Aluguel para comprar - Regras que regem os contratos de dividendos para a venda subsequente de propriedades

Aluguel para, mas é um tipo de contrato para a compra de um imóvel, o futuro comprador aluga a propriedade antes de se tornar seu proprietário.

Aluguel para comprar - Regras que regem os contratos de dividendos para a venda subsequente de propriedades

Alugar para comprar imóveis: uma maneira alternativa de comprar uma casa

alugar para comprar

Para aqueles que querem comprar uma casa e neste momento não pode obter uma hipoteca, há uma solução interessante. Chama-se Alugar para comprar e é um tipo de contrato para imóveis que combina dois outros tipos de contrato bem conhecido: o arrendamento e o venda preliminar.
O aluguel para comprar prevê que o proprietário entregue imediatamente a propriedade ao comprador futuro do arrendatário, que por um determinado período de tempo taxa mensal.
Este canon é configurado como parte de uma parte aluguel normal e para o restante, como adiantamento sobre a compra futura.
no prazo de um período estabelecido pelas partes dentro do contrato (prazo que não deve exceder 10 anos), o inquilino pode decidir se compra ou não a propriedade, deduzindo do preço uma parte das taxas pagas como adiantamento.
Eu enfatizo que o maestro vontade decidir. Na verdade, o inquilino tem o direito e não a obrigação de comprar o bem.
Obviamente, o contrato poderia estabelecer uma obrigação de compra, mas neste caso não poderíamos mais falar sobre aluguel para comprar.

Diferença entre aluguel para comprar e alugar com resgate

o Alugar para comprar n√£o deve ser confundido comalugar com resgate.
Este segundo tipo de contrato nasceu nos anos cinquenta para incentivar os compradores de habitação social.
L 'alugar com resgate previa o pagamento de uma renda de duração comparável à de um empréstimo e a obtenção, no final do período acordado, do resgate da propriedade total da propriedade.
Essa era uma forma de financiamento ou leasing, que ainda é usada, na qual o vendedor financia o comprador com um pagamento em parcelas.
o Alugar para comprarpor outro lado, não é uma forma de financiamento.
√Č simplesmente um programa preparat√≥rio em que o comprador √© dado tempo para obter as condi√ß√Ķes necess√°rias para obter o empr√©stimo, mas sendo capaz de aproveitar o bem j√°.
O vendedor simplesmente facilita o comprador no momento da escritura sem substituir o banco como credor.
Além disso, ao contrário do aluguel com resgate, o aluguel para comprar é geralmente administrado por um terceiro super partes, um especialista profissional no assunto, que elabora o programa adaptando-o caso a caso e defendendo os interesses de ambas as partes.

Notícias sobre aluguel para comprar no Decreto de Itália da Unblock

L 'Artigo 23 do decreto de desbloqueio italiano (o Decreto-Lei de 12 de setembro de 2014, n¬ļ 133, convertido com a lei 11 de novembro de 2014 n¬ļ 164) resolveu alguns problemas devido √† falta de legisla√ß√£o espec√≠fica sobre o tema de aluguel para comprar, melhor definido como contrato de dividendo baseado na venda subseq√ľente de propriedades.

alugar para comprar

Em particular, o Sblocca Italia prevê a transcrição do aluguel para comprar contrato em registros imobiliários, como é o caso dos contratos de vendas preliminares.
A transcrição é válida como uma reserva real da compra do imóvel, para que o proprietário não possa vender o imóvel para outra pessoa, conceder uma hipoteca sobre a propriedade, constituir uma servidão passiva ou qualquer outro direito preconceituoso.
Os credores de qualquer vendedor não poderão registrar uma hipoteca sobre a propriedade prometida para venda, nem a encerrarão. Todas estas são formas de proteção para o inquilino, que permanecem mesmo em caso de falência do vendedor.
No entanto, existem diferenças na questão da transcrição entre o contrato de rent-a-buy e o contrato preliminar de venda / compra.
Os efeitos da transcrição do contrato preliminar cessam se no prazo de um ano a contar da data acordada pelas partes para a celebração do contrato final (e, em qualquer caso, no prazo de três anos a partir do registo acima mencionado) a transcrição do contrato definitivo não é realizada.
Os efeitos da transcrição do contrato gozo com o direito de comprar (alugar para comprar), por outro lado, eles têm uma duração maior. De fato, o artigo 23 da DL Sblocca Italia estabelece, no parágrafo 3, que o prazo de vigência de três anos da transcrição prevista para o contrato preliminar é alto. durante toda a vigência do contrato e, em qualquer caso, por um período não superior a dez anos.
Além disso, os efeitos da transcrição previstos para contrato de locação de dez anos, com a intenção de tornar também o contrato em questão oponível a terceiros.

