Modificando um poço de elevador

Às vezes é necessário intervir em partes estruturais dos edifícios para adaptá-los às novas exigências funcionais e de planta.

Modificando um poço de elevador

Elevador pré-existente

Durante a hist√≥ria de um edif√≠cio, √© inevit√°vel que o seu caracter√≠sticas de desempenho sofrer uma evolu√ß√£o e, em parte, infelizmente, pode se tornar obsolescente com rela√ß√£o a solicita√ß√Ķes funcionais, sobretudo engenharia de f√°brica.

O fen√īmeno depende principalmente de dois fatores: de um lado, a progresso tecnol√≥gico com a consequente proposta de novas solu√ß√Ķes de design, por outro a constante sobreposi√ß√£o de requisitos regulamentares que obrigam os particulares e as administra√ß√Ķes p√ļblicas a proceder √† adapta√ß√£o de alguns aspectos funcionais.

A esse respeito, recentemente tratei da modificação de uma cavidade pré-existente em um pequeno prédio, distribuído em dois andares, a fim de instalar um sistema de elevador, substituindo um elevador de escada localizado em cada rampa.

Protegendo o sótão

O compartimento de bet√£o armado, instalado no interior do edif√≠cio de alvenaria durante grandes obras de renova√ß√£o realizadas no in√≠cio dos anos 90, n√£o era, devido ao seu tamanho, suficiente para acomodar uma instala√ß√£o em conformidade com as disposi√ß√Ķes actuais sobre superando barreiras arquitet√īnicas.

Para o Decreto Ministerial de 14 de junho de 1989 n. 236 é de fato necessário, em caso de ajuste dos edifícios existentes, que a cabine tem uma profundidade mínima de 1,20 me largura de 80 cm; as portas do piso, com pelo menos 75 cm de largura, também podem ser portas articuladas, desde que possuam um mecanismo de abertura automática.

Escolhido, portanto, o tipo de planta, um elevador hidr√°ulico com pist√£o em tamanho (ie lateral), foi necess√°rio apenas verificar, por meio de opera√ß√Ķes apropriadas de al√≠vio, as caracter√≠sticas do compartimento existente, a fim de propor um projeto de ajuste estrutural adequado; tudo isso levando em conta a necessidade do cliente de intervir rapidamente e com um compromisso financeiro limitado.

Os trabalhos diziam respeito ao alargamento da cavidade através do demolição de um feixe betão armado, antes de fixar as partes do edifício em causa ea introdução de um estrutura de perfil de aço adequado para suportar uma parte restante da laje de concreto.

Nova estrutura de aço

Transporte já dimensionado e pronto para montagem no local, as vigas de aço permitiram realizar o trabalho em apenas três dias e deixar uma situação post operam bastante limpa e definida, enquanto se aguarda a execução do necessário trabalhos de acabamento: o remendo o piso para os extrados do piso (em correspondência com as placas de ancoragem embutidas na mesa) e o mascaramento das novas vigas, para os intrados, com uma estrutura de gesso cartonado.
Obviamente, como se tratava de uma intervenção referente a estruturas de concreto armado e aço, o projeto teve que seguir oprocesso autorização e procedimento previsto: arquivamento dos documentos junto à regional competente, aguardando parecer favorável, execução dos trabalhos, teste.



Vídeo: Idoso morre ao cair em fosso de elevador em Santa Catarina