Jardim social urbano em Mil√£o

Na cidade de Mil√£o, chegando a Cultami, um programa de cultivo urbano com a horta como protagonista, compartilhada entre os cidad√£os, tendo em vista a Expo 2019.

Jardim social urbano em Mil√£o

L 'horticultura doméstica também se espalha na cidade. As culturas MIni são agora encontradas varandas, terraços e até peitoris, no centro e independentemente do cimento à sua volta. M ohorta mas também é cada vez mais um meio de compartilhar e abordagem social. Com a disseminação das culturas urbanas eo nascimento e disseminação de ferramentas telemáticas, como aplicativo e rede social marcada pelo crescimento e cuidado de vegetais & Co, o jardim assume novos papéis.

da morto a Orto, milano, orti urbani alternativi

Um exemplo interessante e novo dessa difus√£o no n√≠vel social, tamb√©m a encontramos Milan, onde, em vista deExpo 2015, um projeto foi lan√ßado verde, para o cultivo e cria√ß√£o de um rede de jardins urbanos, em √°reas degradadas e n√£o utilizadas, recuperar tamb√©m √°reas verdes em desuso. Coltivami, este √© o nome do projeto de socializa√ß√£o urbana verde, foi aprovado h√° poucos dias pela C√Ęmara Municipal de Mil√£o e √© baseado no arranjo de √°reas e √°reas municipais muito preciso, com um total de mais de 300 part√≠culas cultivar uma horta e uma √°rea de 25 mil metros quadrados.9 √°reas da cidade envolvida: do Hip√≥dromo, via Boffalora (Zona 5), ‚Äč‚Äčda √°rea de Monte Stella, at√© a Via Falck, via Alassio (Zona 8), via Rubicone, at√© a via Cascina de Prati (Zona 9). Uma experi√™ncia de jardim social compartilhado, que envolver√° os cidad√£os, mas tamb√©m institui√ß√Ķes e empresas de v√°rios setores. Tamb√©m s√£o interessantes as regras para o cuidado e gest√£o das v√°rias part√≠culas hort√≠colas de Mil√£o; visando um cultivo biol√≥gico e saud√°vel, sem o uso de pesticidas ou sementes modificadas, bem comouso de herbicidas e produtos qu√≠micos, as opera√ß√Ķes de cultivo tamb√©m ser√£o reguladasuso racional e prudente da √°gua e na eventual atividade com fins lucrativos, sem pr√©via autoriza√ß√£o municipal.

orto urbano

Um projeto que visa trazer de volta o conceito de agricultura tamb√©m na cidade, onde isso pode coexistir e de fato, melhorar em parte a est√©tica e a sociabilidade, gra√ßas √† interven√ß√£o de institui√ß√Ķes e associa√ß√Ķes de cidad√£os ou empregados, comprometidos em promover e utilizar atividades hort√≠colas no tempo livre e como um fator s√≥cio-cultural compartilhado, como j√° hav√≠amos visto h√° muito tempo em um contexto mais restrito, com ohorta na fazenda. Os novos jardins urbanos milaneses ser√£o subdivididos por part√≠culas com um tamanho m√°ximo de 60 metros quadrados e um desenvolvimento de cerca de 700 metros quadrados por √°rea. Dentro das v√°rias √°reas usadas como horta, v√°rios projetos tamb√©m s√£o planejados agrega√ß√£o e pontos de encontro, destinado √† comunidade local e √† agrega√ß√£o de vizinhan√ßa.

particelle di orto urbano

O projeto Cultami é parte de uma perspectiva mais ampla reorganização de áreas metropolitanas e periféricos da cidade de Milão, em vista do evento da Expo 2015. Apenas alguns dias atrás, ele deixou por ocasião da EXPOVISIONS, também a nova competição de ideias Changemakers para a Expo Milão 2015, visando identificar o desenvolvimento de 10 projetos inteligentes. Jovens talentos com menos de 30 anos eles são chamados a fazer propostas verdes e sustentáveis várias áreas de interessecomo a mobilidade sustentável, o consumo de energia ou a gestão dos fluxos turísticos, sempre tendo no coração o slogan do evento: o Planeta, Energias para a vida. Para a ocasião, um portal específico e para os designers selecionados, também será disponibilizado em Milão, um laboratório com equipamento especial e ferramentas tecnológicas.



Vídeo: MOBILIDADE URBANA EM MILÃO (HD)