Taxas de condomínio, como desafiá-las

Cada condomínio, pelo simples fato, pode ser definido como tal (ou seja, proprietário

Taxas de condomínio, como desafiá-las

Spese

Cada condomínio, pelo simples fato de ser definível como tal (ou seja, proprietário, ou usufrutuário, de uma unidade imobiliária localizada em um condomínio), é obrigado a participar despesas para a conservação e uso de coisas comunsA parte das despesas é inequivocamente demonstradaart. 1123, primeiro parágrafo, c., para uma série de intervenções é quantificada de acordo com os milésimos de propriedade. Para certos tipos de custos o mesmo código civil prevê critérios diferentes dos que foram testados.Você deveria pensar em trazer os exemplos mais conhecidos para os custos de manutenção e reconstrução das escadas (art. 1124 c.c.) ou aos chamados custos de utilização (por exemplo, sistema de aquecimento) a dividir de acordo segundo parágrafo do art. 1123 c.cNesse contexto, o administrador do condomínio pode pedir somas de dinheiro de duas maneiras: a) com base em orçamento ou relatório final aprovado regularmente pela assembleia b) com base num provisão própria em virtude de um poder geral de dispêndio dedutível de todo o seu poder (vide última sentença de 3 de dezembro de 2010 n° 24654). Pode acontecer que um condomínio esteja em discordo do que você pede administrador.As razões eles basicamente podem ser três: a) por erro na distribuição de custos, b) para incompetência para solicitar essa despesa; c) para não ter que participar com essa despesa (pense no caso de condomínio parcial).O que fazer nesses casos?

Spese

Existem duas soluções
e variam de acordo com o ato com base no qual o agente dos condomínios pede aos seus representantes por cotas pedido é baseado no relatório de gestão É claro que o condomínio deve contestar, possivelmente contestando, esta disposição, neste caso, de fato, a menos que o gerente aplique incorretamente o que foi decidido pela assembléia. é tal decisão para conter o objeto do desafioVocê pensa, para dar um exemplo, repartição dos custos do trabalho de manutenção o custo do qual, por decisão tomada por maioria de votos da assembléia, é dividido em partes iguais e não com base em milésimos de propriedade. O condomínio, justamente insatisfeito com esta decisão, deve opor-se desafiando a resolução não ser suficiente para desconfiar do administrador para aplicar um critério diferente.Ao contrário do caso de desacordo em uma despesa solicitada pelo administrador com base em uma provisão própria.Em tais circunstâncias, o coproprietário deve contestar diretamente o ato de seu representante autorizado nas formas referidasart. 1133 c.c.



Vídeo: FINALMENTE ENTREI NA PASSAGEM SECRETA DA NETOLAND !!!