O regulamento de implementação do empréstimo de hipoteca de vida

A partir de março de 2019, você pode solicitar um empréstimo hipotecário para proprietários de propriedades com mais de 60 anos de idade. Aqui está o que o regulamento fornece

O regulamento de implementação do empréstimo de hipoteca de vida

Empréstimo de anuidade de hipoteca em vigor desde 2 de março de 2016

Empréstimo com mais de 60 anos

Foi publicado no Di√°rio Oficial n. 38 de 1 de fevereiro de 2016, o regulamento de execu√ß√£o do Lei 2 de abril de 2015, n¬ļ 44 intitulado Altera√ß√£o ao artigo 11-quaterdecies do Decreto-Lei de 30 de Setembro de 2005, n. 203, convertido, com modifica√ß√Ķes, da lei 2 de dezembro de 2005, n. 248, sobre a disciplina do empr√©stimo hipotec√°rio vida anuidade.
De acordo com este regulamento, o empr√©stimo hipotec√°rio entra em vigor a partir de 2 de mar√ßo de 2016. O texto do regulamento integra as observa√ß√Ķes formuladas a este respeito pelo Conselho de Estado, que emitiu um parecer favor√°vel ao projeto de decreto de execu√ß√£o transmitido pelo Minist√©rio do Desenvolvimento Econ√≥mico em 23 de setembro de 2015.
Desde a possibilidade de empr√©stimo conjunto aos c√īnjuges ou coabitantes √†s regras para bancos que oferecem empr√©stimos at√© os casos em que se pode solicitar o reembolso integral em uma √ļnica solu√ß√£o, vamos dar uma olhada mais de perto no regulamento de implementa√ß√£o do empr√©stimo hipotec√°rio por mais de 60 anos.

Montante do empréstimo com base na idade do requerente

Em primeiro lugar, uma diferenciação do montante que pode ser financiado com o empréstimo é estabelecida com base na idade do requerente. Então, para aqueles que têm 60 anos, o montante do empréstimo hipotecário que você pode pedir ao banco não pode exceder 15-20% do valor da propriedade.
Por outro lado, para aqueles com mais de 60 anos, o montante do empréstimo pode ser de até 50% do valor da propriedade.

Empr√©stimo co-registrado com c√īnjuges ou coabitantes mais uxorio

No texto do regulamento prev√™-se que no caso em que o assunto financiado, no momento da estipula√ß√£o do empr√©stimo, seja conjugado coabitando mais uxorio durante pelo menos 5 anos - o estatuto de coabitante deve ser documentado atrav√©s da apresenta√ß√£o de um certificado de resid√™ncia hist√≥rica - ambos os c√īnjuges ou coabitantes residem na mesma resid√™ncia. propriedade como garantia, o contrato de empr√©stimo deve ser assinado por ambos, mesmo que a propriedade seja de propriedade de apenas um deles.
A √ļnica condi√ß√£o √© que ambos os c√īnjuges tenham mais de 60 anos desde que o empr√©stimo hipotec√°rio √© reservado para mais de 60 anos.

As regras para a oferta de empréstimo vitalício

Empréstimo vitalício

Outra novidade importante contida no texto do regulamento de execu√ß√£o diz respeito √†s regras para a oferta p√ļblica de empr√©stimos da anuidade da vida da hipoteca dos bancos.
Em particular, prevê-se que, no contrato de empréstimo, também estejam presentes dois prospectos ilustrativos, também anexados ao contrato. Simulação do plano de amortização.
Estas declara√ß√Ķes devem ilustrar a poss√≠vel tend√™ncia da d√≠vida ao longo do tempo, destacando o capital e juros separadamente ano a ano.
Um quadro deve relacionar-se com a aplicação da taxa contratual no momento da estipulação do empréstimo hipotecário e o outro a simulação no terceiro ano a partir da assinatura do contrato de empréstimo hipotecário vitalício, do cenário de um aumento nas taxas de juros não inferior a 300 pontos base comparado com a taxa vigente no momento da assinatura do contrato.
Al√©m disso, os prospectos devem ter uma dura√ß√£o m√≠nima igual √† diferen√ßa entre a idade do jovem e o indiv√≠duo financiado de 85 anos e, em qualquer caso, n√£o menos de 15 anos, e incluir todos os encargos devidos ao credor no momento da assinatura. Tamb√©m pode haver uma √ļnica declara√ß√£o, especialmente quando o empr√©stimo √© estipulado em um taxa fixa e √© feita refer√™ncia √† taxa fixa estabelecida por contrato.
Além disso, é proibido ao banco exigir o pagamento das despesas incorridas para as atividades realizadas quando o solicitante decide então não assinar o empréstimo.

