Regulamentação regional sobre resíduos

Prevenir e reduzir a produção de resíduos, bem como melhorar os resíduos através da recuperação, são ações reguladas pela legislação regional.

Regulamentação regional sobre resíduos

O que o homem constrói é destinado, mais cedo ou mais tarde, a se tornar rejeição. Bens de consumo em nosso país

desperdício

eles são usados ​​excessivamente e sem restrições.
O problema de eliminação de resíduos tornou-se um dos mais difíceis de resolver.
Sempre vistos como objetos e materiais destinados ao lixo, nos últimos anos, eles assumiram sua dignidade como mercadoria, tornando-se matérias-primas secundárias com uma avaliação real do mercado.
Esses recursos são do ponto de vista econômico da riqueza real.
Eles podem ter destinos diferentes: acabar em aterros sanitários

Eliminação de resíduos

e ser destruído, queimado com desperdício de energia útil ou recolhido e reciclado.
A terceira opção parece-me ser a mais vantajosa e ser levada em consideração em relação aos outros.
A reciclagem de materiais pode ocorrer diretamente no local, em conformidade com as regulamentações ambientais vigentes, e é o menos dispendioso do ponto de vista econômico, especialmente os menos invasivos ao meio ambiente.
Este tipo de reciclagem primária favorece a redução da quantidade de resíduos produzidos.

Um tipo de reciclagem secundária em vez disso, envolve o tratamento de resíduos reduzindo mecanicamente o produto qualitativamente.
Finalmente por último, mas não menos usado, é que terciário onde o tratamento é quimicamente tratado e o resultado obtido não é tão diferente do original.
A legislação italiana relativa aos resíduos, antes de 2006, referia-se simplesmente a dRonchi de 1997 (Decreto Legislativo 5/02/97 revogado pelo artigo 264, parágrafo 1, letra I do Decreto Legislativo n º 152 de 3 de abril de 2006, que segue as linhas), que já começou a se mover de acordo com as directivas europeias.
Prevenir e reduzir a produção de resíduos, assim como aumentar os resíduos através da recuperação, são ações que, embora legalmente regidas por este decreto, são legislação regional em vigor em todas as regiões da Itália.
Eles são os seguintes:
Abruzzo:
Lei Regional n. 23 de 23-06-2006, Lei Regional n. 14 de 3-03-2005, Lei Regional n. 20 de 26 de julho de 2004, Lei de 23/03/2000, n. 52.
Basilicata:
Lei de 04-06-2003, n. 21, Lei n. 15 de 7-05-2003, Lei Regional 2 de fevereiro de 2001, n. 6,.
Campania:
Lei Regional de 28-03-2007 n. 4.
Emília Romanha:
Lei Regional n. 7 de 14-04-2004, Lei de 28-01-2003, n. 1, D.G.R. 25 de julho de 2001, Lei Regional n. 27/1994.
Friuli-Venezia-Giulia:
Lei de 28/08/2001 n. 17.
Lazio:
Lei de 10/09/1998 n. 42, Lei de 09/07/1998 n. 27.
Liguria:
Lei Regional n. 23 de 03-07-2007, Lei Regional n. 30 de 31.10.2006, Lei de 13/02/2002 n. 8.

Lombardia:

Lei Regional n. 12 de 12-07-2007, Lei Regional n. 26 de 12-12-2003.

marcas:

Lei Regional n. 1 de 18-01-2005, Lei de 20/05/1997 n. 32, Lei de 20/01/1997 n. 15.
Molise:
Lei Regional n. 18 de 31 de agosto de 2004, Lei Regional n. 25 de 7-08-2003, Lei Regional nº 1 de 13.01.2003.
Piedmont:
Lei n. 11 de 26-06-2003, Lei de 29/08/2000 n. 48, L.R. Piemonte 7.4.2000, n. 42, Lei de 13/04/1995 n. 59, Lei de 21/01/1993 n. 2, Lei de 10/07/1989 n. 39.
Puglia:
Lei Regional de 14 de junho de 2007, n. 17, Lei de 04/09/2001 n. 26, Lei de 04/01/2001 n. 6.
Sicília:
Lei Regional n. 3 de 9 de março de 2005, Lei 16 de abril de 2003, n. 4.
Toscana:
Decreto do Presidente do Conselho Regional de 5 de outubro de 2006, n. 45 / R, Lei Regional n.39 de 27-07-2004, Lei Regional de 3-02-2003 n. 8, Lei Regional de 26 de julho de 2002 n. 29, Lei n. 32 de 17/07/2001, Lei n. 71 de 31/08/2000, Lei n. 70 de 22/12/1999, Lei n. 25 de 18/05/1998, Lei n. 4 de 01/12/1995, Lei n. 31 de 14/05/1993, Lei n. 29 de 12/05/1993, Lei n. 60 de 19/08/1988.
Trentino Alto Adige: Província Autônoma de Bolzano.
Lei Provincial n. 14 de 3-10-2003, Decreto do Presidente da Província n. 43-115 / Perna. de 23/12/1998, Decreto do Presidente da Província n. 38-110 / Perna. de 26/11/1998.

Província Autónoma de Trento:

Lei provincial n. 10 de 15-12-2004, Direito Provincial Trento n. 5 de 14/04/1998.
Umbria:
Lei Regional n. 22 de 19-06-2007, Lei Regional n. 31 de 23-12-2004, Lei Regional n. 14 de 21-07-2004, Lei de 31 de julho de 2002 n. 14, Decreto Legislativo 22/97 - Artigo 27, Lei de 16/06/1998 n. 21.
Valle d'Aosta:
Lei de 30/05/1995 n. 19, Lei de 02/08/1994 n. 39, Lei de 05/09/1991 n. 46.
Veneto:
Circular - Província de Treviso - Sector da Gestão de Terras, Lei Regional n.22 de 26 de Novembro de 2004, Lei de 16 de Agosto de 2002 n. 24 Região de Veneto, Lei de 21/01/2000 n. 3, Lei de 19/08/1996 n. 27, Lei de 23/04/1990 n. 31.


arco. Monica Pezzella



Vídeo: Regulamentação da profissão de catador de resíduos visa ampliar reciclagem em Joinville