Casa 100 k

Custa 100.000 euros por 100 metros quadrados: é uma casa ecológica, de baixo custo e caracterizada pela sociabilidade.

Casa 100 k

Desenho esboço

O estudo Mario Cucinella Architects, em colaboração com Grupo Italcementi ele projetou o projeto Casa 100 k, um modelo de habitação baseado na economia (na verdade custa 100.000 euros por 100 metros quadrados) e na sustentabilidade ambiental.
o casa de baixo custo representa o objetivo mais recente do arquiteto bolonhês, comprometido com a arquitetura sustentável há anos.
Casa 100 k constitui um novo modelo residencial de condomínio com base em três pressupostos fundamentais: o primeiro de caráter social, o segundo personagem barato e o terceiro personagem enérgico.
Casa 100 k é, de facto, uma casa agradável e colorida, capaz de dar prazer a quem nela vive e satisfazer todo o tipo de necessidade estilística.

Vis√£o noturna


√Č uma casa que pode ser constru√≠da com crit√©rios de m√°xima economia, sem renunciar √† qualidade, gra√ßas ao fato de que os empr√©stimos necess√°rios para financi√°-la podem ser cobertos pela explora√ß√£o da energia que pode ser produzida.
De fato, a energia produzida por painéis fotovoltaicos é em quantidade maior que a necessária para as necessidades da moradia, de modo que o excedente produzido é vendido de volta à rede elétrica. Isso foi estimado economia mensal de 56 euros e um ganho de 250 euros.
√Č uma casa com baixo impacto ambiental, pois utiliza todas as estrat√©gias ativas e passivas que s√£o capazes de tornar um edif√≠cio perfeito m√°quina bioclim√°tica.
O edif√≠cio, um zero emiss√Ķes de CO2, usa uma planta fotovoltaicaarquitetonicamente integrado, superf√≠cies que captam a energia solar para os meses de inverno e a circula√ß√£o interna de ar para os meses de ver√£o, al√©m de adotar todos os sistemas poss√≠veis capazes de isolar perfeitamente uma casa.

Vista do dia

A contenção de custos também é possível graças ao uso de um pré-fabricação leve e flexível.
A pré-fabricação é usada tanto para os elementos estruturais quanto para os elementos de preenchimento, como i sistemas de fechamento monobloco, e para a divisão interna da habitação, com painéis deslizantes ou curvos, bem como para os elementos que servem para diversificar a aparência externa do edifício e constituir uma extensão, como loggias e varandas.
Tudo √© usado para criar um esquema geral de casas unifamiliares, dando origem a um verdadeiro edif√≠cio modular, que pode satisfazer diferentes aspira√ß√Ķes e estilos de vida.

Vis√£o externa

A redução nos custos de construção foi ainda possível graças à parceria com a Italcementi, que disponibilizou aos seus pesquisadores e conhecimentos científicos desenvolvidos ao longo dos anos para melhorar a eficiência ambiental.
Os t√©cnicos do Centro de Pesquisa e Inova√ß√£o eles forneciam cimentos, materiais de constru√ß√£o e t√©cnicas para isolamento t√©rmico e ac√ļstico.
Al√©m disso, o est√ļdio Cucinella, juntamente com a Italcementi, iniciou uma colabora√ß√£o com a empresa. Moretti S. p. A., l√≠der na produ√ß√£o de elementos construtivos e pr√©-fabricados, a fim de desenvolver pain√©is de concreto n√£o obtidos a partir de mat√©rias-primas, evitando assim afetar os recursos n√£o renov√°veis, mas reutilizando outros materiais.
A primeira realiza√ß√£o do projeto Cucinella vir√° √† vida Settimo Torineseonde eles ser√£o constru√≠dos 30 acomoda√ß√Ķes eco-sustent√°veis em uma antiga √°rea industrial abandonada, afetada por um projeto de recupera√ß√£o urbana.
casa100k.it


arco. Carmen Granata



Vídeo: 100K E A MINHA CASA!