House Plan: lei em Puglia

Também passou em Puglia, com a aprovação do projeto de lei no Conselho Regional, a lei para o Plano da Casa.

House Plan: lei em Puglia

Depois da Toscana e da Lombardia, a Puglia é a primeira Região Sul que vê a aprovação final do projeto de lei no Plano da Casa.
O aprovado em 24 de julho no Conselho Regional, Medidas extraordin√°rias e urgentes para apoiar a atividade de constru√ß√£o e melhorar a qualidade do patrim√īnio residencial, √© um Plano de Casa que permitir√° construir interven√ß√Ķes para resolver o problema das casas de muitos cidad√£os, mas de uma maneira ambientalmente amig√°vel, tanto que ganhou a aprova√ß√£o de Legambiente.

Canteiro de obras

o altera√ß√Ķes apenas tr√™s dos quarenta apresentados foram aceitos.
A primeira dizia respeito √† proibi√ß√£o de expandir os edif√≠cios localizados em √°reas restritas do ponto de vista da paisagem. As amplia√ß√Ķes tornam-se agora poss√≠veis, desde que os Munic√≠pios elaborem um regula√ß√£o no assunto.
A segunda altera√ß√£o dizia respeito a estacionamento: os propriet√°rios que n√£o conseguirem cumprir os par√Ęmetros exigidos dos lugares de estacionamento devido √† falta de espa√ßo, devem pagar ao munic√≠pio a quantia correspondente √† constru√ß√£o de novos lugares de estacionamento. O Munic√≠pio usar√° esses recursos financeiros para a constru√ß√£o de estacionamentos ou outras solu√ß√Ķes relacionadas √† mobilidade urbana.
A terceira altera√ß√£o dizia respeito aos edif√≠cios em ru√≠nas que constituem perigo para a seguran√ßa p√ļblica, que pode ser demolido e reconstru√≠do com um aumento de 35% no volume.
O Plano da Casa Apuliana permite aumentos volum√©tricos de 20% n√£o apenas para edif√≠cios Unifamiliarmas tamb√©m bi, tri e quadrifamiliari, com um m√°ximo de 200 metros quadrados e respeitando as dist√Ęncias e alturas m√°ximas permitidas.
Demolição com reconstrução aumentada em 35% é permitida se a construção é realizada em conformidade com os princípios deedifício eco-sustentável. Deste tipo de intervenção excluem-se as áreas de prestígio da paisagem ou histórico-cultural.
As interven√ß√Ķes s√≥ podem envolver edif√≠cios destinados pelo menos ao 75% para o destino residencial.
De fato, apesar das press√Ķes dos fabricantes e industriais, ainda h√° uma proibi√ß√£o da expans√£o dos armaz√©ns agr√≠colas e industriais, mesmo ap√≥s uma poss√≠vel mudan√ßa no uso.
Munic√≠pios podem indicar localmente limita√ß√Ķes respeito √†s exig√™ncias da lei regional, mas tamb√©m a supera√ß√£o de limites de dist√Ęncias e alturas.
Em nome da simplifica√ß√£o burocr√°tica, as interven√ß√Ķes podem ser realizadas n√£o apenas com o Alvar√° de Constru√ß√£o, mas tamb√©m com Dia.
Ap√≥s a publica√ß√£o no Boletim Oficial da Regi√£o e a entrada em vigor da lei, as partes interessadas ter√£o 24 meses de tempo para solicitar interven√ß√Ķes.


arco. Carmen Granata



Vídeo: Hotel e Appartamenti Russia Tomsk Ernesto Preatoni