Cargas elétricas em casa

Qualquer equipamento conectado a um sistema elétrico, do qual ele consome energia para sua operação, é considerado uma carga elétrica.

Cargas elétricas em casa

o n√ļmero de cargas el√©tricas o que temos em casa pode pesar nas contas de eletricidade; o √ļltimo √© determinado pelo n√ļmero de horas durante as quais as v√°rias cargas absorvem a corrente el√©trica.
Para carga elétrica, queremos dizer qualquer aparelho que, conectado a um sistema elétrico, absorve a energia necessária para o seu funcionamento, geralmente no ponto de fornecimento de eletricidade, que é a tomada de parede clássica.

Riscos de cargas elétricas

Cada plugue, com o cabo de força relativo de um aparelho, é dimensionado para absorver uma certa quantidade de eletricidade, sob a forma de corrente e tensão de alimentação, com um valor máximo de 230 V.
Por esta razão, nunca se deve substituir um plugue elétrico fornecido com um aparelho, por outro, por exemplo, substituir um plugue dimensionado para um determinado valor de corrente por outro compatível.
Desta forma, poderia ser usado emerro trivial de substitua um soquete de 10A por um de 16A, comprometendo o funcionamento correto do aparelho e provocando um sobreaquecimento perigoso da tomada de admissão elétrica.
A maioria dos aparelhos absorvem poderes elétricos significativo, não menos de 1 kW, eles têm cabos de energia com 16A plugues elétricos.

Extens√Ķes e multiprese

Os riscos descritos acima tornam-se insignificantes no caso de uso de extens√Ķes, para atender a necessidade de ter mais pontos de fornecimento de energia el√©trica ou chegar a um ponto n√£o posicionado pr√≥ximo a um soquete.
um fator de risco

cozinha eletrodomestici

das extens√Ķes √© uso contempor√Ęneo de todas as tomadas dispon√≠veis, os chamados chinelos. O cabo de energia das extens√Ķes, na verdade, n√£o √© capaz de suportar a corrente absorvida por todos os soquetes, se um aparelho el√©trico estiver conectado a cada um deles.
Igualmente arriscado pode ser generalizado multi-tomadas ou chinelos el√©tricosque, apesar de ter a liga√ß√£o √† terra no cabo de alimenta√ß√£o, n√£o garante que chegue √†s tomadas dos chinelos. Da√≠ resulta que os aparelhos el√©tricos, n√£o est√£o conectados ao solo com suas partes mec√Ęnicas e poss√≠veis vazamentos de corrente n√£o permitem a interven√ß√£o do cl√°ssico salva-vidas (dispositivo diferencial de 30 mA), presente em todos os pain√©is el√©tricos ou quadros de distribui√ß√£o em casas comuns.

Os maiores riscos decorrentes do uso das extens√Ķes est√£o ligados aos seus pr√≥prios comprimento. √Č uma boa ideia usar extens√Ķes que n√£o tenham um comprimento maior que dois ou tr√™s metros.

Na verdade, com o comprimento de uma extensão aumenta proporcionalmente o valor da resistência oferecida à passagem da corrente nela. Tendo em conta que o calor produzido por um corpo atravessado pela corrente é por sua vez proporcional ao produto do quadrado da corrente (valor efetivo) para o valor da resistência, segue que mesmo um pequeno valor atual pode produzir em uma extensão muito longa aquecimento excessivo da mesma extensão.



V√≠deo: A-242 ‚Äď PROJETO EL√ČTRICO: C√ĀLCULO DA POT√äNCIA INSTALADA E DE ALIMENTA√á√ÉO EM UM APARTAMENTO