Sistemas de Materiais Fumari

A disseminação de caldeiras de combustível gasoso e tecnologias para reduzir os custos de energia dos edifícios também influenciaram os sistemas de fumaça.

Sistemas de Materiais Fumari

lareira

A disseminação de caldeiras a combustível gasoso, em particular o gás metano e a disseminação de tecnologias destinadas a reduzir o consumo de energia e os custos dos edifícios, como os das caldeiras de condensação, também levaram à disseminação de materiais como aço inoxidável e o plástico para a construção dos fumos;
esses materiais rapidamente substituíram a realização do sistemas de fumaça de alvenaria.
Independentemente dos di√Ęmetros que t√™m um intervalo vari√°vel, atrav√©s dos passos padr√£o, de 130mm a mais de 800mm, os melhores sistemas de fumo s√£o geralmente constitu√≠dos por um estrutura sanduichede sec√ß√£o cil√≠ndrica, caracterizada no interior, entre os dois cilindros, por uma espessura de material isolante;
espessura dependendo das condi√ß√Ķes de refer√™ncia, tais como a localiza√ß√£o geogr√°fica e as temperaturas m√°ximas relativas, o tipo de gerador, o tipo de combust√≠vel, a temperatura dos fumos, etc.
A condição de rascunho máximo para o sistema de fumaça, é preciso primeiro chegar ao estado do regime, isto é, inicialmente à ativação do gerador;
nesta condição, de fato, a diferença entre a temperatura dos fumos e, portanto, a temperatura da parte interna do sistema de fumaça é maior, com relação à temperatura do ar externo quase igual à temperatura da superfície externa do sistema de fumaça.
O isolamento é geralmente feito de lã de rocha
a fim de manter a estrutura interna do sistema de fumaça a uma temperatura uniforme.

drenos de aço

O aço usado para os dutos de fumaça tem um espessura de 0,4 mm enquanto o isolamento tem uma espessura que pode variar de 2,5 cm a 5 cm, os aços são classificados de acordo com referências internacionais, geralmente os adotados para os fumos são AISI 304 ou AISI 316.
A obtenção da condição do sistema para o sistema de fumaça, proporciona um gradiente de temperatura de cerca de zero, entre a superfície interna da fumaça e o sistema externo, condição que no caso das chaminés de alvenaria pode ser alcançada mesmo após algumas horas.
A constru√ß√£o dos sistemas de fuma√ßa para caldeiras de condensa√ß√£o tamb√©m pode ocorrer com pl√°stico ou a√ßogeralmente, no caso da exist√™ncia de vapores de alvenaria antigos, estes √ļltimos podem atuar como cavidades dentro das quais os novos sistemas de exaust√£o de fumos de a√ßo ou pl√°stico s√£o entubados;
o sistema antigo atuar√° como suporte, conten√ß√£o e prote√ß√£o do novo sistema de fuma√ßa, este √ļltimo, se feito de a√ßo inoxid√°vel, pode estar sujeito a expans√£o t√©rmica significativa, dependendo da temperatura dos fumos, que deve ser levada em conta durante desenho e avalia√ß√£o dell'intubamento.
o

afastamento do telhado

modernos sistemas de fuma√ßa de a√ßo inoxid√°vel, consistem em elementos pr√©-fabricados que deve ser instalado intertravamento e por juntas de expans√£o oportuna para conter as varia√ß√Ķes da estrutura interna em a√ßo em rela√ß√£o ao externo.
A presen√ßa de condensado, devido ao vapor de √°gua presente nos gases de escape das caldeiras de g√°s metano, que come√ßa a aparecer a cerca de 50¬į C, no caso de sistemas de fumiga√ß√£o de alvenaria pode causar s√©rios danos aos mesmos sistemas de alvenaria atrav√©s de infiltra√ß√Ķes.



Vídeo: