Carlo Aymonino faleceu

Na noite entre 3 e 4 de julho, ele foi para 84 anos depois de uma longa doença, um dos mais famosos planejadores e arquitetos italianos, Carlo

Carlo Aymonino faleceu

Na noite entre 3 e 4 de julho, ele foi para 84 anos, após uma longa doença, uma das mais conhecidas planejadores urbanos e arquitetos Os italianos, Carlo Aymonino.

Nascido em Roma em 18 de julho de 1926, ele era sobrinho de Marcello Piacentinipor sua vez, um grande urbanista e arquiteto, protagonista dos vinte anos fascistas da Itália, que desde muito cedo apoiaram sua predisposição para a disciplina, grande influência em sua formação cultural também teve obras de grandes pintores, como Mafai, Scialoja, Melli, Guttuso.

Carlo Aymonino © Copyright ANSA

Graduado em 1950, o ponto de referência dos primeiros anos de atividade foi o neorealism. Nestes anos o projeto do Palácio da Tartaruga em Roma com Ludovico Quaroni e o bairro Espinhos brancos em Matera, com o próprio Quaroni e Mario Ridolfi.

A década de 1960 viu sua empresa mudar para a Lombardia, onde construiu o complexo residencial Monte Amiata del Gallaretese em Milão, com a contribuição, entre outros, de Aldo Rossi, um distrito que representa, segundo muitos, o culminar de pesquisas sobre novas ciências urbanas.

A partir da década de 1970, os projetos paraUniversidade de Florença, para oUniversidade de Calabrie, para o palácio da justiça Ferrara, para o Campus da Escola de Pesaro, projetos mais recentes para edifícios residenciais na Giudecca em Veneza, em Pesaro, no Tor Sapienza em Roma, o sistema de praças no centro de Terni, sistemas multiusos em Scandicci, em San Donà del Piave, na Via Ostiense, em Roma.

Mas uma de suas obras mais famosas, e tamb√©m entre as mais recentes, √© sem d√ļvida a sal√£o do Campidoglio que abriga a est√°tua de Marco Aur√©lio e os restos do Templo de J√ļpiter.

Paralelamente à atividade do projeto, realiza o acadêmico, como um professor universitárioprimeiro em Palermo e em Veneza, onde também esteve reitor do IUAV, e depois para Roma, onde ele ensina Composição Arquitetural na Sapienza até 1993.

Envolvido também na política, ele realizou entre 1981 e 1985 a posição de Conselheiro do Centro Histórico no Município de Roma.

A √ļltima competi√ß√£o arquitet√īnica que o viu como protagonista e vencedor, em um grupo com Francesco Bocchino, Salvatore Solaro, Rocco Antonio Gravinese, Elia Schiavo, Gaetano Festa, Valerio Scozzafava e Carmela Ilaria Cennamo, foi o Cidade dos Filhos de Frattamaggiorena prov√≠ncia de N√°poles.

Assim, deixa-nos um legado importante n√£o s√≥ de obras conclu√≠das, mas tamb√©m de insights te√≥ricos, em que ele tentou investigar e superar as complexas contradi√ß√Ķes entre a escala urbana e a dos detalhes arquitet√īnicos.



Vídeo: Mostra Laboratorio Italia: Maestri - Nicola Pagliara