O arranh√£o pela estabilidade das paredes

Sistemas de ancoragem da alvenaria necessários para criar a conexão entre elementos de parede e peças estruturais na presença de formas e geometrias complexas.

O arranh√£o pela estabilidade das paredes

A estabilidade das paredes em relação à sua magreza

Alvenaria particular com grampeamento

Para ser capaz de alcançar paredes de forma particular, formada por partes suspensas ou elementos compostos de várias camadas, tais como as paredes perimetrais colisão, onde encontramos uma parte mais fina como aquela feita de tijolos rosto exposto e um forro interno, você precisa prestar muita atenção à sua estabilidade.
De fato, na maioria dos casos, a parede com a espessura mais reduzida é a externa, portanto é a mais exposta a stresses ao ar livre como vento, chuva, etc...
Tais tens√Ķes, especialmente quando a face da parede √© de altura superior para a m√©dia, eles implicam a possibilidade de que o externo √© disforme, sendo livre para fazer isso porque n√£o conectado para o interno.
Mesmo uma fachada muito agitado com pe√ßas inclinado, pode causar fen√īmenos de instabilidade para ser adequadamente evitado com dispositivos adequados ancoradouro.

Sistemas de ancoragem

Para evitar que isso aconteça, sem aumentando consideravelmente a espessura da face externa, pode-se usar um sistema de conexão entre as partes mais conhecidas conquistar.
Normalmente, em rela√ß√£o ao tipo de parede, ao seu peso, ao material utilizado para sua constru√ß√£o e √†s suas caracter√≠sticas geom√©tricas, podem ser utilizados mais arranh√Ķes. fino mas arranjado de uma maneira mais numerosa, ou arranh√Ķes mais consistentes dispostos nos pontos mais importantes do ponto de vista da veda√ß√£o da parede e sua ancoragem aos elementos estrutural existente.

Arranh√Ķes de diferentes tipos

Os elementos com os quais essas opera√ß√Ķes s√£o realizadas s√£o chamados suspens√≥rios, e no mercado est√£o na forma de hastes de a√ßo inoxid√°vel e tiras de espessura vari√°vel entre 3 e 4 mm.
Os arranh√Ķes finos, dispostos mais uniforme na face da parede, eles s√£o mais adequados para paredes feitas com tecelagem regular, como uma parede de tijolos com uma vista.
De fato, repeti√ß√£o conex√Ķes adequadamente desenhadas acomodam facilmente um conjunto de grampos finos, capazes de garantir estabilidade para o rosto mais magro ancorado na parede interna.
Na presença de uma face externa com uma superfície uniforme, não caracterizado por uma trama aberta, a fixação da parede externa torna-se mais desafiadora, por isso é necessário realizar algumas gravuras na parede a ser ancorada, a fim de inserir os grampos que uma vez posicionados, virá coberto apropriadamente, para não deixá-los visíveis.
Este √ļltimo caso √© encontrado nas paredes do per√≠metro cobertas com pain√©is isolamento t√©rmico ou com outro revestimento decorativo, constitu√≠do por pain√©is de espessura reduzida.
Um mais coçar muito difundido normalmente requer o uso de 4 grampos por metro quadrado, tomando cuidado para não se afastar das bordas livres da parede por mais de 30cm, também deve ser verificado pelo menos a presença de n. 3 grampos a ml na borda livre.
Quanto mais arranh√Ķes consistente eles s√£o executados para ancorar a partes estrutural os elementos externos, por isso, vamos organizar para colocar a cada 50 cm um clipe de conex√£o que ser√° ancorado a pilares, lajes, lajes, etc...

Materiais e requisitos de dispositivos de ancoragem

Tenho a obrigação de salientar que o uso de grampos faça você mesmo feito de metais não adequado ou pior de qualidade inferiorfacilmente expostos a fenómenos corrosivos capazes de frustrar o efeito leva ao aparecimento de manchas de óxido nas superfícies externas, por isso deve ser evitado.

