Jardim rochoso

Construir um jardim de rochas permite recriar uma pequena montanha ou área arborizada na área verde, dando-lhe um sabor exótico e uma personalidade rica.

Jardim rochoso

Rochas espalhadas

Um gramado muito extenso e pouco diversificado corre o risco de ser um pouco mon√≥tono. Para mov√™-lo da melhor maneira, voc√™ pode conseguir canto rochoso. √Č uma quest√£o de recriar, em pequenas quantidades, as caracter√≠sticas de um ambiente alpino ou montanhoso, por meio de grandes pedras intercaladas com √°reas gramadas e floridas. As t√©cnicas que voc√™ pode usar s√£o basicamente duas: as pedras espalhadas e a montanha florida.

Rochas no jardim

Obter alguns grandes pedras (o tamanho médio de uma mala pequena) e organizá-los no gramado de forma casual, mas criando um conjunto agradável e com características unitárias. Preencha os espaços vazios entre pedra e pedra com topos de terra em que você planta flores e sempre-vivas. As pedras podem ser parcialmente enterradas no gramado para não se moverem mesmo quando está chovendo.

A montanha

Criar um monte √©, sem d√ļvida, o sistema mais bonito e mais esteticamente v√°lido. Ele pode ser usado quando o solo j√° est√° inclinado, mas nada impede a constru√ß√£o da montanha, mesmo em terreno plano. Envolve o transporte da terra em uma √°rea do gramado para criar um relevo acentuado ou para aumentar o que a terra j√° possui. No caso de um jardim plano, uma colina bem proporcionada √© feita de modo que a altura seja igual √† metade da base.

Jardim rochoso

As pedras e rochas a serem usadas podem ser encontradas diretamente pedreiras, ao longo dos rios ou em outras áreas, mas também podem ser comprados em centros especializados que possuem lindas pedras porosas.
Cada pedra deve ser colocada com uma ligeira inclinação ao contrário da montanha, a fim de drenar a água na direção oposta àquela que naturalmente desce da montanha, para reduzir a lavagem da terra.
Sob cada pedra, você faz um pequeno enchimento de pequenas pedras que impede que a pedra progressiva afunde.

Coloque as plantas

Nas pequenas falésias e nos espaços entre pedra e pedra colocava-se o solo bem adubado e plantado sempre-viva e flores adequadas. Em geral, são usadas plantas muito resistentes que não sofrem calor nem geada e não precisam de muita água, pois as pedras secam o solo. O cuidado do jardim de rochas deve ser constante.
Troque rapidamente as plantas que estão morrendo e evite que as plantas mais luxuriantes cubram as pedras e invadam os espaços de vida de outras plantas.

Os editores recomendam:

Preparação do solo

Muita atenção deve ser dada à escolha dos vários componentes, como por exemplo as rochas e a altercação. Para as rochas, você deve preferir os locais, que podem ser encontrados no mesmo jardim ou nas áreas circundantes, talvez no campo. Os mais utilizados são no entanto os de tufo, calcário e arenito.

Jardim rochoso

Este √ļltimo deve ser preferido por sua apar√™ncia muito natural, enquanto o calc√°rio pode apresentar problemas de conserva√ß√£o.
Quanto à forma, no entanto, deve-se dizer que, para encorajar um aspecto mais natural do jardim, devemos escolher mais rochas irregulares, que apresentam, por exemplo, cavidades.
o solo por outro lado, deve ser drenado principalmente para deixar o excesso de √°gua fluir e manter o solo fresco ao mesmo tempo, mesmo nos dias mais quentes.
Uma camada de solo e folhas frescas também devem ser adicionadas ao solo base, para torná-lo ainda mais macio, ou uma certa quantidade de areia e pedra-pomes para tornar a base ainda mais porosa e rica em nutrientes. Recomenda-se também o uso de solo esterilizado para evitar a propagação de ervas daninhas.

Plantas para o jardim de rochas

Para a realiza√ß√£o de um jardim rochosoOriginalmente, apenas esp√©cies alpinas eram usadas, ou em qualquer caso, usadas em altas altitudes e invernos rigorosos. Posteriormente, para facilitar a propaga√ß√£o deste tipo de jardim, tamb√©m foram utilizadas variedades t√≠picas da regi√£o do Mediterr√Ęneo e as suculentas.
Entre as espécies a serem preferidas, algumas devem ser escolhidas de acordo com a ponta do jardim em que serão colocadas. Para lugares bem exposto ao solPor exemplo, variedades como Campanula portenschlagiana, Sedum ou Sempervivum são recomendadas.
Por pontos obscuro e seco os deltoides Dianthus e a cordata Diascia são adequados, enquanto onde a umidade está presente, espécies como Cassiope ou Cyclamen hederifolium devem ser preferidos.
Entre as espécies alpinas, que em qualquer caso exigem boa exposição à luz solar, destacamos o Dianthus alpinus, o Hutchinsia alpina e o Herinus alpinus.

O primeiro site sobre DIY



V√≠deo: THUŐĀLIO CASTRO JARDIM SEMIARIDO E TROPICAL