Retorno do apartamento alugado

No final da concessão, porque não há traços, não é suficiente para o locatário disponibilizar as chaves, ele leva o retorno real.

Retorno do apartamento alugado

Locazione

O código civil, emart. 1571, define a localização como o contrato pelo qual uma parte se compromete a fazer a outra desfrutar de algo móvel ou imóvel por um certo tempo, para uma consideração específica.
Costuma-se dizer que o arrendamento é um contrato com serviços correspondentes.
A principal obrigação do locador consiste em entregar a propriedade imóvel, a fim de permitir o gozo em favor do inquilino.
o inquilino em vez disso, tem a obrigação principal de pagar a contrapartida acordada.

Duração do contrato de locação

Dependendo do destino específico a ser dado à unidade imobiliária, a contrato leva uma duração específica.
No caso de arrendamento para uso residencial, atualmente, a lei três tipos de contratos;
a) o chamado contrato livre, isto é, aquele que pode ser estipulado por 4 anos mais outros 4 da extensão (o 4+4);
b) o contrato de taxa fixa ou mesmo o referido contrato 3+2 (duração inicial de três anos mais 2 de extensão);
c) o contrato de locação transitória com uma duração máxima de 18 meses (por exemplo, para membros de viagens, turistas, etc.).
Depois, h√° o contrato para usa diferente de habita√ß√£o (a refer√™ncia regulamentar √© representada pela Lei n¬ļ 392/78), que prev√™ uma dura√ß√£o m√≠nima de 6 anos mais outras seis renova√ß√Ķes autom√°ticas, exceto por motivos espec√≠ficos que podem levar √† rescis√£o.

Rescis√£o do contrato de arrendamento

Locazione

Quando falamos sobre arrendamentos, considerando também a enorme quantidade de litígios por falta de pagamento das taxas, estamos acostumados a pensar em um fim traumático.
E ainda assim, felizmente, muitos, muitos acordos eles chegam ao seu fim naturalou, em qualquer caso, s√£o cancelados antes do acordo entre as partes ou de disposi√ß√Ķes contratuais espec√≠ficas, de uma forma que n√£o √© de todo traum√°tica.
No momento do t√©rmino do contrato, portanto, o condutor deve cumprir a uma das obriga√ß√Ķes necess√°rias para concluir positivamente todos os eventos relativos ao contrato subjacente.
Nós estamos falando sobre o redelivery da unidade imobiliária.

Retorno de chaves e fechamento da locação

De acordo comart. 1590 c.c., registrado Retorno do imóvel alugado,
O inquilino deve devolver a propriedade ao locador no mesmo estado em que a recebeu, de acordo com a descrição que foi feita pelas partes, salvo deterioração ou consumo resultante do uso da coisa de acordo com o contrato.
Na ausência de uma descrição, assume-se que o inquilino recebeu a coisa em bom estado de manutenção.
O inquilino não se responsabiliza por danos ou deterioração devido à idade.
Coisas móveis devem ser devolvidas ao local onde foram entregues.
√Č bom destacar que para aperfei√ßoar o retorno da propriedade alugada a mera provis√£o das chaves do edif√≠cio n√£o √© suficiente.
Em um sentença proferida no final de janeiro, de acordo com seus precedentes, a Suprema Corte Cassation teve a oportunidade de afirmar que a obrigação de devolver o imóvel alugado ao locador (artigo 1570 do Código Civil) não termina em uma simples disposição das chaves, mas exige, para o seu cumprimento exato, uma atividade que consiste em um retorno incondicional do ativo e, portanto, em uma entrada efetiva da propriedade na esfera da disponibilidade de concreto do locador (Cass. 28 de janeiro de 2013, n. 1887).
Em suma, Eu levei um maestro, Tizio e um senhorio, GaiusNão é suficiente para o primeiro dizer ao segundo que as chaves estão à sua disposição e que ele pode levá-las sempre que quiser.

Locazione

O que acontece, no entanto, se é o dono não colaborar, em suma, não devolver a propriedade?
O condutor tem direito de tomar precau√ß√Ķes evitar, no futuro, os danos causados ‚Äč‚Äčpela devolu√ß√£o tardia (art. 1591 c.c.).
o Supremo Tribunal, na mesma pron√ļncia, ele especificou que se a coopera√ß√£o concreta (e comprovada) desta √ļltima n√£o puder ser implementada, √© necess√°rio, com a finalidade de libera√ß√£o das obriga√ß√Ķes relacionadas ao n√£o retorno, uma oferta feita de acordo com o art. 1216 do C√≥digo Civil, com √īnus da prova quanto ao exerc√≠cio desta atividade legal, a expensas do locat√°rio (Box n¬ļ 8616/06).
Al√©m disso, este Tribunal tem consistentemente afirmado que a libera√ß√£o do inquilino da obriga√ß√£o de devolver a propriedade alugada √© implementada, desde que a rela√ß√£o de arrendamento √© uma rela√ß√£o intuitu personae obrigat√≥ria, somente com a entrega da propriedade, mesmo se na forma de entrega das chaves, para o senhorio em pessoa ou para outros assuntos que a representem em virtude da sua vontade expressa (ver Caixa n ¬ļ 550/12, Caixa n ¬ļ 5841/04) (Cass. 28 de janeiro de 2013, n. 1887).
em resumo se o dono não quiser a sua casa de volta, o maestro pode instruí-lo a levá-lo de volta.



Vídeo: COMO DECORAR SUA CASA ALUGADA ( Antes & Depois)