Regulamento sobre a eco-sustentabilidade dos edifícios

Ser capaz de ter edif√≠cios e ambientes saud√°veis ‚Äč‚Äčque respeitem os recursos energ√©ticos deve se tornar um motivador geral de todos os projetistas.

Regulamento sobre a eco-sustentabilidade dos edifícios

N√≥s falamos muito sobre ecosostenibilt? edif√≠cio, dos regulamentos a serem implementados e das constru√ß√Ķes que eles devem

Projeto Ecossustent√°vel

respeitar o meio ambiente.
Infelizmente o baixa eficiência energética, do estoque imobiliário imobiliário na Itália, é um problema que está avançando mais e mais.
A técnica e a tecnologia avançam, mas muitos edifícios ainda permanecem em estado de hospitalização e estagnação.
projeto
e adaptar edif√≠cios existentesde acordo com os padr√Ķes ambientais, permitiria uma melhoria significativa no desempenho e nas condi√ß√Ķes humanas.
Com o Protocolo de Kyototratado internacional sobre o aquecimento global eo meio ambiente, previu que entre 2008 e o 2012 os Estados-Membros da UE deveriam ter reduzido colectivamente as suas emiss√Ķes de gases com efeito de estufa em 8%.
As interven√ß√Ķes para tornar os edif√≠cios existentes mais sustent√°veis ‚Äč‚Äčreduziriam significativamente Emiss√Ķes de CO2 edif√≠cios e custos de energia relacionados.
As disposi√ß√Ķes legislativas italianas sobre o assunto s√£o:

Projeto Ecossustent√°vel

Lei n. 10 de 9 de janeiro de 1991
(Regras para a implementa√ß√£o do novo Plano Nacional de Energia: aspectos institucionais, usinas hidrel√©tricas e linhas de energia, hidrocarbonetos e geotermia, autoprodu√ß√£o e disposi√ß√Ķes fiscais);

Decreto presidencial n. 412, de 26 de Agosto de 1993 (
regulamento que estabelece regras para a concepção, instalação, operação e manutenção de sistemas de aquecimento de edifícios com o propósito de limitar o consumo de energia em conformidade com o artigo 4, parágrafo 4, da Lei 9 de janeiro de 1991, n. ) em favor do uso racional de energia e fontes renováveis;
D. Lgs N. 192 de 19 de agosto de 2005 (Implementação da Directiva 2002/91 / CE, relativa ao desempenho energético dos edifícios), sobre o desempenho energético dos edifícios modificado pelo Decreto Legislativo n. 311 de 29 de dezembro de 2006.
Somam-se a estas leis regionais e incentivos propostos para a construção sustentável.
Ser capaz de ter edif√≠cios e ambientes saud√°veis ‚Äč‚Äčque respeitem os recursos energ√©ticos deve, portanto, tornar-se motiv leit geral de cada designer na elabora√ß√£o t√©cnica de um projeto na escolha de plantas e materiais que sigam a trilha da compatibilidade ecol√≥gica.


Regulamento sobre a eco-sustentabilidade dos edifícios: edifícios



Vídeo: XIV Forum Ambiental Alta Paulista - Políticas Tributárias Incentivo à preservação do Meio Ambiente