Posse de edifícios: regulamentos tributários para fins do IRPEF

As propriedades, ambas usadas como residência principal ou como arrendamento, produzem uma receita significativa para fins do IRPEF. Aqui está um manual de impostos para a posse de imóveis

Posse de edifícios: regulamentos tributários para fins do IRPEF

Posse de edifícios: o rendimento dos edifícios

Todos os bens pertencentes ao contribuinte geralmente geram uma renda que contribui para a formação do total a ser sujeito a imposto de renda e isso deve ser declarado no modelo 730 ou no modelo Unico. Esta renda é dada, dependendo do caso, pela renda cadastral reavaliada ou pelo aluguel.
Vejamos em detalhe o rendimento produzido pela posse do edifício utilizado como residência principal e o alugado.

Regime tributário para compra de imóveis

Propriedades IRPEF

Antes de entrar nos detalhes da disciplina fiscal fornecida ao possuir uma propriedade, vale a pena mencionar brevemente o regime para a compra e venda de uma casa. Ao comprar uma casa, há uma série de impostos a serem pagos.
Em particular, se o vendedor é uma pessoa privada, o venda está sujeito a um imposto de registo de 9% e a impostos hipotecários e cadastrais de 50 euros cada.
Se o vendedor é uma empresaconsoante o caso, a venda pode ser isenta de IVA, com um imposto de registo de 9% e taxas hipotecárias e cadastrais de 50 euros cada, ou sujeitas a IVA, à taxa de 10% ( ou 22% para casas de luxo); Neste caso, os impostos de registo, hipoteca e cadastrais são de 200 euros cada.
Se o comprador tiver os requisitos para aproveitar os benefícios primeira casaos impostos serão mais baixos, isto é, no caso da compra privada, um imposto de registro de 2%, uma hipoteca fixa de 50 euros e um imposto cadastral fixo de 50 euros.
No caso de uma compra de uma empresa, com uma venda sujeita a IVA, aplica-se o IVA de 4%, juntamente com a hipoteca, taxa de registo cadastral e fixa de 200 euros.
As categorias admitidas para facilita√ß√Ķes primeira casa s√£o eles:
‚ÄĘ A / 2 edif√≠cios residenciais
‚ÄĘ Um / 3 alojamento do tipo econ√īmico
‚ÄĘ Um / 4 alojamento do tipo popular
‚ÄĘ Carca√ßa ultra popular A / 5
‚ÄĘ Habita√ß√£o tipo A / 6 rural
- A / 7 casas em casas de campo
‚ÄĘ A / 11 casas e alojamentos t√≠picos dos lugares.
Além disso, a propriedade deve estar localizada no território do Município onde o comprador possui ou estabelece, dentro de 18 meses a partir da compra, seu próprio imóvel. residência e a declaração de querer estabelecer a residência no Município onde o imóvel adquirido está localizado deve ser feita, sob pena de caducidade, pelo comprador na escritura de compra.
Quem compra uma propriedade para ser usada como residência principal e, para isso, contrai uma hipoteca. Dedução IRPEF 19% das despesas de juros, encargos acessórios e taxas de reavaliação pagas à instituição de crédito. A dedução da IRPEF deve ser calculada em um valor máximo anual de 4.000 euros e dividida entre todos os detentores do empréstimo. Para ter direito à dedução, é necessário ser titular da hipoteca e dos proprietários da casa.

Venda de imóveis: ganhos de capital tributáveis

Pode-se derivar da venda da habitação ganho, ou seja, uma diferença positiva entre o recebimento da venda recebida durante o ano e o preço de compra ou construção do imóvel transferido, acrescido dos custos inerentes ao próprio edifício.
Este valor, se deriva de uma venda para a consideração de propriedades compradas ou construídas por não mais de cinco anos, é considerado como uma das rendas pertencentes à categoria de renda diferente e como tal deve ser tributado com as taxas normais de imposto sobre o rendimento.
Em outras palavras, o ganho de capital contribui, juntamente com qualquer outra renda do vendedor, para a determinação de sua renda tributável para os fins imposto de renda.
O ganho de capital não é tributável no caso de:
‚ÄĘ propriedades recebidas por sucess√£o ou usucapi√£o
‚ÄĘ immobiili recebeu em doa√ß√£o, se com refer√™ncia √† pessoa que doou o im√≥vel, cinco anos se passaram desde a compra ou constru√ß√£o do mesmo (neste caso, o custo de compra ou constru√ß√£o √© aquele incorrido pelo doador)
- unidades imobili√°rias urbanas que, durante a maior parte do per√≠odo compreendido entre a compra (ou constru√ß√£o) e a venda, foram utilizadas como a resid√™ncia principal do cedente ou seus familiares, isto √©, o c√īnjuge, parentescos dentro do terceiro grau e similares dentro do segundo.
Para a tributação dessas mais-valias, uma alternativa ao sistema ordinário também é considerada. O vendedor tem o direito de perguntar no momento da cessão, com uma declaração feita ao notário, que um imposto que substitui aquele na renda é aplicado aos ganhos de capital realizados. A taxa de imposto substituta aplicável é de 20%.

