As not√≠cias do Plano da Casa aprovadas pela Regi√£o da Lig√ļria

Aqui est√£o as confirma√ß√Ķes, mudan√ßas e todos os novos recursos planejados e contidos no Plano Inicial 2019 aprovado recentemente pela Regi√£o da Lig√ļria, liderado por Giovanni Toti

As not√≠cias do Plano da Casa aprovadas pela Regi√£o da Lig√ļria

A Regi√£o da Lig√ļria aprova o Plano Inicial de 2016

Al√©m disso, o Regi√£o da Lig√ļria, n√£o sem longas discuss√Ķes, divis√Ķes e a√ß√Ķes ainda em curso por for√ßas pol√≠ticas e associa√ß√Ķes opositoras, aprovou a extens√£o do Plano da Casa para o ano 2016.
Foram necess√°rias duas sess√Ķes no Conselho Regional para chegar √† aprova√ß√£o do Plano de Casa da Lig√ļria para o ano que est√° chegando. Quando ouvimos sobre o Plano da Casa, nos lembramos disso, nos referimos √† extraordin√°ria faculdade de poder expandir ou demolir edif√≠cios para poder reconstru√≠-los, gra√ßas a um b√īnus em cubos.

Casa Plan Liguria 2016


Com o lei regional n. 49 de 3 novembro 2009 Medidas urgentes para a revitaliza√ß√£o das actividades de constru√ß√£o e para o redesenvolvimento do patrim√≥nio de constru√ß√£o urbana (publicado no Boletim Oficial n.¬ļ 19 de 4 de novembro de 2009 e em vigor desde 19 de novembro de 2009), a Regi√£o da Lig√ļria implementou o acordo assinado em 1 de abril de 2009 entre o Estado, Regi√Ķes e Autoridades Locais na Confer√™ncia Unificada para o tomar medidas para o renascimento da economia atrav√©s doatividade de constru√ß√£o (chamado Casa Plan).

Nos artigos de 1 a 8 foi dado um regulamento especial de isen√ß√£o do planejamento urbano municipal, com vig√™ncia original por 24 meses (at√© 19 de novembro de 2011), ampliado v√°rias vezes ao final de cada ano subseq√ľente at√© a presente data.
Aconteceu com o ln n.4 de 1 de mar√ßo de 2011, publicado no Burl n.4 de 2 de mar√ßo de 2011, e novamente com o ln n.33 de 16 de novembro de 2011, Emendas √† lei regional 3 de novembro de 2009, n.49 em vigor desde 17 de novembro de 2011, quando a regi√£o da Liguria confirmou a aplica√ß√£o exclusiva no seu territ√≥rio do regulamento sobre o Plano da Casa j√° previsto para interven√ß√Ķes em edif√≠cios individuais da Lei n.49 / 2009, alterada pela Lei n.4 / 2011.
Nenhuma correção marginal foi feita para a lei regional (Lei Regional n.33 / 2011) e a Lei Regional No. 9 datada de 5 de abril de 2012.

House Plan em Lig√ļria


As altera√ß√Ķes introduzidas previam a possibilidade de realizar opera√ß√Ķes de demoli√ß√£o e reconstru√ß√£o com um aumento volum√©trico atrav√©s da incorpora√ß√£o de v√°rios edif√≠cios existentes pertencentes ao mesmo propriet√°rio e localizados no mesmo lote de propriedades, num √ļnico edif√≠cio cujo volume global, incluindo o aumento, n√£o poderia ser superior aos limites dimensionais estabelecidos no par√°grafo 1 do artigo 6.
Finalmente, com o artigo n. 6 da lei regional n. 40 de 23 de dezembro de 2013 (Provis√Ķes relacionadas com o direito financeiro de 2014) a prorroga√ß√£o at√© 30 de junho de 2015 do prazo para o funcionamento da lei regional n.49 / 2009 e s.m. (o chamado Plano Residencial) que foi estabelecido em 31 de dezembro de 2013 no relacionado artigo 1, par√°grafo 2.
Por conseguinte, foi poss√≠vel apresentar at√© 30 de junho de 2015 DIA levar a cabo as interven√ß√Ķes de alargamento referidas nos artigos 3¬ļ e 4¬ļ, bem como o pedido de permiss√£o para construir para as opera√ß√Ķes de demoli√ß√£o e reconstru√ß√£o referidas nos artigos 6¬ļ ou 7¬ļ da lei regional acima referida.

Liguria Home Plan 2016: confirma√ß√Ķes e not√≠cias

Agora a extens√£o do Plano da Casa da Lig√ļria prev√™ a expans√£o de edif√≠cios at√© um m√°ximo de 200 metros c√ļbicos, enquanto que at√© agora eram 170 metros c√ļbicos, com base nos volumes existentes, n√£o excedendo 1500 metros c√ļbicos. Tamb√©m planejado pr√™mios volum√©tricos contra a adapta√ß√£o de todo o edif√≠cio aos regulamentos anti-s√≠smicos e a obten√ß√£o dos requisitos de desempenho energ√©tico prescritos para os novos edif√≠cios.
O b√īnus de 15 metros c√ļbicos √© fornecido no caso de extens√Ķes com a constru√ß√£o de banheiros para deficientes.

