£o absurda daqueles condom√≠nios que consideram essa interven√ß√£o n√£o eficaz para eles, pelo simples fato de que a maioria das partes interessadas est√£o a v√°rios metros de dist√Ęncia de sua casa.
Outros em vez disso, apenas pelo motivo oposto, opor-se à intervenção por causa da invasividade mais marcados, precisamente em correspondência com suas unidades habitacionais.
Outros, para evitar essa diatribe, declaram que querem proceder por conta própria, fazendo reforços a serem realizados em sua unidade habitacional, iludindo-se que estão seguros no caso de um evento sísmico.
Quem tem um m√≠nimo de compet√™ncia em quest√Ķes e senso comum, o absurdo dessas posi√ß√Ķes √© imediatamente evidente, por isso devemos estar cientes do fato de que n√£o √© poss√≠vel intervir sem met√≥dico muito preciso, que prev√™ uma s√©rie de atos diagn√≥sticos e estimativas de al√≠vio, apenas pararesultado dos quais o melhor tipo de interven√ß√£o √© poss√≠vel.
para melhor intervenção possível, quero dizer não o que no sentido absoluto garante a melhor segurança do edifício, mas uma intervenção calibrada no limite máximo de despesas decidido pela assembleia de condomínio, através do qual podemos chegar a pelo menos um redução de risco sísmica de pelo menos uma classe.
A fim de tranquilizar a assembleia de condomínio, sobre a real possibilidade de alcançar pelo menos um certo grau de segurança, é necessário prosseguir com um método analítico, contando exclusivamente com um profissional qualificado, que, em conformidade com os regulamentos relevantes, conhece o procedimentos para poder avaliar o risco sísmico ante operam e o alcançável post operam.

Casas seguras reconstruindo a história do edifício

Pilar Degradado e blindagem insuficiente n√£o tornam a casa segura

Para permitir que o profissional encarregado de realizar essa tarefa da melhor maneira possível, é necessário adquirir a maior parte da documentação sobre a história do edifício, do nascimento até hoje, depois pesquisas, fotos, depósitos para o departamento de engenharia civil, mudanças feitas ao longo dos anos, tanto por condomínios individuais como por todo o edifício.
No caso dos edif√≠cios, fronteira com outros, √© √ļtil onde voc√™ pode encontrar tais not√≠cias, conhecer a √©poca da constru√ß√£o de edif√≠cios vizinhos, e qualquer criticidade detectado no decurso da constru√ß√£o do mesmo, que em certa medida interessado estaticamente a constru√ß√£o de nosso interesse.
Al√©m disso, √© necess√°rio verificar condi√ß√Ķes reais de carregamento das estruturas do edif√≠cio, tendo em conta altera√ß√Ķes de destino ao longo dos anos e as consequ√™ncias que esses epis√≥dios tiveram em rela√ß√£o ao uso original das premissas.
o al√≠vio de qualquer dano provocada nos √ļltimos anos por fogo ou outro tipo de calamidade, digno de nota, documentable atrav√©s especialista jurados no momento do evento, eles s√£o √ļteis para o profissional, para avaliar o resist√™ncia das partes estruturais.
Uma vez que toda a documentação disponível tenha sido adquirida, ela será cuidada'administrador fornecer ao profissional encarregado de elaborar o projeto de melhoria ou ajuste necessário.

Casas seguras com pesquisas detalhadas

Graças a esta documentação, o profissional prosseguirá em seu trabalho a fim de alcançar um adequado grau de conhecimento do edifício. o normas no caso de edifícios em áreas sísmicas, os três níveis de conhecimento LC1, LC2, LC3 referem-se a um nível de conhecimento limitado, adequado e preciso, respectivamente. Em relação ao nível de conhecimento que deve ser alcançado, uma série de análises, incluindo testes, deve ser realizada in situ com uma certa invasividade.

Fen√īmeno de al√≠vio de carbonata√ß√£o de um pilar

A este respeito, √© necess√°rio informar os condom√≠nios da possibilidade que isto deveria acontecer em suas casas ou em correspond√™ncia de algumas partes estruturais, dentro da √ļnica habita√ß√£o.
o n√ļmero de tais testes invasivos, isso depende de v√°rios fatores: de tamanho e complexidade projeto arquitet√īnico do edif√≠cioresultado dos primeiros resultados j√° realizados. Se, por exemplo, testes em amostras de concreto destacaram um heterogeneidades de valores sobre a resist√™ncia do material, √© prov√°vel que o projetista da interven√ß√£o seja considerado necess√°rio para aprofundar o aspecto detectado, ordenando uma nova s√©rie de amostras.
Neste ponto, quero salientar como não é possível a priori estabelecer precisamente o que virá à luz seguindo os relevos, sendo as partes a serem investigadas constituídas por material monolítico dentro do qual elas podem se esconder. várias surpresas.
Refor√ßos inadequados, concreto de baixa qualidade, suportes muito espa√ßados, ancoragem suficiente dos n√≥s, se√ß√Ķes resistentes no limite da resist√™ncia, representam os principais problemas cr√≠ticos detect√°veis ‚Äč‚Äčdurante o exame no local, em rela√ß√£o aos trabalhos em concreto armado.
Para as obras em alvenaria com pe√ßas estruturais de madeira horizontais, como o empurr√£o de telhados, h√° in√ļmeros epis√≥dios detect√°veis, especialmente em edif√≠cios antiquado. Em muitos casos, aparentemente algumas estruturas, como as vigas de sustenta√ß√£o de pisos de madeira ou as treli√ßas de um telhado, parecem estar intactas e capazes de executar a tarefa originalmente atribu√≠da. Infelizmente, na realidade, vamos olhar para mais profundidade as partes internas, aqui aparecem partes esvaziadas de woodworms, deterioradas pela umidade, etc.

Testes de força no pilar de concreto para ter uma casa segura


A fim de preparar os documentos preliminares para um projeto s√©rio de melhoria e adapta√ß√£o s√≠smica, √© necess√°rio agir com m√©todo e escr√ļpulos, em conformidade com os regulamentos atuais.
Este √ļltimo aspecto, al√©m de ser consider√°vel do ponto de vista t√©cnico, √© ainda mais do ponto de vista fiscal. De fato, uma interven√ß√£o realizada para melhoria ou ajuste, se controle Por parte das autoridades competentes n√£o deve respeitar as regras sobre o assunto, implicaria, al√©m das consequ√™ncias de natureza criminal, tamb√©m a devolu√ß√£o dos montantes economizados gra√ßas √† facilita√ß√£o prevista.



Vídeo: