Resolução da assembléia de acionistas: quando pode ser nulo ou anulável

Diferença entre resolução nula ou anulável; quando os condomínios podem desafiar uma resolução e quais são os termos a serem respeitados para invocar a invalidez.

Resolução da assembléia de acionistas: quando pode ser nulo ou anulável

Apelações de resolução de condenação

o Resolução Assembléia é o ato com o qual a assembléia do condomínio decide sobre um assunto relacionado à vida do condomínio; pense nas despesas relacionadas com a reconstrução da fachada ou telhado, a nomeação ou revogação do administrador ou uma alteração nas cláusulas do regulamento.
A decisão está sujeita a votação pelos condomínios participantes e deve ser adotada com a maioria exigida por lei com base no assunto.
A resolução é vinculante e produz seus efeitos também contra condomínios ausentes ou dissidentes, para os quais a lei prepara dois instrumentos jurídicos: nulidade e oanulação de resolução.
Ao contrário de um contrato que prevê o acordo entre as partes, a decisão aprovada na assembléia do condomínio é obrigatória para todos os condôminos, desde que seja tomada com o consentimento da maioria estabelecida por lei.
No entanto, quando o assunto votado for decidido em violação da lei ou do regulamento do condomínio e por alguns considerados prejudiciais aos seus direitos, poderá ser contestado.

Resolução da assembléia: quando não pode ser nada


O próprio legislador estabelece que as resoluções aprovadas durante a assembléia do condomínio poderão ser invalidadas se forem contrárias à lei ou aos regulamentos do condomínio. O artigo 1137 do Código Civil estabelece que:

Contra quaisquer deliberações contrárias à lei ou aos regulamentos do condomínio, qualquer condomínio ausente, dissidente ou abster-se poderá recorrer às autoridades judiciais requerendo sua anulação dentro do prazo máximo de trinta dias, contados a partir da data da deliberação do dissidente ou abster-se e da data da sentença. comunicação da resolução para os ausentes. A ação de cancelamento não suspende a execução da resolução, a menos que a suspensão seja ordenada pela autoridade judicial Art. 1137 cod.civ.

As resoluções aprovadas pela assembléia de acionistas são consideradas válidas, a menos que sejam contestadas e o juiz verifique sua ilegitimidade. Para invalidar uma resolução aprovada pela assembléia do condomínio, é necessário entrar em contatoautoridade judicial.
No entanto, recorde-se que, seguindo as alterações feitas pelo Decreto Legislativo 69/2013 (Decreto de Tarifa), para encontrar uma solução em caso de contrastes no condomínio, é obrigatório experimentar antecipadamente a reconciliação perante um organismo acreditado pelo Ministério da Justiça.
Somente se a mediação não der o resultado desejado, o tribunal civil poderá ser levado ao tribunal mediante a apresentação de uma intimação perante o tribunal onde o condomínio está localizado.
Dissemos que existem dois tipos de invalidez que podem ser invocados pelo condomínio afetado: nulidade e anulabilidade. Abaixo, veremos as diferenças entre os dois casos e qual é o processo para poder desafiar a resolução.

Nulidade da resolução do condomínio

Os casos em que é possível exercer a ação de nulidade de uma resolução de assembléia foram elaboradas por doutrina e jurisprudência que se referem, na ausência de uma regra específica, aos vícios que caracterizam mais geralmente, uma transação legal.
O caso, portanto, não encontra uma disciplina explícita dentro do código civil e está sujeito a análise pelos juízes.
Uma resolução de montagem não é nada quando o contraste com o lei e o regulamento do condomínio é tão grave que a decisão aprovada não pode ser remediada, apesar do consentimento posterior dos condomínios.
As resoluções de condomínios inexistentes podem ser desafiado de qualquer condomínio quem tem interesse, mesmo aqueles que votaram a favor. Neste sentido, o Tribunal Civil de Cassação pronunciou-se com a sentença nº. 15402 de 2013 e, similarmente com n. 1510 de 1999.
Além disso, as resoluções nulas podem ser contestadas qualquer hora como não há limites de tempo ou prazos a serem respeitados.
Com base na decisão do Tribunal de Cassação nas Seções Unidas, com a sentença nº. 1439/2014, a resolução da assembleia de acionistas deve ser considerada nula se não houver elementos essenciais como a vontade e o objeto. O mesmo se aplica quando oobjeto è ilícito porque ao contrário da moralidade e boa moral, ou quando eles são esgotando de propriedade exclusiva de um condomino e seu direitos individuais. Pense na primeira hipótese, para o caso em que certas obras são impostas dentro de um alojamento de condomínio. Na segunda hipótese, por exemplo, é necessário um condomínio para se livrar de seu animal de estimação.

