Contas de luz máxima: prescrição de dois anos

Pare no maxibollette leve; a partir de 1 de março, o requisito de proteção do consumidor de curto prazo de 2 anos é reconhecido. Arara diz isso com uma resolução recente.

Contas de luz máxima: prescrição de dois anos

Adeus às contas de eletricidade maxi

de 1 de março a receita para pagamentos por maxi-bills de luz durará de 5 a 2 anos.
Aqui está uma boa notícia para todos os consumidores de eletricidade. o Arara, a Autoridade Reguladora das Redes de Energia e Meio Ambiente, resolveu em 23 de fevereiro do ano passado, implementando as disposições contidas no lei de Orçamento de 2018.
Vamos ver quais são as últimas notícias sobre o assunto. O que mudará para os cidadãos no caso de faturamento atrasado?

Contas de eletricidade Maxi


Os gerentes de energia elétrica não poderão mais enviar para os usuários contas de equalização com somas exorbitantes, relativas a períodos de tempo superiores a dois anos. Explique à Arara que em caso de atrasos no faturamento ou maxi-ajustes devido à falta de disponibilidade dos dados reais, o cliente, no caso de ter decorrido um período significativo de tempo, pode se opor à prescrição curta e terá direito a curar apenas os últimos dois anos.
Basicamente, depois de dois anos, os pagamentos não serão mais devidos. Por favor, note que o novo sistema inclui todas as contas que expiram após 1 de março.
Então, queremos pôr fim a uma prática, a das grandes contas de luz, que pesa sobre as famílias sem que elas tenham culpa.
O usuário não precisará mais pagar pelo desserviço de um fornecedor. Há mais: a partir de 1 de março, o fornecedor de energia que emite a fatura é obrigado a informar o consumidor sobre seus direitos, pelo menos 10 dias antes do vencimento do prazo de pagamento.
Por último, deve recordar-se que, com base nas disposições da última Lei do Orçamento, também pode dizer adeus aos maxi-bills de água e gás, como o direito de cobrar esses pagamentos será prescrito em dois anos. As novas medidas serão implementadas, no que diz respeito ao setor do gás, com referência às faturas com vencimento a partir de 1 de janeiro de 2019. Quanto ao setor da água, terá de aguardar até 1 de janeiro de 2020.



Vídeo: Quanto tempo dura uma dívida? Prazo prescricional