Problemas de instalação de toldos em edifícios com uma varanda saliente

Que avalia√ß√Ķes devem ser realizadas e que problemas podem ou devem ser enfrentados ao tentar fixar um toldo solar a uma sacada saliente?

Problemas de instalação de toldos em edifícios com uma varanda saliente

Varanda saliente, propriedade e uso

Sabe-se, para os insiders, mas não apenas, a distinção entre sacudindo o balcão e varanda afundada. Em termos estritamente construtivos, a diferença é colocada a partir da localização definitiva, ou seja, no esquema de regulamentos de construção tipo, que define uma diferença entre uma varanda, cuja definição segue a de uma varanda saliente, e uma loggia (ou loggia), cuja noção coincide com a de uma varanda embutida.

Varanda pendendo em condomínio


Quando podemos falar sobre sacudindo o balc√£o?
√Č tal que artefato de constru√ß√£o que se projeta em rela√ß√£o ao fachada do edif√≠cio e est√° em pelo menos dois lados.
A varanda embutida, no entanto, não sobressai da fachada e caracteriza-se por estar em total continuidade com a laje, distinguindo-se apenas porque existe uma cesura entre os ambientes interno e externo das paredes divisórias.
As qualifica√ß√Ķes do varanda como recesso, como o piso √© considerado co-propriedade entre o propriet√°rio do piso inferior e superior n√£o cria problemas com o engate da cortina: isso pode ser fixado no teto como se voc√™ estivesse anexando um lustre em casa, sem preju√≠zo das quest√Ķes relevantes um decoro edif√≠cio.
Os principais problemas surgem para o acoplamento do toldos para a sacada saliente.
Em termos legais e mais estritamente condominiais, as quest√Ķes cr√≠ticas devem ser identificadas em termos da estrutura de propriedade desse artefato.

Tenda em condomínio


Há anos a jurisprudência afirma que eu varandasnão exercendo uma função de apoio, não devem ser contados entre as partes comuns do edifício, mesmo se estiverem inseridos na fachada, uma vez que fazem parte integrante do apartamento, ao qual acessam (Cassation September 7, 1996, No. 8159; No. 11775).
O revestimento e o... São uma exceção a este princípio elementos decorativos do parapeito ou da parte subjacente da laje, que, se cumprem principalmente a função de tornar o edifício esteticamente agradável, devem ser considerados como propriedade comum dos condomínios (Cassação n. 8159 de 1996, citado anteriormente, Court of Cassation, 28 de novembro de 1992, n. 12792, Cassation 21 de janeiro de 2000 No. 637).

Toldos, decora√ß√£o e poss√≠veis autoriza√ß√Ķes para a instala√ß√£o

Se a varanda saliente, com exceção de quaisquer elementos decorativos incidentes na decoração, é de propriedade do dono da casa que a usa, que quer enganchar a toldosobviamente, não pode fazê-lo sem consentimento. Quanto à pessoa necessária para dar essa permissão, a primeira pessoa que vem à mente é o proprietário da unidade imobiliária que leva à varanda.
Lembre-se: a verdade é que os toldos, entrando em um contexto de fachada (principal, lateral ou secundário é indiferente) não tem que alterar a decoração do edifício, ou seja, piorar (feio para simplificar no máximo) a estética do edifício.
Mas não só: se o sub-piso esteticamente conota o edifício, então o condomínio terá que dizer o seu próprio para concordar com a instalação.
Al√©m da generalidade dos casos, ent√£o, devemos sempre olhar para o conte√ļdo dos regulamentos do condom√≠nio que, especialmente se eles s√£o de natureza contratual, podem conter disposi√ß√Ķes executivas e at√© mesmo autoriza√ß√Ķes para a assembleia de acionistas (o regulamento contratual).

Toldos, licenças do condomínio ou condomínio do andar superior

Na pr√°tica, se Tizio vive sob a unidade imobili√°ria de Caio e quer instalar um tenda, ent√£o deve obter a permiss√£o do √ļltimo, melhor, se por escrito, para evitar problemas no futuro para a hip√≥tese de mudan√ßa de propriedade.
Se o subconcone tem alguns frisos que o tornam considerado condominio ent√£o a prud√™ncia teria obtido o voto de assentimento por cond√≤mini ou pelo menos disposi√ß√Ķes executivas especiais da assembleia para evitar ou pelo menos limitar ao m√≠nimo as possibilidades de lit√≠gio ap√≥s a instala√ß√£o do toldos.

Gancho de barraca em uma varanda de condomínio

Autoriza√ß√Ķes, dizia-se, podem ser expressamente previstas por um regulamento contratual, um regulamento que, se de tal natureza, pode ir t√£o longe a ponto de proibir a instala√ß√£o de tendas, para al√©m das quest√Ķes relativas √† propriedade do poste de amarra√ß√£o ou dos seus elementos decorativos.
Ampliando a vis√£o, deve-se sempre ter em mente que as disposi√ß√Ķes particulares dos instrumentos de planejamento local podem conter prescri√ß√Ķes sobre a forma e a cor do instrumento. toldos, ou impor autoriza√ß√Ķes para a sua instala√ß√£o. Se o edif√≠cio tiver valor art√≠stico e hist√≥rico, a instala√ß√£o poder√° ser proibida ou submetida a um procedimento que envolva a superintend√™ncia competente do patrim√≥nio cultural.

Remoção de toldos presos na sacada, quando deveria ser fornecida?

Em resumo, se alguém contestar a instalação de um tendaQuem o instalou só precisa desmontá-lo se um juiz, ou a autoridade administrativa, nos casos em que isso é possível, o ordena.
Como penalidade n√£o √© necess√°rio entender que voc√™ n√£o deve estacionar em uma proibi√ß√£o, ent√£o se voc√™ tem certeza que voc√™ agiu errado, √© bom tomar precau√ß√Ķes e se comportar de acordo.
Isso significa que se eu instalei um toldo sabendo que eu n√£o poderia faz√™-lo porque eu precisava de uma ou mais autoriza√ß√Ķes, ou talvez eu soubesse depois, por minha ignor√Ęncia culpada, que n√£o pude instalar, ent√£o √© bom que voc√™ remova isso porque √© in√ļtil, certamente mais caro e contra produtivo esperar que √© um juiz para me ordenar essa remo√ß√£o.
V√°rios casos de d√ļvida: se obtiver a autoriza√ß√£o do propriet√°rio do andar superior e o condom√≠nio for contestado em casos normais de sangue, ent√£o ser√° bom avaliar cuidadosamente o que fazer porque, como se sabe, a avalia√ß√£o da altera√ß√£o est√©tica varia caso a caso, devido ao caso espec√≠fico.



Vídeo: Calling All Cars: Opium Den / Gun Drunk / Celestial Journey