Extens√£o do Plano Casa Liguria


Em vez disso, em caso de demoli√ß√£o e reconstru√ß√£o de edif√≠cios incongruentes, com um volume m√°ximo de 2.500 metros c√ļbicos para uso residencial e 10.000 metros c√ļbicos para uso diferenciado, a porcentagem de aumento de 35% para Munic√≠pios costeiros √© elevado para 40% nos munic√≠pios montanhosos.
O Plano, desta vez, presta especial atenção a redesenvolvimento qualquer áreas de inundação e escorregamentos, bem como para simplificação dos regulamentos e ai revitalização da construção.
Precisamente este ponto tem inflamado alguns pol√≠ticos, preocupados com o massivo overbuilding da Regi√£o que poderia alcan√ß√°-lo, sobretudo em vista dos repetidos epis√≥dios de inunda√ß√Ķes e inunda√ß√Ķes isso devastou √°reas de Liguria somente durante o √ļltimo outono de 2015.
V√°rios pol√≠ticos manifestaram-se contra a aprova√ß√£o do Plano da C√Ęmara, expressando d√ļvidas sobre o plano aprovado pela administra√ß√£o regional.
Em sua opinião, a aplicação do Plano correria o risco de subestimar e não resolver os problemas habitacionais da Região, definidos como de alto risco hidrogeológico.
Al√©m disso, o FAI, Fundo Italiano para o Meio Ambientemanifestaram preocupa√ß√£o com o fato de que o apelo de muitas autoridades e associa√ß√Ķes locais permaneceu in√©dito, demonstrando precisamente a aprova√ß√£o da extens√£o do Plano da C√Ęmara.
A FAI, portanto, confia na interven√ß√£o do Minist√©rio do Patrim√īnio Cultural e Atividades e Turismo que ter√° sessenta dias para avaliar se deve ou n√£o se manifestar contra o Plano de Casa.
Enquanto isso, o presidente da regi√£o de Liguria, Giovanni Toti, definiu o Plano da Casa 2016 bom para a Regi√£o, do ponto de vista econ√īmico e de emprego, um sinal concreto para a eleva√ß√£o do setor da constru√ß√£o, que tamb√©m registra a Liguria um n√ļmero assustador de trabalhadores desempregados.
o Presidente da Comiss√£o do Territ√≥rio e Ambiente, Andrea Costa, ele reiterou que n√£o existe tal coisa risco de cementifica√ß√£opelo contr√°rio, as novas interven√ß√Ķes iriam combater o instabilidade hidrogeol√≥gica, uma praga que preocupou e causou grandes danos nos √ļltimos anos em G√™nova e outras partes da Lig√ļria.
Os Municípios individuais terão 60 dias para decidir como aplicar o Plano Residencial, mesmo excluindo partes de seu território de competência.
Para o edif√≠cios rurais com destino n√£o residencial e com volume n√£o superior a 200 metros c√ļbicos, ser√° permitida a altera√ß√£o do uso pretendido para se tornar moradia, desde que n√£o sejam demolidas.
Em qualquer caso, as interven√ß√Ķes permitidas pelo Plano da Casa, em derroga√ß√£o dos planos urbanos municipais, devem obedecer ao Plano Regional de Paisagem, Planos da Bacia, nos Planos dos Parques, as restri√ß√Ķes de prote√ß√£o ambiental e paisag√≠stica e os documentos de planejamento regional sobre com√©rcio.

Notícias do House Plan Liguria 2016


L 'aumento volumétrico adição de um edifício, igual a 5%, já previsto se, ao mesmo tempo, a restauração das terras agrícolas for permitida, desde que a terra esteja no mesmo Município do edifício.
Além disso, o Plano da Casa pode ser aplicado apenas uma vez para cada edifício individual, mesmo para edifícios tolerados e, portanto, regulares.
A novidade reside, finalmente, no fato de que o Plano Liguria deste ano se torna permanente e não tem mais uma data de expiração que exija sua expiração de uma extensão, seguida em todos esses anos.
Em suma, portanto, o Plano Casa Liguria 2016 inclui incentivos para:
‚ÄĘ o redesenvolvimento de √°reas de inunda√ß√£o ou √°reas sujeitas a deslizamentos (b√īnus volum√©trico variando de 35% a 50% do volume geom√©trico existente nos munic√≠pios costeiros e 60% nos munic√≠pios montanhosos);
‚ÄĘ a extens√£o da aplica√ß√£o do plano a todo o territ√≥rio da Lig√ļria sob a supervis√£o e controle do'Autoridade do parque incluindo os edif√≠cios existentes nos parques da Lig√ļria (tamb√©m no Parque Cinque Terre).
O novo Plano simplifica ainda mais algumas normas t√©cnicas limitativas para a implementa√ß√£o de interven√ß√Ķes, e a extens√£o ou mudan√ßa de uso pretendido tamb√©m se estende a edif√≠cios existentes que n√£o excedam 200 metros c√ļbicos.
Os munic√≠pios devem incluir em seus planos de planejamento urbano a reconstru√ß√£o do patrim√īnio edificado de acordo com os princ√≠pios e medidas de recompensa previstos pela atual lei regional: at√© a transposi√ß√£o ou em caso de regras menos favor√°veis ‚Äč‚Äčna PUC comparadas √†s premia√ß√Ķes, os cidad√£os poder√£o use as regras contidas no plano de casa.
O Plano da Casa tamb√©m ser√° aplicado aos edif√≠cios tolerados e a expans√£o dos edif√≠cios aumenta de 170 metros c√ļbicos para 200 metros c√ļbicos.
O Plano Liguria Home 2016, sem validade, torna-se assim permanente.



Vídeo: L'AD di Fincantieri scherza su Berlusconi e Salvini: "Al Milan ci sarà ora e ci sarà sempre"