Caldeira e Gerente de Bomba de Calor

Um gerente de f√°brica eletr√īnica permite escolher o gerador mais vanatinoso em sistemas integrados de ar condicionado, com bombas de calor e caldeiras.

Caldeira e Gerente de Bomba de Calor

Ar condicionado com caldeira e bomba de calor

As bombas de calor, que s√£o algumas das solu√ß√Ķes mais eficientes para o ar condicionado dos quartos e para a produ√ß√£o de √°gua quente sanit√°ria gra√ßas √† possibilidade de recuperar energia do ar exterior para os edif√≠cios, tanto no ver√£o como no inverno, s√£o m√°quinas consideradas como sistemas parcialmente na fonte renov√°vel energia, ao contr√°rio, por exemplo, de pain√©is solares t√©rmicos e fotovoltaicos que s√£o sistemas que operam completamente a partir de fontes de energia renov√°veis.

caldeira e painel

A possibilidade de. √Č conhecida h√° v√°rios anos integra√ß√£o bombas de calor com outros sistemas, tais como caldeiras, pain√©is solares, etc.
Estas integra√ß√Ķes d√£o forma a sistemas capazes de maximizar a energia renov√°vel, dispon√≠vel em diferentes per√≠odos do ano ou durante o mesmo dia, incluindo principalmente a luz e o calor da radia√ß√£o solar e o calor recuper√°vel do ar, mesmo quando esta tem uma temperatura de alguns graus Celsius acima do zero.
Considerando, por exemplo, o caso de um sistema hidr√īnico, que tem a √°gua como fluido de transfer√™ncia de calor e como terminais das bobinas de ventilador ou das superf√≠cies de irradia√ß√£o, o gerador poderia ser tanto caldeira como uma bomba de calor ou ambos, juntamente com a integra√ß√£o de um ou mais pain√©is t√©rmicos solares.
Neste caso, a escolha da ativa√ß√£o de um gerador ou de outro, √© algo que poderia ser feito manualmente, mas exigiria dos interessados ‚Äč‚Äčum monitoramento e uma avalia√ß√£o dos rendimentos das m√°quinas, mais ou menos cont√≠nuas, em fun√ß√£o qualquer condi√ß√Ķes clim√°ticas contingentes.
A solu√ß√£o mais natural e, nos √ļltimos anos, ainda mais economicamente acess√≠vel, √© confiar o sistema integrado a um gerente eletr√īnico sistema que gra√ßas a um conjunto de sensores pode fazer a escolha, economicamente mais vantajoso levando em conta as condi√ß√Ķes clim√°ticas externas ao pr√©dio atendido e o microclim√°tico desejado, obtendo assim o m√°ximo benef√≠cio poss√≠vel, reduzindo gastos e limitando as emiss√Ķes de poluentes no meio ambiente.
o par√Ęmetros avalia√ß√£o de um gestor eletr√īnico de um sistema integrado, para a escolha do sistema, a ser ativado como um gerador t√©rmico, s√£o tanto t√©cnicas quanto econ√īmicas, t√©cnicas s√£o adquiridas atrav√©s de sensores, enquanto as econ√īmicas s√£o definidas pelo usu√°rio.
Entre estes √ļltimos est√£o, por exemplo, os custos de combust√≠vel (metano ou GLP) para a caldeira e o custo da eletricidade para a opera√ß√£o da bomba de calor. As avalia√ß√Ķes s√£o feitas, √© claro, tamb√©m levando em considera√ß√£o retornos dos v√°rios sistemas.
Normalmente, graças a um sensor de temperatura, como a sonda externa da caldeira ou da bomba de calor, o sistema adquire a temperatura ambiente externa e identifica a temperatura da água de abastecimento do sistema, encaminha, identifica o estado em que deve encontrar a planta dada a temperatura interno definido pelo usuário.

Par√Ęmetros t√©cnicos e econ√īmicos do gerente

Para avalia√ß√Ķes econ√īmicas, os dados fundamentais para as avalia√ß√Ķes s√£o os COP (Coeficiente de Desempenho), agora substitu√≠do pelo mais preciso SCOP (Coeficiente sazonal de desempenho), que descreve o desempenho de aquecimento de uma bomba de calor. O par√Ęmetro dual √© oEER (√ćndice de Efici√™ncia Energ√©tica) substitu√≠do por SEER que n√£o consideramos na avalia√ß√£o estar relacionado com o condicionamento de ver√£o.
SCOOP e SEER s√£o descritos para todas as m√°quinas e condicionadores de ar do inversor.
Como uma primeira aproxima√ß√£o, o equil√≠brio econ√īmico, isto √©, a equival√™ncia entre o consumo econ√īmico de uma caldeira de condensa√ß√£o, com metano, e uma bomba de calor ocorre para um COP de cerca de 2,5.

bomba de calor

Referimo-nos a uma situa√ß√£o de inverno, com uma temperatura externa acima de 0¬į C, que constitui um limite operacional para uma bomba de calor.
Neste caso, se a demanda de energia térmica em casa é tal que o COP fica abaixo do valor de equilíbrio descrito acima, significa que os rendimentos da bomba estão caindo porque o consumo de eletricidade está crescendo.
O gestor do sistema desliga a bomba de calor e liga simultaneamente a caldeira, com o consequente benefício do consumo de metano em relação à eletricidade.
Geralmente, o gerenciador eletr√īnico √© programado para um limite de tempo m√°ximo dentro do qual operar a bomba de calor antes de passar a usar a caldeira. integrar o funcionamento da bomba de calor com uma resist√™ncia el√©trica.

Observamos, concluindo, que o mesmo mecanismo, em primeira aproximação, também se aplica à produção de água quente.



Vídeo: Solar Power Plant - Usina na Califórnia produz eletricidade com a energia do sol