IMU e TASI: sem desmantelamento!

Nenhuma anistia ser√° feita por falta de pagamento de impostos sobre a casa, IMU e TASI; estas s√£o as √ļltimas not√≠cias. Munic√≠pios s√£o exclu√≠dos da paz fiscal

IMU e TASI: sem desmantelamento!

Impostos sobre a casa excluídos do desmantelamento

o anistia para impostos locais IMU e TASI, que até poucos dias atrás parecia quase certo, não será mais feito.
O desaparecimento do desmantelamento de impostos sobre a casa foi anunciado pelo subsecret√°rio da economia, Massimo Bitonci.
A razão para a exclusão da paz fiscal para a IMU e a TASI seria a falta de parecer favorável do Escritório de Contabilidade.
Em suma, as contas não retornam e a medida fiscal, portanto, não passou no escrutínio do Senado.
Isso p√Ķe fim √† iniciativa do governo de incluir no decreto fiscal a extens√£o aos Munic√≠pios da possibilidade de participar da anistia. A disposi√ß√£o desejada teria dado aos √≥rg√£os municipais o poder de decidir se devolveriam a IMU e a TASI √† chamada demoli√ß√£o b.
O decreto tributário que foi aprovado pela Comissão de Impostos já não contém anistia para os impostos relacionados com a casa que permanecem fora do paz fiscal.

Impostos para casa: IMU e TASI sem demolição


Vamos dar um passo atrás. A proposta foi apresentada pela Liga com uma emenda ao Decreto Fiscal (DL 119/2018), a fim de prorrogar a anistia fiscal junto à Receita Federal também aos impostos locais sobre habitação, Imu e Tasi, a fim de facilitar os contribuintes em dificuldade.
O procedimento terminou com uma nulidade e nenhuma medida ser√° tomada em favor dos cidad√£os inadimplentes que n√£o pagaram os impostos sobre a casa na forma devida.
Lembre-se de que, em qualquer caso, as notícias relativas aos impostos sobre a casa não estão terminadas.
Foram apresentadas duas altera√ß√Ķes √† Lei Or√ßamental para estabelecer ummposta unicamente (Unified IMU) que absorve IMU e TASI.
A enésima revisão sobre a tributação da casa foi iniciada, com o objetivo de simplificar e facilitar o pagamento dos contribuintes sem pesar mais em seus bolsos.



Vídeo: The Big Short