Documentação a ser entregue ao requerente

O regulamento de execu√ß√£o determina que o banco deve entregar a documenta√ß√£o pr√©-contratual exigida pela empr√©stimos hipotec√°rios (Provis√Ķes de transpar√™ncia para transa√ß√Ķes e servi√ßos banc√°rios e financeiros. Exatid√£o das rela√ß√Ķes entre intermedi√°rios e clientes do Banco da It√°lia de 29 de julho de 2009, publicadas no Di√°rio Oficial da Rep√ļblica Italiana no. 217 de 18 de Setembro de 2009 e altera√ß√Ķes posteriores).
O banco tamb√©m tem a obriga√ß√£o de entregar ao solicitante gratuitamente pelo menos 15 dias antes da poss√≠vel assinatura do contrato, prospecto contendo claramente as informa√ß√Ķes m√≠nimas, tais como:
‚ÄĘ valor financiado com a indica√ß√£o correspondente da porcentagem do valor de avalia√ß√£o do im√≥vel dado em garantia;
‚ÄĘ indica√ß√£o do valor que ser√° pago ao tema financiado ap√≥s os impostos e todos os custos relacionados ao financiamento, inclusive os de averigua√ß√£o preliminar, notarial, do laudo de avalia√ß√£o e da ap√≥lice de seguro.
A pessoa que solicita um empréstimo hipotecário pode comprar o empréstimo livremente apólice de seguro - que é obrigatório - na propriedade também de um banco diferente daquele que emprestou o empréstimo. O banco terá que enviar anualmente à entidade financiada um relatório detalhando os valores que constituem o capital financiado e aqueles que constituem o capital a ser pago no vencimento.

Reembolso integral do empréstimo: quando pode ser solicitado

Regulamento de empréstimo vitalício

O regulamento de execução do empréstimo hipotecário também prevê que o banco pode solicitar o reembolso integral em uma solução em casos específicos:
‚ÄĘ no momento da morte da mat√©ria financiada (se o financiamento √© conjuntamente, esta condi√ß√£o √© alcan√ßada no momento da morte da mat√©ria financiada mais financiada h√° muito tempo);
‚ÄĘ quando toda ou parte da propriedade ou outros direitos reais ou de gozo forem transferidos para a propriedade como garantia (ou seja, se a propriedade da propriedade, ou uma parte dela, for vendida ou transferida por qualquer motivo, sujeita a a transfer√™ncia mortis causa da propriedade, tamb√©m pro quota, no caso em que √© concedido um usufruto, uso, habita√ß√£o ou um direito de propriedade em rela√ß√£o √† propriedade e no caso de concess√£o de servid√Ķes n√£o presentes no momento da estipula√ß√£o do empr√©stimo);
‚ÄĘ se o assunto financiado realizar atos de neglig√™ncia grosseira ou neglig√™ncia grave que reduzam significativamente o valor da propriedade;
‚ÄĘ se h√° direitos reais de garantia em favor de terceiros que v√£o sobrecarregar a propriedade;
‚ÄĘ quando forem feitas altera√ß√Ķes na propriedade em rela√ß√£o ao seu estado original (a ser documentado durante os cheques de avalia√ß√£o e cadastro), sem concord√Ęncia com o banco ou altera√ß√Ķes que limitem a livre movimenta√ß√£o do im√≥vel;
‚ÄĘ no caso de neglig√™ncia ou falta de manuten√ß√£o adequada que determinaram a revoga√ß√£o da habitabilidade do im√≥vel;
‚ÄĘ se outros assuntos que n√£o os familiares do sujeito financiado, ap√≥s a estipula√ß√£o do empr√©stimo (membros da fam√≠lia s√£o os filhos, o c√īnjuge ou coabitante mais uxorio e o pessoal contratado regularmente que coabita com o assunto financiado para fornecer a ele ou a sua fam√≠lia com seus servi√ßos );
‚ÄĘ no caso em que a propriedade sujeita a garantia est√° sujeita a procedimentos conservadores ou executivos por um montante igual ou superior a 20% do valor da propriedade concedida como garantia ou hipotecas legais.
√Č sempre o banco que deve provar √† sua custa que uma dessas condi√ß√Ķes que produzem uma redu√ß√£o significativa no valor da propriedade ocorreu e, como tal, tem o direito de reembolso total em uma √ļnica solu√ß√£o de empr√©stimo.



Vídeo: