Círculo de pilares em C.A

Os Pilares, que comp√Ķem a estrutura de suporte de carga de edif√≠cios antigos, podem ser sujeitos a consolida√ß√£o por meio de interven√ß√Ķes de Cerchiatura.

Círculo de pilares em C.A

Struttura con pilastri in cemento armato

o pilar √© uma das partes que, como: vigas, meio-fios, pisos, rodap√©s, vigas invertidas, etc., comp√Ķem a estrutura de suporte de um edif√≠cio de concreto armado.
A apar√™ncia caracter√≠stica deste elemento √© a possibilidade de apoio, em uma grade composta de pontos localizados a uma determinada dist√Ęncia, as tens√Ķes est√°ticas de um edif√≠cio, subseq√ľentemente descarregadas na funda√ß√£o.
Esta condição surge em antítese com o conceito de alvenaria de suporte de carga, que é baseado na divisão de cargas de acordo com eixos longitudinais e transversais.
A diferen√ßa substancial entre estes duas solu√ß√Ķes, √© percept√≠vel com a organiza√ß√£o funcional das salas interiores de um edif√≠cio antigo, em compara√ß√£o com a tecelagem de um edif√≠cio de concreto armado.

Concetto di pianta libera con pilastri in C.A.

Tamb√©m Le Corbusier, no cinco princ√≠pios de arquitetura, colocou a import√Ęncia do Plano Libre (Free Plant), ou a possibilidade de criar espa√ßos em liberdade sem a escravid√£o das paredes de suporte.
Isso também está associado à condição da fachada livre também derivada do esqueleto de concreto armado.

O pilar de acordo com um antigo conceito de design

Strutture in cemento armato in costruzione

No impulso desse novo conceito arquitet√īnico, muitos designers criaram estruturas de constru√ß√£o no passado aerodin√Ęmico com uma fun√ß√£o de distribui√ß√£o interna capaz de satisfazer as diferentes necessidades do p√ļblico.
Nesta situação, no entanto, alguns edifícios antigos apresentam algumas diferenças (estrutural) também evidente, derivada da comparação entre as regras estáticas vigentes há algumas décadas e as atuais.
Esta condi√ß√£o √© configurada nos casos de ajuste estrutura estrutural do edif√≠cio, isto √©, para trabalhos de renova√ß√£o de edif√≠cios, eleva√ß√Ķes, etc.

Solu√ß√Ķes t√©cnicas planejadas para os pilares

Um sistema, conhecido e amplamente experimentado por muitos designers e profissionais do setor, é o da aros.

Cerchiatura di un pilastro

Esta solução consiste em um dispositivo que, aplicado nas faces externas do pilar, produz uma ação perimetral e consequente de confinamento compressão da estrutura.
De fato, essa tensão limita a deformação transversal da armadura longitudinal (deflexão das barras comprimidas ao longo da perpendicular) do pilar, aumentando sua elevador.
Para este método, normalmente procedemos bandagem o abutment com fitas ou perfis de aço ou utilizando, para casos recentes, também fibras compósitas.

Exemplo de colocação de um pilar

L 'exemplo O seguinte é feito com o objetivo de fornecer uma indicação geral simples do modo de intervenção.

Particolare delle piastre di collegamento trasversale


√Č natural que todas as solu√ß√Ķes sejam estudado dependendo do estado de coisas e das novas condi√ß√Ķes estruturais que determinam uma varia√ß√£o nas tens√Ķes est√°ticas.
Esta análise preliminar é seguida pela concepção dos trabalhos que, em cada caso, podem constituir uma intervenção substancialmente diferente em comparação com a descrita.

Modo de intervenção

O aro do pilar foi precedido pelo remo√ß√£o gesso total externo e uma regulariza√ß√£o da rugosidade presente na superf√≠cie devido √† impress√£o da f√īrma de madeira.

Riempimento con malta per finitura superficie

Isso permitiu que os perfis met√°licos, colocados nas extremidades, aderir perfeitamente com o canto e transmitir a press√£o para o n√ļcleo interno do pilar.
Os elementos de aço utilizados são comuns angular para L, não galvanizado, mas tratado com anti-ferrugem ao minio.
Tem havido posts regulares em intervalos regulares placas de metal (canestrelli), com um furo central que foi inserido uma barra roscada com ancoragem química e um parafuso na cabeça.
O objetivo desses elementos é reter os quatro perfis angulares que atuam, como mencionado anteriormente, com uma tensão de pressão direta na estrutura.
Para essa condi√ß√£o, os canestrelli s√£o os primeiros aquecido e somente depois soldado a √Ęngulos de metal.

Esempio di cerchiatura su pilastro in C.A.

Este processo inicialmente dilata as partes met√°licas que, ap√≥s o resfriamento, tendem a contorcer exercendo uma press√£o mec√Ęnica total.
As opera√ß√Ķes que seguem esta fase s√£o simples acabamentoe pode providenciar a aplica√ß√£o de argamassa e dedal misturados apropriadamente ou possivelmente de uma parede de gesso cartonado.
√Č evidente que cada um destes elementos met√°licos: espessura, perfis de dimens√£o, intervalos de canela, etc., deve ser estudado de acordo com as necessidades operacionais individuais.

Aros com maior seção resistente

Sezione resistente di un pilastro in C.A.

esta solu√ß√£o √© adoptado nos casos em que √© necess√°rio aumentar a sec√ß√£o do pilar n√£o considerada adequada pelas verifica√ß√Ķes estruturais.
Neste caso, geralmente, um é realizado nova armadura perímetro do pilar com suporte, devidamente conectado ao interno, e então um jato de concreto em uma cofragem disposta paralelamente à superfície externa.
√Č claro que o dist√Ęncia das formas em rela√ß√£o ao fio da pilastra, que de fato determina o novo se√ß√£o resistente, √© estabelecido por c√°lculos estruturais.



Vídeo: Pastor Wagner pregando no no círculo de oração na Chã do pilar