Grampo especial em aço (Technology Arch.Piferi)

Os grampos a serem usados ‚Äč‚Äčdevem ser feitos com a√ßo inoxid√°vel tipo AISI 304, capaz de resistir a qualquer esfor√ßo de tra√ß√£o, devido √†s tens√Ķes induzidas nas partes externas.
O uso de a√ßo inoxid√°vel √© √≥timo utilidade em particular nas vestimentas que comp√Ķem revestimentos de isolamento do ponto de vista t√©rmico, na verdade o a√ßo em quest√£o tem um condutividade mais baixo em compara√ß√£o com materiais ferrosos menos nobres, portanto seu uso √© recomendado n√£o apenas por raz√Ķes est√°ticas.
√Č bom especificar que o n√ļmero, o tipo e o posicionamento dos pontos de ancoragem devem ser estabelecidos por um profissional qualificado que, ap√≥s um c√°lculo apropriado, indique as modalidades executivas.

Riscos diferenciados para trabalhos diferentes

Uma vez esclarecida a import√Ęncia de fazer um grampo entre os v√°rios elementos, explicarei brevemente os casos mais comuns de ancoragem, mostrando modalidade de execu√ß√£o.
Ter que ancorar duas paredes composto de blocos de tijolo, sendo ambos os paramentos caracterizados pela presença de juntas de argamassa entre um bloco e outro, o arranhão será realizado afogamento o grampo no acoplamento de argamassa entre os dois tijolos.

Compara√ß√£o entre √Ęncoras diferentes e √Ęncora com frasco qu√≠mico

O coçar entre uma parede externa, composta de painéis de vários tipos providos de emendas feitas com argamassa adequada, e uma parede interna consistindo de ou uma parede feita de concreto, ou de uma alvenaria de outra consistência, deve ser feita colocando um grampo com T inserido entre as juntas da face externa, enquanto a parte terminal dentro dela adequadamente moldada, será fixada ao suporte interno através do uso de sistemas adequados.
No que diz respeito ao sistema de fixação interna, considero a utilização de frascos químico, para permitir a fixação em paredes feitas de concreto armado ou alvenaria sólida, é aconselhável.

O uso de sistemas de ancoragem na arquitetura

um exemplo de arquitectura em que a configura√ß√£o das paredes perimetrais exigia a utiliza√ß√£o de arranh√Ķes adequados, √© representada pelo centro de sa√ļde portugu√™s de Braga, desenhado pelo arquitecto. Oliveira.

O projeto do edifício Arch.Oliveira

No edifício acima mencionado, o tamponamento externo inclinado, consistindo de um triplo camada de tijolo tijolos perfurados, destaca a utilidade, além de reduzir notavelmente o uso de peças de concreto armado que inevitavelmente levariam a vários problemas para alcançar as exigências estéticas e energéticas necessárias.
Gra√ßas a um estudo cuidadoso das conex√Ķes entre as partes, um edif√≠cio foi obtido com uma distribui√ß√£o de plano ajustar, destaca uma fachada equilibrada e din√Ęmica, numa altern√Ęncia de pe√ßas esmaltadas e opacas que s√£o ainda mais finas gra√ßas ao h√°bil recuo da parte basal em rela√ß√£o a elas.
Os sistemas de fixa√ß√£o ilustrados, al√©m de consolidar o aperto das tape√ßarias quando queremos criar formas mais articuladas, nos tornamos indispens√°vel, quando os trabalhos a serem realizados s√£o exposto a ventos de vigor comprovado e em todas as situa√ß√Ķes em que a esbeltez das partes mais finas se torna relevante.
O uso dos sistemas de raspagem afeta o custo da intervenção de maneira diferente em relação ao tipo de grampeamento utilizado e aos métodos de execução.
A √Ęncora mais caro isto √© o que se consegue com o uso de frascos qu√≠micos, pois a compra do frasco tem em m√©dia cerca de 40 euros, aos quais devem ser acrescentados os encargos de perfura√ß√£o, cujo custo deve ser avaliado em virtude do tipo de parede a ser perfurado ficar l√° frasco qu√≠mico.



Vídeo: Caldas: barragens não têm estabilidade garantida