Cancelamento da resolução do condomínio

o Deliberações dos acionistas eles são revogável quando o contraste com a lei ou a regulamentação do condomínio, pode ser remediado com a aceitação tácita pelo condomínio legitimado para o recurso. O artigo 1137 do Código Civil italiano, como vimos no início, regulamenta a hipótese da anulabilidade das deliberações dos acionistas.
Enquanto as resoluções nulas nunca são produtivas de efeitos, as resoluções anuláveis ​​são efetivas até que o juiz tenha declarado sua invalidade.

Cancelamento da resolução do condomínio


De acordo com a decisão do Tribunal de Cassação nas Seções Unidas (4806/2005), é possível pedir cancelamento das deliberações dos acionistas em caso de:

  • irregularidades e defeitos quanto à constituição da própria reunião;
  • descumprimento das maiorias exigidas por lei ou estabelecidas pelo regulamento do condomínio;
  • violação das disposições sobre o processo de convocação da reunião;
  • presença de defeitos formais, como irregularidades encontradas em relação à ata da reunião. Para dar alguns exemplos sobre este último ponto, podemos pensar no caso em que o nome e os milésimos dos condomínios que votaram não foram relatados em ata se a decisão foi tomada por maioria de votos. O mesmo é mostrado pelo relatório que nem todos os condomínios foram convocados pelo administrador do condomínio, conforme estabelecido pelo Tribunal de Cassação nas Seções Unidas com a sentença n.4806 de 2005;
  • violação das regras sobre o funcionamento da assembléia (liberação de procurações por condomínios ausentes).

Quanto ao legitimação para competição resolução anulável, a lei estabelece que a ação de cancelamento é exclusivamente para o condomínios que eles são absteve na votação, ausente ou contrário e dentro de prazos precisos.

Como desafiar uma resolução de condomínio


o prazo apelar contra uma resolução anulável é de 30 dias, após o qual a resolução é considerada curado. Caso não seja possível recorrer de uma resolução de condomínio, a decisão não poderá mais ser contestada.O prazo para solicitar o cancelamento de uma resolução inicia-se na aprovação da decisão, para dissidentes ou abstenções de condomínio e no recebimento das atas das reuniões dos condôminos. eles não compareceram à reunião.
Por favor, note que durante uma assembléia subseqüente os condomínios podem aprovar uma resolução diferente e posterior que modifica as decisões tomadas com a anterior.
Com relação ao ônus da prova, será o preservativo que pretende solicitar a verificação da nulidade da ata da reunião para comprovar o defeito da resolução impugnada, que está na base de sua solicitação.

Suspensão da resolução do condomínio

Um aspecto a ser especificado é que, quando a resolução é desafiada por um condomino, ela permanece válido até que o juiz declare a sentença porcancelamento.
A ação de cancelamento não suspende portanto, a execução da resolução.
O Organizador pode, no entanto, fornecer de outra forma, se considerar as condições e os elementos em que o recurso se baseia na resolução a ser fundada.
Será, portanto, possível avançar com o pedido formal do juiz para suspender a eficácia da resolução impugnada, a fim de evitar danos aos condomínios em questão.
Com relação ao ônus da prova, será o preservativo que pretende solicitar a verificação da nulidade da ata da reunião para comprovar o defeito da resolução impugnada, que está na base de sua solicitação.



Vídeo: