Plano de casa aprovado

Assinado por Berlusconi o DPCM relativo ao Plano da Casa, para projetos de habita√ß√£o p√ļblica.

Plano de casa aprovado

Depois da decis√£o favor√°vel da Confer√™ncia Estado-Regi√Ķes unificada e do Cipe, o ministro das Infra-estruturas e Transportes, Altero Matteoli, anunciou hoje a assinatura do decreto sobre o Planta da Casa pelo primeiro-ministro Berlusconi.

Canteiro de obras

O principal conte√ļdo do plano √© o compromisso de construir cem mil novas moradias nos pr√≥ximos 5 anos. De fato, a inten√ß√£o original da disposi√ß√£o legislativa era precisamente a de resolver o problema da habita√ß√£o das classes sociais menos abastadas e, s√≥ mais tarde, integrou-se ao programa referente √†s expans√Ķes volum√©tricas discutidas at√© agora.
Para implementar este plano edif√≠cio residencial p√ļblico com o decreto, um empr√©stimo de 200 milh√Ķes de euros foi alocado, para ser aumentado para 550 milh√Ķes a partir do pr√≥ximo ano.
o benefici√°rios A provis√£o ser√° de fam√≠lias de baixa renda, idosos desfavorecidos, estudantes que n√£o freq√ľentam a escola, casais jovens, imigrantes regulares residentes na It√°lia por pelo menos 10 anos ou na mesma Regi√£o por 5 anos.
As interven√ß√Ķes aproveitar√£o financiamento p√ļblico e privado e benef√≠cios fiscais, e a acomoda√ß√£o constru√≠da ser√° atribu√≠da para um c√Ęnone sustent√°vel e social e, em alguns casos, atribu√≠do em propriedades como primeira casa . A realiza√ß√£o, al√©m da contribui√ß√£o p√ļblica, envolve opera√ß√Ķes de financiamento de projetos e concess√Ķes para cooperativas de constru√ß√£o.
O arrendamento ter√° uma dura√ß√£o de 25 anos ou 10 anos com promessa de venda. Uma vez expirado o prazo, o alojamento ser√° oferecido com direito de primeira recusa para inquilinos a um pre√ßo igual a ccusto de constru√ß√£o reavaliado em 1,3%, ou colocado no mercado com uma reavalia√ß√£o do custo de constru√ß√£o de 2%. Em alguns casos, eles tamb√©m podem ser oferecidos a institui√ß√Ķes como Munic√≠pios ou ex-IACPs.
Al√©m de suprir a desvantagem de moradia de certa parte da popula√ß√£o, espera-se que a medida tenha efeitos positivos sobre a economia, gra√ßas √†s conseq√ľ√™ncias setor de constru√ß√£o.
O decreto, no entanto, permanece exclu√≠do do decreto procedimentos simplificados anunciado pelo primeiro-ministro nos √ļltimos meses, para obter extens√Ķes volum√©tricas.
Em qualquer caso, as Regi√Ķes ter√£o de emitir regulamentos espec√≠ficos para a implementa√ß√£o das interven√ß√Ķes de reabilita√ß√£o de edif√≠cios. At√© agora eles s√≥ legislaram Toscana e Lombardia, enquanto outras regi√Ķes, como a Camp√Ęnia, est√£o em fase final do processo legislativo.


arco. Carmen Granata



Vídeo: MINHA CASA MINHA VIDA: 3 dicas para ser aprovado no financiamento | Flávio Silva