Eletricidade das ondas do mar

Um novo tipo de usina est√° sendo testado na Cal√°bria para produzir eletricidade a partir do movimento das correntes marinhas.

Eletricidade das ondas do mar

No campo de experimentos para a produção de energia limpa, mais uma vez os pesquisadores italianos estão se destacando, através de um projeto desenvolvido pelo departamento de engenharia aeroespacial deUniversidade de Nápoles Federico II em colaboração com a empresa sediada em Bolzano Poder verde de Fri-El que projeta e gerencia plantas de produção de eletricidade renovável.

Mídia EmTudoDesign.com

O estudo, que começará na Villa San Giovanni, na Calábria, pretende explorar movimento de onda do mar para a produção de eletricidade limpa.
A planta, que leva o nome de Poder do mar de Fri-El, √© formado por um estrutura flutuante, consistindo de um pont√£o ou um navio, e uma s√©rie de turbilh√£o posicionado a dist√Ęncias regulares ao longo de um tubo articulado e modular chamado rota√ß√£o.
O tubo √© capaz de alinhar-se com as correntes marinhas, seguindo as poss√≠veis varia√ß√Ķes e tamb√©m atua como um eixo de transmiss√£o do movimento, transferindo a energia captada pelo movimento das ondas para o gerador de corrente el√©trica.
A corrente produzida é alimentada diretamente na rede, através de cabo submarino que conecta cada uma das estruturas flutuantes diretamente ao continente.
As estruturas flutuantes formadas por pont√Ķes e navios s√£o organizadas em grupos de v√°rias dezenas, de modo a formar frotas reais, usadas para produzir energia a partir das ondas do mar.

Ondas do mar

Os resultados obtidos nos primeiros protótipos já foram bastante satisfatórios, tanto que agora um projeto está em estudo 500 kW que será introduzido ainda este ano nas águas do Estreito de Messina, onde as correntes marítimas alcançam uma velocidade de 2,5 metros por segundo.
O modelo consistir√° de um navio com quatro linhas alinhadas, cada uma contendo 5 turbinas de 4 metros de di√Ęmetro, totalizando 20 turbinas.
O projeto de exploração de ondas prevê novos níveis de desenvolvimento para o futuro, a serem implementados quando a tecnologia de hidrogênio atingir um nível adequado de maturação. Então, na verdade, o sistema de energia marítima Fri-el também pode ser usado para para produzir hidrogênio.
Al√©m disso, a fim de captar tamb√©m a energia produzida pelas mar√©s a velocidades muito baixas, um modelo de turbina adicional ser√° colocado em pr√°tica, o que, gra√ßas a um particular difusor de anel, ter√° mais que o dobro de efici√™ncia. O sistema j√° foi testado em t√ļnel de vento e agora ter√° que ser verificado em condi√ß√Ķes reais.
No futuro, portanto, planeja-se equipar o difusor com todas as turbinas, a fim de obter o energia máxima possível, também de correntes marinhas de potência muito limitada e com pequenas turbinas.



Vídeo: A energia que vem do mar - Usina de Ondas do Porto de Pecém - CE