Novas regras e certificação para janelas e portas

A norma UNI EN 14351-1 foi recentemente publicada no Jornal Oficial da União Europeia, que determina os requisitos que devem ter janelas e acessórios.

Novas regras e certificação para janelas e portas

A norma UNI EN 14351-1 foi publicada recentemente no Jornal Oficial da Uni√£o Europeia, que determina os requisitos que devem ser cumpridos. janelas e portas pedonais externas cumprir as disposi√ß√Ķes da Directiva 89/106 / CEE e poder receber, por conseguinte, o Marca√ß√£o CE.

Instituto Giordano


A marcação CE entrou em vigor a partir de 1 de fevereiro de 2007, com um período transitório de dois anos, após o qual se tornará obrigatória.
Isso significa que o 1 de fevereiro de 2009 as empresas devem estar prontas para apresentar um produto que esteja em conformidade com a lei.
Na Itália, os produtores de janelas e portas são aprox. 30.000, na maior parte pequenas empresas, que até agora não foram comparados com concorrentes europeus, mas operaram apenas em um mercado nacional fragmentado e, portanto, correm o risco de estarem despreparados para novos prazos.

√Č por isso que oInstituto Giordano ele organizou o euII Conven√ß√£o Nacional "Diretiva de Produtos de Constru√ß√£o - Marca√ß√£o CE de Janelas e Portas", que ser√° realizada em 27 de setembro em Rimini.
O Istituto Giordano é uma instituição que atua desde 1959 no campo da certificação e teste de produtos, além de design e treinamento.
Faz parte do grupo de organiza√ß√Ķes reconhecidas pela CEE e autorizadas a emitir certificados e certifica√ß√Ķes tanto no setor mandat√°rio, que responde, portanto, √†s legisla√ß√Ķes nacionais e da UE espec√≠ficas, quanto ao setor volunt√°rio para o reconhecimento da qualidade.
Por isso, o Instituto pretende fornecer uma resposta exaustiva √†s d√ļvidas dos produtores, gra√ßas √† interven√ß√£o do principais especialistas do setor, incluindo membros da Comiss√£o Europeia e do Minist√©rio do Desenvolvimento Econ√≥mico, UNI, CNA e Confartigianato Imprese, bem como os pr√≥prios organizadores.
As interven√ß√Ķes incidir√£o sobre t√≥picos que permitir√£o aprofundar a quadro regulamentar em todos os seus aspectos, desde os elementos b√°sicos da directiva da CEE, at√© √† interpreta√ß√£o das regras.
Nós também vamos prestar atenção ao mercado e para o aspectos técnicos, explicando como as regras devem permitir uma qualificação que também seja adequada para pequenos produtores.
Finalmente, vamos fazer um balanço do qualificação energética e sobre o papel desempenhado pelas portas e janelas dentro do envelope do edifício.



Vídeo: trincas em janelas, qual o motivo?