Definição de aluguel para comprar na Desbloquear Itália

O Artigo 23 da DL Sblocca Italia estabelece que as partes contratantes devem estabelecer a parte da taxa a ser cobrada contra a venda da propriedade.
Em termos simples, as partes determinam quanto √© a parte da taxa a ser considerada como aluguel e a parte do c√Ęnon a ser considerada como adiantamento na compra do edif√≠cio (a √ļltima parte ser√° deduzida do total a ser pago no momento da compra).
Além disso, as partes são obrigadas a indicar no contrato a parte das taxas cobradas para uma contrapartida que deve ser reembolsada em caso de falha no exercício do direito de compra dentro dos prazos acordados.

Contribui√ß√Ķes do Conselho Nacional de Not√°rios sobre o aluguel para comprar

Na sequência da entrada em vigor do DL Sblocca Italia, o Conselho Nacional dos Notários interveio, publicando em seu site um breve informativo para os cidadãos com o objetivo de orientá-los e informá-los sobre este novo modo de compra com um contrato de aluguel para compra.
O Conselho Nacional dos Notários também apresentou um esquema contratual para o aluguel para comprar para facilitar a aplicação operacionalmente.

Disciplina tribut√°ria sobre o assunto de aluguel para comprar

O artigo 23.¬ļ do Decreto de It√°lia, na defini√ß√£o dos elementos que caracterizam a renda a comprar, n√£o identifica a disciplina fiscal a aplicar para a tributa√ß√£o desses contratos.
com circular n. 4 / E de 19 de fevereiro de 2015 a Receita Federal procedeu a corrigir a lacuna de regulamentação, definindo taxas e modalidades do regime tributário para ser usado para taxar o aluguel para comprar.

alugar para comprar

Para o período de uso do ativo antes da compra, dissemos que é cobrada uma taxa, que por uma parte é paga por meio de arrendamento e por uma parte como adiantamento na compra. A Agência Tributária prevê que o tratamento fiscal a ser aplicado à taxa paga pelo inquilino deve ser diversificado em função da função (gozo do edifício e preço de pagamento) para o qual estas quantias são pagas.
Portanto, para a parte do aluguel devido ao gozo da propriedade, as provis√Ķes para arrendamentos devem ser aplicadas, tanto para impostos diretos quanto indiretos. Para a parcela da taxa paga como adiantamento sobre a compra, as disposi√ß√Ķes previstas nos adiantamentos de pre√ßo da venda subsequente da propriedade devem ser aplicadas em seu lugar.
Se no final do período de locação, o comércio, a legislação prevista para os impostos diretos e indiretos para transferências de propriedade será aplicada.
No contexto do artigo 23 do decreto de desbloqueio italiano, os casos em que as partes n√£o prosseguem com a celebra√ß√£o do contrato de compra e venda tamb√©m s√£o regulados, regulando ao mesmo tempo qualquer reembolso das quantias pagas como pagamento pela transfer√™ncia. De facto, √© poss√≠vel verificar o n√£o exerc√≠cio do direito de compra pelo locat√°rio ou que uma das duas partes se encontra em incumprimento do contrato. Na circular Revenue Agency, voc√™ encontrar√° todas as especifica√ß√Ķes tamb√©m para esses casos espec√≠ficos.



Vídeo: