Documentação condicional, obrigações de conservação e entrega

A documentação do condomínio mantida pelo diretor administrativo deve ser diligentemente mantida e entregue ao seu sucessor sem demora.

Documentação condicional, obrigações de conservação e entrega

Documentação Condominial

documentos

O código civil contém a lista específica de alguns toras e a indicação genérica de outros papers que o administrador do condomínio é obrigado a manter: este é o chamado documentação do condomínio.
Vamos começar pelos registradores. O Código Civil (artigo 1130, parágrafos 6 e 7) menciona:
a) o registro de escritório de registro de condomínio;
b) o registro de contabilidade;
c) o registro do verbal;
d) o registro de nomeação e revogação do administrador.
Vamos ver brevemente o que é.
L 'escritório de registro de condomínio é aquele cadastro no qual estão inseridos uma série de dados (referência do condomínio e suas unidades imobiliárias) que o administrador deve manter constantemente atualizado com a participação leal (e devida) do condòmini. Não colaborar na manutenção desses registros pode significar ser cobrado pelos custos de busca de informações não comunicadas.
o registro contábil é esse documento em que o administrador é obrigado a anotar todas as somas coletadas e pagas durante o gerenciamento da estrutura. A anotação, diz o art. 1130 n. 7 do Código Civil, deve ocorrer no prazo de trinta dias a partir da execução da transação (entrada e saída); o registro, especificando a mesma norma, também pode ser mantido de maneira eletrônica.
o registro da ata é esse documento - ao qual se anexa o regulamento do condomínio onde são adotadas e portanto as tabelas milésimas - no qual são relatadas as atas das assembleias realizadas, nas quais se destacam também as possíveis não constituições da assembléia, as deliberações bem como as breves declarações de condomínios que o solicitaram. De fato, o registro das atas não é outro senão o conjunto de atas das assembléias realizadas ao longo do tempo.

Documentos Condominiais

o registro de nomeação e revogação do administrador, que juntamente com o registro de registros representa uma novidade introduzida pela reforma do condomínio, é aquele documento em que se notam as nomeações e revogações, inclusive judiciais com indicação dos detalhes da prestação, dos administradores do condomínio. Este registo é particularmente útil porque os administradores revogados da Autoridade Judicial já não podem ser nomeados como administradores desse edifício (ver artigo 1129, décimo terceiro parágrafo, c.c.).
Mente: a manutenção regular desses registros é a principal tarefa do administrador. Isso significa que, se não houver administrador, não há obrigação de manter a documentação.
Juntamente com os registros existem uma série de outros documentos: o art. 1130 n. 8 c.c. refere-se ao documentação técnico-administrativao art. 1130-bis ai documentos comprovativos das despesas, etc.
Considere, para a primeira das duas indicações, a documentação relativa a instalações comuns (aquecimento, elevador), para a prática de renovação do edifício, etc...
Da mesma forma, no caso dos chamados documentos comprovativos, ou seja, documentos justificando as despesas incorridas (ex. faturas eletricidade, etc.).
Da mesma forma, o administrador é obrigado a salvar toda a documentação referente à conta corrente do condomínio.
O administrador que não cumprir as obrigações de conservação adequada da documentação do condomínio pode ser revogada pela Autoridade Judicial para graves irregularidades na gestão. Isso certamente acontecerá com relação à manutenção regular de registros, enquanto que para outros documentos a avaliação deve ser feita de tempos em tempos.

Entrega de documentação do condomínio

Além de ser obrigado a salvar este tipo de documentação, o administrador também deve entregá-lo. Esta ação tem um destinatário duplo:
a) um condomino;
b) o novo administrador.
A lei é clara: o administrador é obrigado a entregar uma cópia dos registros e documentos para cada condomínio que o solicite. As despesas para a produção das cópias são cobradas dos requerentes. Em comparação com os registros, além desta obrigação, há também a de permitir a sua visão livre por nomeação (cf. art. 1129, segundo parágrafo, c.).
O administrador que não evita os pedidos feitos por seus representantes pode ser revogada também com recurso à Autoridade Judicial.
Da mesma forma, o administrador é obrigado a entregar ao seu sucessor todas as coisas e documentos relacionados com o edifício, o mais rapidamente possível e sem que isso lhe dê direito a compensação adicional (cf. art. 1129, oitavo parágrafo, c.).
L 'administrador de entrada onde a documentação não é entregue, ele pode agir em tribunal para este fim, ativando um procedimento urgente (o chamado antigo art. 700 cp.c.), sem necessidade de autorização prévia da Assembleia Geral (ver Tribunal de Turim, ord. 8 de julho de 2014). A falta de entrega também pode resultar em acusação por peculato (artigo 646 do Código Civil italiano).
Além de seu sucessor, o administrador é obrigado a entregar o documentos condominiais a um dos condòmini, onde a revogação não segue um novo compromisso, pois não é obrigatório.



Vídeo: