Protocolo ITACA

O protocolo do ITACA é um sistema para avaliar a sustentabilidade ambiental de edifícios de vários destinos, incluindo o residencial, desde a fase de projeto.

Protocolo ITACA

O que é o Protocolo ITACA?

o Protocolo ITACA √© um sistema para avaliar a sustentabilidade ambiental de edif√≠cios de v√°rios destinos, incluindo o residencial, desenvolvido pela Confedera√ß√£o das Regi√Ķes da It√°lia, de acordo com oAssocia√ß√£o ITACA (Instituto de Transpar√™ncia em Inova√ß√£o e Aquisi√ß√Ķes e Compatibilidade Ambiental) em 2004 e depois atualizado ao longo dos anos.
Este √© um projeto em conson√Ęncia com as diretivas da Uni√£o Europeia, que visa garantir que a sustentabilidade de um edif√≠cio pode ser certificada a partir de sua concep√ß√£o.

protocollo ITACA

As regi√Ķes italianas escolheram como sistema de certifica√ß√£o aquele definido pelo Desafio do edif√≠cio verde.
O principal referente na Itália para este protocolo é oiiSBE, uma associação sem fins lucrativos que cuida de incentivar e disseminar políticas de sustentabilidade ambiental.
At√© √† data, este protocolo foi adotado por numerosas regi√Ķes para a certifica√ß√£o da qualidade ambiental dos edif√≠cios. Por exemplo, a regi√£o de Marche adotou para a certifica√ß√£o ambiental de edif√≠cios, no Piemonte √© usado como um crit√©rio de avalia√ß√£o no contexto de Planta da Casa, na Toscana, Friuli Venezia Giulia e Basilicata para avaliar a sustentabilidade ambiental, na Lombardia √© usado para avaliar as caracter√≠sticas dos edif√≠cios bioclim√°ticos sujeitos a incentivos.
O protocolo tamb√©m √© usado por v√°rias administra√ß√Ķes p√ļblicas para avaliar a sustentabilidade dos edif√≠cios p√ļblicos no projeto.
Tamb√©m diferentes formas de financiamento e facilita√ß√£o Para aqueles que constroem respeitando os crit√©rios de sustentabilidade prescritos pelo protocolo, pode ser √ļtil consultar o seu t√©cnico ou autoridades locais se eles existem em sua √°rea, quando voc√™ pretende construir ou renovar com crit√©rios espec√≠ficos de constru√ß√£o sustent√°vel.

Como funciona o protocolo ITACA?

O processo de certificação do protocolo ITACA começa com uma fase de auto-avaliação por parte do designer ou do grupo de design, com base em critérios específicos. Subsequentemente, esta autoavaliação é submetida a análise e validação de organismos de certificação como IMQ, para ser certificado como protocolo ITACA.

progettare con protocollo ITACA

Os designers t√™m √† sua disposi√ß√£o uma s√©rie de cart√Ķes monotem√°ticos dividido em v√°rias √°reas e categorias.
Estes cart√Ķes diferem de acordo com o uso pretendido do edif√≠cio, em particular, existem 4 categorias diferentes: residenciais, escrit√≥rios, edif√≠cios industriais e edif√≠cios comerciais.
Os cart√Ķes tamb√©m diferem dependendo se √© uma interven√ß√£o de constru√ß√£o nova ou de renova√ß√£o.
A abordagem protocolar visa medir a sustentabilidade do edif√≠cio a 360 graus, avaliando assim todas as implica√ß√Ķes do ponto de vista ambiental, econ√īmico e social, considerando os ciclos de vida de materiais e obras e suas poss√≠veis intera√ß√Ķes com o territ√≥rio..
A primeira área temática avalia o Qualidade do siteanalisa as características do ambiente em que o edifício será inserido, considerando também o impacto das infraestruturas existentes, que podem beneficiá-lo ou penalizá-lo.
A segunda área analisa o Consumo de recursos, portanto, leva em conta tanto o consumo que o edifício terá ao longo de sua vida, quanto a sua eficiência energética.
A terceira área examina Cargas ambientais do edifícioe, portanto, mede resíduos, resíduos, uso de água e interação com o solo.
As duas √ļltimas √°reas tem√°ticas s√£o Qualidade do ambiente interno e Qualidade de servi√ßo e levar em considera√ß√£o o conforto vivo das resid√™ncias e a qualidade de suas instala√ß√Ķes e instala√ß√Ķes.
Cada uma dessas áreas então apresenta deuses sub-critérios:
‚ÄĘ Qualidade do site: sele√ß√£o do site; Projeto de √°rea.
- Consumo de recursos: energia primária não renovável necessária durante o ciclo de vida; Energia de fontes renováveis; Materiais ecológicos; Beber água; Desempenho do envelope.
- Cargas ambientais: equivalente de emiss√Ķes de CO2; Res√≠duos s√≥lidos; √Āguas residuais; Impacto no meio ambiente.
- Qualidade do ambiente interno: Ventila√ß√£o; Bem-estar termo-higrom√©trico; Bem-estar visual; Bem-estar ac√ļstico; Polui√ß√£o eletromagn√©tica.
- Qualidade de servi√ßo: Ventila√ß√£o; Bem-estar termo-higrom√©trico; Bem-estar visual; Bem-estar ac√ļstico; Polui√ß√£o eletromagn√©tica.
Para cada crit√©rio ou subcrit√©rio, de acordo com as caracter√≠sticas, s√£o atribu√≠dos pontos que variam de -1 a 5. O escore 0 √© considerado o desempenho m√≠nimo aceit√°vel, de acordo com os padr√Ķes t√©cnicos italianos, com a legisla√ß√£o vigente e com os padr√Ķes de constru√ß√£o mais difundidos.
Para promover o trabalho dos designers, um software dispon√≠vel gratuitamente no site do ITACA, gra√ßas ao qual voc√™ pode avaliar automaticamente a qualidade da sustentabilidade ambiental do edif√≠cio projetado, atrav√©s de um sistema de pontua√ß√Ķes ponderadas.
Al√©m dos protocolos nacionais, protocolos espec√≠ficos tamb√©m foram desenvolvidos para v√°rias regi√Ķes, que levam em conta as peculiaridades de cada um.
Na verdade, o território italiano é um pouco fragmentado do ponto de vista climático e também apresenta diferenças do ponto de vista das técnicas de construção mais difundidas, por isso é certo ter em conta pesos diferente na fase de cálculo.



V√≠deo: √ćtaca, Kavafis