O que fazer se a empresa de limpeza funcionar mal?

E? coisa comum para um administrador ouvir as reclama√ß√Ķes dos condom√≠nios. ainda mais usual do que

O que fazer se a empresa de limpeza funcionar mal?

Impresa

√Č comum que um administrador os ou√ßa reclama√ß√£o dos condom√≠nios.
√Č ainda mais comum que, quando n√£o se queixam do seu trabalho, as flechas sejam dirigidas contra as empresas encarregadas do servi√ßo de limpeza das partes comuns.
Nós, italianos, sabemos, somos um pessoas higienistas e continuamos andando em um átrio limpo, nos falta o fornecimento de patins de condomínio, para entrar em um elevador brilhante e perfumado e para estacionar o carro em lugares que Eu sinto falta de um banho é tão brilhante. Ironie distante Não é incomum que a empresa contratada não cumpra seu dever adequadamente.

O que fazer nesses casos?
Vamos ver a história de ponto de vista do administrador e dos condomínios.
Vamos come√ßar com o √ļltimo: eles escolheram na montagem, a empresa e, portanto, cabe a eles, salvo indica√ß√£o em contr√°rio pela resolu√ß√£o, que pode conferir o poder ao administrador, a faculdade de revog√°-lo. As maiorias eles s√£o os mesmos que para a atribui√ß√£o do servi√ßo, ou seja, a resolu√ß√£o deve incluir:
a) na primeira chamada, um n√ļmero de votos (favor√°vel) representando a maioria dos participantes e pelo menos metade do valor do edif√≠cio;
b) em segunda chamada, um n√ļmero de votos (favor√°vel) que representa o terceiro dos participantes no condom√≠nio e pelo menos um ter√ßo do valor do edif√≠cio. Em suma, os condom√≠nios, em princ√≠pio, t√™m o direito de decidir decorrentes da rela√ß√£o contratual.
Entretanto, entretanto, o administrador pode agir evitar que as viola√ß√Ķes da empresa, al√©m de causar um mau funcionamento na limpeza da propriedade, tamb√©m possam causar preju√≠zos econ√īmicos √† empresa. o dano √© representado pelo pagamento da quantia em dinheiro pelo servi√ßo devido, mas n√£o executado.
O que fazer ent√£o?

Impresa

o contrato para a limpeza das partes comuns do edifício deve ser considerado como um contrato com serviços correspondentes:
a empresa realiza a limpeza e recebe, de fato, a quantia em dinheiro pelo trabalho realizado.
Em caso de incumprimento, o administrador, portanto, pode recusar o cumprimento, ou seja, n√£o pagar as quantias solicitadas. A refer√™ncia normativa √© representada pelo primeiro par√°grafo do art. 1460 c.c. em mente de que: nos contratos com os servi√ßos correspondentes, cada um dos contratantes pode recusar-se a cumprir sua obriga√ß√£o, se o outro n√£o cumprir ou n√£o se oferecer para si ao mesmo tempo, a menos que tenham sido estabelecidos pelas partes diferentes condi√ß√Ķes de execu√ß√£o ou resultem da natureza do contrato. contrato.
Para resumir:
se por um mês de limpeza uma empresa tiver direito a X euros, mas esse mês nunca tiver sido apresentado no condomínio, o administrador pode recusar-se a pagar essa quantia.
√Č sempre melhor acompanhar esse comportamento com um recomendado a.r. que as raz√Ķes e, se poss√≠vel e necess√°rio, fecham o cumprimento sob pena de rescis√£o do contrato.



Vídeo: Bicarbonato Clareia a Pele? - Dr Lucas Fustinoni Médico - CRMPR: 30155