Rendimentos de propriedade usados ‚Äč‚Äčcomo resid√™ncia principal

Renda de propriedade

Uma vez em posse da propriedade, isso produz uma renda que deve ser declarada. A partir da casa principal √© necess√°rio especificar que para isso queremos dizer, para o efeito imposto de renda, aquela em que o contribuinte ou seus familiares (c√īnjuge, parentes de terceiro grau e similares dentro do segundo grau) habitualmente residem.
A regra geral é que para as propriedades não renda alugada é igual ao rendimento cadastral, cujo valor deve ser reavaliado em 5%, utilizando assim a fórmula Renda = Rendita x 1,05.
Em relação à renda derivada decasa principal no entanto, deve-se notar que:
‚ÄĘ a UMI substitui a IRPEF e as adendas relativas regionais e municipais devidas com refer√™ncia ao rendimento dos edif√≠cios n√£o alugados (incluindo os concedidos em empr√©stimo gratuito para utiliza√ß√£o gratuita)
- o rendimento da residência principal e seus bens relacionados (não sujeitos a IMU) contribuem para a formação do rendimento total do imposto sobre o rendimento.
Para unidades imobiliárias usadas como casa principalNo entanto, você tem direito a uma dedução da renda total até a quantia da renda cadastral da propriedade e pertences relacionados, em comparação com a parcela de propriedade e o período do ano durante o qual a propriedade (e pertences relacionados) foi usado como residência habitual.
√Č tamb√©m o caso quando a casa √© a resid√™ncia principal apenas da fam√≠lia do contribuinte, que mora l√°. Al√©m disso, a dedu√ß√£o para a casa principal compete por uma √ļnica unidade imobili√°ria, portanto, se o contribuinte tiver duas propriedades, uma usada como resid√™ncia principal e outra usada por um membro da fam√≠lia, a dedu√ß√£o ser√° exclusivamente para a renda da propriedade que o contribuinte usar como a resid√™ncia principal.
Finalmente, a dedu√ß√£o √© tamb√©m devida √† transfer√™ncia da resid√™ncia habitual para admiss√£o permanente em abrigos ou institui√ß√Ķes de sa√ļde, desde que a casa n√£o seja alugada.
Basicamente, a casa principal e os pertences relacionados sujeitos a IMU não têm efeitos diretos sobre o IRPEF, uma vez que sua renda (a renda cadastral) é neutralizada por uma dedução do mesmo valor.

Renda de propriedade alugada

Renda habitacional

Quando o imóvel é arrendado, o arrendador pode optar por não acumular as taxas decorrentes do arrendamento a seus outros rendimentos (sobre os quais o imposto de renda será calculado), optando pelo regime tributário do cupom seco.
Quando falamos de cupom seco, entendemos um regime opcional que consiste no pagamento de um imposto substituto doimposto de renda e adicional (para a parte que deriva do rendimento do edifício).
Dependendo do tipo de contrato, a al√≠quota √© de 21% ou 10% (15% a partir de 2018). Se este esquema for escolhido, o imposto de registro e o imposto de selo, normalmente devido a registros, resolu√ß√Ķes e prorroga√ß√Ķes das loca√ß√Ķes, n√£o ser√£o pagos.
A escolha, no entanto, implica a ren√ļncia do direito de solicitar, para toda a dura√ß√£o da op√ß√£o, a atualiza√ß√£o da renda, mesmo que seja inclu√≠do no contrato, incluindo a mudan√ßa estabelecida pelo Istat do √≠ndice nacional de pre√ßos ao consumidor para as fam√≠lias de trabalhadores e empregados do ano anterior.
Quando não é possível ou não se deseja escolher o regime tributário do cupom seco, o rendimento do edifício alugado consistirá no maior montante entre:
‚ÄĘ o rendimento cadastral reavaliado em 5% (50% do rendimento cadastral reavaliado, para propriedades reconhecidas por interesse hist√≥rico ou art√≠stico)
‚ÄĘ a renda anual, reduzida em percentual igual a 5% (25%, para edif√≠cios localizados na cidade de Veneza central e nas ilhas de Giudecca, Murano e Burano, 35%, se a propriedade for reconhecida como sendo de interesse hist√≥rico ou art√≠stico).
√Č importante sublinhar, por √ļltimo, que, no caso em que a propriedade √© arrendada, na declara√ß√£o de rendimentos deve ser alugar, mesmo que n√£o tenha sido percebido.
Finalmente, aqui est√° a lista de Taxas IRPEF 2015-2016.



Vídeo: