Como lidar com os atrasos nos negócios com o trabalho de renovação

O contratante deve executar as obras dentro dos prazos acordados, caso contrário, corre o risco de aplicar uma sanção, se houver, e um pedido de indemnização

Como lidar com os atrasos nos negócios com o trabalho de renovação

Contrato de contrato

O contrato especifica o art. 1655 do código civil, é aquele acordo com o qual uma parte, chamada o contratante, assume a tarefa de realizar uma obra ou prestar um serviço em favor da outra, o referido comprador, mediante pagamento em dinheiro.

Contrato assinado


O padrão de código especifica que o que é acordado é com a organização de meios e gerenciamento de risco para ocontratante. Simplificando, isso significa que, se algo der errado, exceto força maior, a responsabilidade é do mesmo contratado.
Doutrina e jurisprudência (por exemplo, entre outros, Civil Cassation, seção I, 9 de outubro de 2017 No. 23594) concordam que, ao assinar o contrato, o contratante assume um ligação resultante.
A diferença é com o laços médios, em relação ao qual a pessoa que os contrata não tem obrigação de alcançar um resultado, mas de cumprir de tal forma que o resultado possa ser alcançado e, se isso não acontece, não é culpa dele.
O exemplo clássico da obrigatoriedade dos meios é o do médico, que tem a obrigação de curar, não de recuperar, ou o advogado, que tem a obrigação de defender o cliente diligentemente, para não ganhar o caso.
O contratante, por outro lado, assume oobrigação de realizar o trabalho. No caso de renovação, para manter o edifício ou partes do edifício objeto de intervenção.

Contrato de reestruturação

Com o contrato de contrato de reestruturação, o empreiteiro confia ao empreiteiro a tarefa de executar obras de manutenção - também chamadas intervenções de conservação - do edifício em sua totalidade, ou, mais provavelmente, de uma parte dele.
As intervenções de manutenção acordadas entre as partes podem ser catalogadas no contexto das listadas no texto único do edifício, o d.p.r. n. 380/01 e, portanto, ser tão distinto:
- intervenções de manutenção comum;
- intervenções de manutenção extraordinário;
- intervenções de restauração reabilitação conservadora;
- intervenções de renovação edifício.

Reestruturação e atrasos na conclusão das obras


Mente você: em definição Entre estes vários tipos de intervenção, incluem-se também intervenções que, em termos comuns, não podem ser consideradas intervenções reais de reestruturação. Nos trabalhos definidos de restauração e reabilitação conservadora, por exemplo, intervenções significativas são incluídas na demolição e reconstrução com o mesmo volume do edifício pré-existente.
Além dessas hipóteses particulares, quando falamos sobre renovação, jargão técnico refere-se a esses quatro tipos de intervenção, cuja consistência também afeta e sobretudo o regime de autorização, passando a obras em prédio livre, que não requerem qualquer comunicação ao município competente, para obras que requeiram um SCIA.

Tempo de entrega do trabalho

Um dos elementos fundamentais em relação ao conteúdo do contrato, é o prazo para entrega dos trabalhos acordados.
Não há ninguém prazo da lei dentro do qual as obras devem ser realizadas, isto é, para um tempo de processamento específico é de um dia, ou dois meses.
Existe no máximo há um termo legal de validade das autorizações procedimentos administrativos para a execução das obras. Por exemplo, na licença de construção, é necessário indicar o início e o fim dos trabalhos e a permissão, a menos que as extensões sejam válidas por três anos desde o início.
O termo, no entanto, é sempre incluído no contrato, porque em relação a ele são desenvolvidos eventos de interesse mútuo das partes.
Vamos explicar melhor: se cliente e contratante concordar que para as obras a serem realizadas são necessários e suficientes trinta dias úteis, será de interesse para especificar isso no contrato, retornando assim o tempo nos elementos de avaliação do desempenho correto, eo contratante a especificação das exceções à noção de dia trabalhando, especificando, por exemplo, que estes não podem ser considerados naqueles dias com condições climáticas contrárias ao trabalho específico a ser realizado.

Cláusula penal por atraso e rescisão por descumprimento

A inserção do contrato de um é clássico cláusula penal, que prevê a redução do valor devido em dinheiro devido ao atraso na entrega do trabalho.
Embora o jurisprudência não negou a compatibilidade entre o termo fim de obras não essenciais ea cláusula penal (Cassação 4 de março de 2005 No. 4779), é bom que o contrato explicitamente fornece a essencialidade do termo para efeitos de uma certa aplicação da cláusula penal.

Penalidade por atrasos na reestruturação


A medida do cláusula penal pode ser diminuído pelo juiz (artigo 1384) do Código Civil;
- no caso em que o título principal foi executado em parte;
- se o montante da sanção for manifestamente excessivo, tendo sempre em conta o interesse que o credor tem pelo seu cumprimento.
Na verdade, também é possível prever que descumprimento do prazo essencial seguir a rescisão do contrato devido a quebra de contratado, sem prejuízo do direito a indemnização pelos danos causados ​​pela violação em questão (não conclusão do trabalho de renovação dentro do prazo acordado.
Qual é o melhor remédio contra os efeitos do atraso, portanto, deve ser avaliado a montante, ou seja, antes da assinatura do contrato, desde que o Tribunal considere compatível (mas autônomo entre eles) a prestação de uma sanção ea rescisão do contrato (Cass 24 de Abril de 2008 No. 10741).

Atraso justificado nas obras de renovação

Nenhuma responsabilidade logo sem penalidade e compensação pode ser aplicado se o atraso for justificado.
Suponha que uma copiosa queda de neve, em um local que normalmente não é afetado por esse tipo de trabalho, tenha bloqueado a execução das obras por mais de uma semana e que, devido às condições climáticas adversas, o fim dos trabalhos tenha sido adiado para além do prazo acordado..
Nesta situação, obviamente, o contratante pode invocar a ocorrência de um feito de força maior que não permitiu a entrega dentro dos prazos acordados. Isto, naturalmente, onde o evento pode ser considerado realmente imprevisível, mesmo que apenas no escopo, ou seja, que medidas possam ser tomadas para evitar efeitos negativos sobre a duração do trabalho.
Da mesma forma, os atrasos devem ser considerados quando o cliente ordenou alterações no projeto ou no caso de mudanças necessárias em que o atraso não é imputável ao contratado.



Vídeo: Como fazer para pagar o INSS atrasado? - Pronto Atendimento 28/05/12