Cinco coisas para saber sobre o plano de casa

H√° cinco elementos fundamentais contidos no texto do Decreto-lei 47/2019 (Piano Casa Lupi) e que analisamos detalhadamente neste artigo.

Cinco coisas para saber sobre o plano de casa

Qual é o plano de casa?

plano de casa

o Planta da Casa foi introduzido pela primeira vez na legislação italiana pelo governo de Berlusconi em 2008.
Esta √© uma lei que permite a amplia√ß√£o dos edif√≠cios existentes, em derroga√ß√£o aos instrumentos de planejamento vigentes, com o objetivo de incentivar a recupera√ß√£o econ√īmica por meio da atividade construtiva.
Desde então, no entanto, o termo Planta da Casa Ele tem sido usado para se referir a todos os pacotes regulatórios que contêm várias medidas sobre o mundo da casa, criando assim um pouco de confusão.
O √ļltimo a ser renomeado dessa maneira √© o D.L. 47/2014, desenvolvido pelo Ministro dos Lobos de Infraestrutura e recentemente aprovado.
Existem cinco elementos fundamentais que o texto contém e que analisamos aqui com mais detalhes.

Habitação social e habitação social

O principal objetivo do decreto é aumentar a oferta de habitação popular disponíveis no mercado, através da recuperação e reestruturação das existentes, que estão frequentemente a desmoronar e, portanto, inutilizáveis. Desta forma, visa recuperar cerca de 12.000 casas.
Para promover este objectivo, s√£o disponibilizados fundos para os Munic√≠pios que s√£o activados neste sentido, com um investimento estatal de aproximadamente 568 milh√Ķes de euros.
Espera-se também a recuperação de liquidez adicional através da venda de habitação aos mesmos arrendatários de habitação social, com o mecanismo do Alugar para comprar, ou seja, um sistema que permite considerar o aluguel já pago como uma espécie de adiantamento a ser descontado no preço final da casa.
No entanto, o inquilino terá a possibilidade de adiar o resgate do alojamento no sétimo ano e, entretanto, as despesas para a sua gestão permanecerão nas mãos do órgão responsável.
Em troca, ele n√£o poder√° revender a casa antes de 5 anos.

Ocupação abusiva de habitação

Embora, por um lado, o decreto vise dar resposta à procura de acesso à habitação do grupo de rendimento mais baixo, por outro, visa também combater o fenómeno do emprego ilegal de habitação.
Para esse efeito, na verdade, impede o acesso à residência e a conexão dos serviços aos inquilinos que ocupam ilegalmente um alojamento.
Mais precisamente, √© discutido art. 5 que pro√≠be a liga√ß√£o de √°gua, electricidade e g√°s √†queles que ocupam ilegalmente uma casa, tanto p√ļblica como privada, bem como a concess√£o de resid√™ncia pelos Munic√≠pios.

Rendas para alugar

O Plano introduz uma nova taxa para o que diz respeito à cupom seco.
A taxa é reduzida para 10% para propriedades alugadas para taxa acordada, mas em áreas consideradas de alta densidade populacional ou afetadas por desastres naturais e até 2017.
Um decreto subseq√ľente estabelecer√° qual √© a lista das municipalidades permitidas.
o Casa Piano Lupi tamb√©m introduz a possibilidade, para os inquilinos com um rendimento inferior a ‚ā¨ 15.000, de deduzir at√© 900 euros do aluguel pago, duplicando assim o limiar anterior, que era de 450 euros.

Inocência defeituosa

Uma mudan√ßa importante diz respeito Fundo para atrasos in√≥cuos. Gra√ßas a uma provis√£o de 241 milh√Ķes de euros para somar aos 140 j√° previstos, o Plano da C√Ęmara permite aos munic√≠pios pagar diretamente aos propriet√°rios os montantes que n√£o podiam ser cobrados pelos inquilinos, porque, por exemplo, perderam seus empregos.
Desta forma, os proprietários podem ser imediatamente pagos, emitindo um recibo direto ao Município. A disposição é, portanto, favorável a ambos e aos inquilinos.

B√īnus m√≥veis

b√īnus m√≥veis

A refer√™ncia a b√īnus m√≥veis foi inclu√≠do no decreto em um momento posterior, para colocar um peda√ßo √† quest√£o da restri√ß√£o de custo introduzida pela Lei de Estabilidade.
Em resumo:
a Lei de Estabilidade tinha introduzido para o b√īnus m√≥vel um restri√ß√£o de despesas assim, mesmo que o teto para a compra de m√≥veis fosse de 10 mil euros, os custos dessa compra n√£o poderiam ser maiores do que os das obras.
A lei sofreu várias vicissitudes e foi repetidamente introduzida e depois cancelada, devido à incapacidade de converter algum decreto em lei.
Portanto, uma palavra definitiva era necessária e, por esse motivo, o Plano da Casa cancela definitivamente a restrição de despesas: em suma, você pode comprar até 10 mil euros de móveis, mesmo que o custo da reestruturação fosse de apenas algumas centenas de euros.



V√≠deo: 5 COISAS QUE VOC√ä PRECISA SABER SOBRE SATAN√ĀS E SEUS DEM√ĒNIOS - Palavras de F√©