Atividades ruidosas e penalidades criminais

O ru√≠do que perturba as atividades das pessoas, seu descanso e, mais genericamente, a paz p√ļblica √© um assunto que muitas vezes gera disputas e disputas, mesmo no n√≠vel criminal.

Atividades ruidosas e penalidades criminais

entradas

Uma frase do Tribunal Penal, o n. 24503 de 9 de junho de 2010nos oferece a possibilidade de aprofundar a quest√£o sobre as san√ß√Ķes para o ru√≠dos que causam perturba√ß√£o para as atividades das pessoas ou descansar.
Não é incomum que os habitantes de uma determinada rua ou, mais especificamente, de um determinado edifício, queixem-se da presença de ruídos intoleráveis.
O barulho das atividades vem sancionado em diferentes níveis.
Primeiro, há o proteção civil.

L 'art. 844 c.c. permite obter o inibidor do entradas intoler√°veis (entre eles os barulhentos).
Em segundo lugar, existe a possibilidade de obter oaplica√ß√£o de san√ß√Ķes administrativas.
Considere, por exemplo, o vizinho que faz reformas sem cumprir as horas de trabalho previstas pelo regulamentos da polícia urbana.
Nesse caso, qualquer um poderia denunciar o fato à polícia local por obter conformidade com os regulamentos e, consequentemente, pela imposição das penalidades nele previstas.
Depois, há também o nível de proteção criminal.
√Č um rela√ß√£o extrema, porque as normas penais, por defini√ß√£o, s√≥ interv√™m para sancionar esses comportamentos particularmente repreens√≠vel.

A regra a se referir é Artigo. 659 do Código Penal em mente de que:

entradas

Qualquer pessoa, atrav√©s de gritos ou ru√≠dos, ou abusando de instrumentos de som ou sinais ac√ļsticos, ou causando ou n√£o o ru√≠do animal, perturba as ocupa√ß√Ķes ou o resto das pessoas, ou os shows, as reuni√Ķes ou deten√ß√£o p√ļblica, √© punida com o pris√£o de at√© tr√™s meses ou multa de at√© 309 euros.
A multa de ‚ā¨ 103 a ‚ā¨ 516 aplica-se √†queles que exercem uma profiss√£o ou profiss√£o ruidosa contra as disposi√ß√Ķes da lei ou os requisitos da autoridade.
.
√Č um Ofensa contr√°ria.
Isso significa que, embora menos grave do que os chamados crimes, é sempre punível (ou seja, não é necessário reclamar para obter a ativação de uma investigação).
O comportamento ilícito pode ser sancionado como um fraude (mais simplesmente disse ter feito barulho voluntariamente) tanto por meio de culpa (por não ter voluntariamente, mas descuidadamente, determinado certos comportamentos).
O interesse protegido √© ordem p√ļblica isto √©, paz p√ļblica e privada.
A norma, em uma inspeção mais próxima, fornece dois tipos distintos de crime:
a) que sancionado pelo primeiro par√°grafo, que pune qualquer tipo de ru√≠do que perturbe as ocupa√ß√Ķes das pessoas ou repouse;
b) o segundo, punido por√ļltimo par√°grafo, relativo ao exerc√≠cio de negocia√ß√Ķes ruidosas contra as disposi√ß√Ķes da lei e das autoridades.
A recente sentença do Tribunal de Cassação, citado no começo, especifica essa diferença de maneira clara e precisa.

Em particular, ser penalizado, de acordo com o primeiro par√°grafo do art. 659 c.ptinha sido o dono de um bar de m√ļsica alta e o clamor at√© tarde da noite.
o acusado ele apelou para o Supremo Tribunal contra essa condenação por obter a absolvição ou pelo menos a menor sanção prevista no segundo parágrafo, porque, segundo ele, a atividade realizada estava entre aqueles barulhentos.

entradas

o Tribunal de Cassação, confirmando sua orientação sobre o assunto, rejeitou o recurso afirmando que o caso a que se refere o art. 659 do Código Civil italiano, o parágrafo 2 (que se refere a comércios naturalmente barulhentos) não é aplicável a um bar-clube local que não seja em si mesmo barulhento, onde gerido com o devido respeito.
A jurisprud√™ncia deste Tribunal tem afirmado repetidamente que o ru√≠do que excede a toler√Ęncia normal vinda de tal lugar (para m√ļsica alta ou para os gritos dos fregueses, especialmente √† noite) integra a viola√ß√£o referida no art. 659 do C√≥digo Civil italiano, par√°grafo 1, e n√£o o referido no par√°grafo 2 (vide Cassation Pen No. 1466 de 06.11.2007, Rv.)
(Bem Cass. 9 de junho de 2010 n. 24503).



V√≠deo: SOM ALTO POLICIA MILITAR √Č CHAMADA E COIBE A PERTURBA√á√ÉO DE SOSSEGO