Os diferentes tipos de hipoteca e métodos de cancelamento

A hipoteca é um direito de garantir o credor. Existem diferentes tipos e métodos para extinguir ou excluir. Vamos analisar em detalhes o que a lei diz

Os diferentes tipos de hipoteca e métodos de cancelamento

O que é uma hipoteca?

A hipoteca √© uma direito real de garantia, √© estabelecido um defesa das raz√Ķes da credor.
Pode ser de três tipos:
- hipoteca volunt√°ria:
- hipoteca legal;
- hipoteca judicial ou sentença

Hipoteca volunt√°ria

√Č concedido pelo devedor ou por um terceiro garantia da d√≠vida, como o empr√©stimo hipotec√°rio. Na pr√°tica, temos quando assinamos uma hipoteca e voluntariamente identificamos a casa ou outro ativo como garantia da d√≠vida contratual.

Ele intervém quando ocomprador de um bom não paga o preço total acordado, ou quando o herdeiros uma boa licença de pagamentos pendentes.
Está previsto em nossa lei sobre a estipulação de contratos para a compra e venda de um imóvel e é estabelecido para proteger o pagamento da soma devida do comprador ao vendedor, é usado para garantia e proteção cobrado aos contribuintes que não cumprem com os valores a receber da Receita.
Se houver acordo entre as partes, estas podem renunciar ao registo da hipoteca, porque n√£o √© considerado necess√°rio como garantia ou porque o montante acordado √© pago diretamente ap√≥s a assinatura. E tarefa do not√°rio insira a vontade de ren√ļncia na escritura de venda.

Hipoteca judicial

Também disse hipoteca por sentençaé o que é decretado por um juize não voluntariamente escolhido solicitado por um credor como resultado de uma sentença para pagamento de uma quantia, o cumprimento de uma obrigação ou compensação por danos.

Hipoteca judicial


Al√©m de julgamentos civis e ai decretos injuntivos Executivo declarado, entre as medidas que envolvem o registro de uma hipoteca, est√£o tamb√©m as julgamentos criminais que incluem obriga√ß√Ķes civis e administrativas. O registro n√£o precisa ser final.

Como se forma a hipoteca?

A hipoteca dura vinte anos e √© constitu√≠do por um escrita privada ou para ato p√ļblico que se tornam v√°lidos e eficazes somente se registrados em registros p√ļblicos de im√≥veis.

Estabelecimento de uma hipoteca


em nota de registro que √© apresentado aos escrit√≥rios competentes deve necessariamente conter alguns instru√ß√Ķes:
‚ÄĘ a descri√ß√£o dos ativos;
‚ÄĘ dados de identifica√ß√£o do credor, devedor, terceiro provedor hipotec√°rio e seus c√≥digos fiscais;
‚ÄĘ a quantia para a qual a hipoteca foi estabelecida;
‚ÄĘ a taxa de juros dos pagamentos.
se a hipoteca é voluntária o registro é feito pelo credor; se ao invés disso a hipoteca é legal o registro ocorre oficialmente pelo registrador, enquanto na hipótese de hipoteca judicial o credor terá que apresentar a sentença ao conservador solicitando o registro.

Grau de hipoteca

Pode acontecer que, com o mesmo bem, estejam mais hipotecas registradas: a hipoteca registrada pelo primeiro credor ser√° considerada primeiro grau; a do segundo, de segundo graue assim por diante.

O que as notas indicam?

Os graus estabelecem a garantir prioridade, ou seja, o credor de primeiro grau terá para primeiro o direito de satisfazer plenamente a sua reivindicação sobre a propriedade hipotecada, os outros terão direito à parte remanescente, se ela permanecer, em relação ao grau da hipoteca.
Se eles chegarem mais pedidos contempor√Ęneo e o conservador lhes d√° o mesmo grau de registro, a quantia realizada pela venda do bem ser√° dividido com um crit√©rio proporcional √†s reivindica√ß√Ķes reivindicadas.
A lei também é prevista por lei substituição no grau de hipoteca, disse sub-rogação, por parte dos credores de volta, que assim adquirem mais possibilidades de recuperar o montante devido.

Hipoteca da vida: uma nova forma de financiamento

Além dos tipos clássicos de hipoteca por algum tempo você pode usar uma nova forma de hipoteca disse empréstimo de vida.
Nós falamos de um tipo de financiamento, um longo prazo, sem parcelas, assistido por primeira hipoteca destinado a pessoas que têm mais de 60 anos de idade com um título de propriedade em uma propriedade residencial. O mecanismo é projetado de maneira a não prevê reembolsos de qualquer tipo, nem mesmo por juros, até que o contratante morra; despesas e juros são capitalizados e vencem somente no vencimento.
o valor o empréstimo é variável de um mínimo de 15% e um máximo de 50% do valor e é Proporcional à idade do mutuário, quanto maior a idade e maior o montante do empréstimo, e do valor da propriedade.

Hipoteca vitalícia


o valor da propriedade é geralmente estabelecido por um perito imobiliário, com um estimar avaliação, na indicação do credor.
o reembolso, a menos que haja um voluntariado precoce, √©, portanto, da responsabilidade dos herdeiros e deve ser executado em uma √ļnica solu√ß√£o dentro de 10 a 12 meses ap√≥s o desaparecimento do mais longo dos contratados.
Nesta fase, os herdeiros têm a possibilidade de pagar com liquidez disponível a partir de para conservar o edifícioou vender a casa e com os recursos para atender a parte restante do empréstimo.
Na It√°lia, a lei identifica como sujeitos autorizados a fornecer financiamento bancos e intermedi√°rios financeiros.

Qual é a diferença entre extinguir e cancelar uma hipoteca?

aparentemente extin√ß√£o e cancelamento eles s√£o sin√īnimos, mas n√£o s√£o.
Uma coisa é pagar uma hipoteca e outra para cancelar uma hipoteca.

Extinção de hipoteca

Apagando uma hipoteca significa torn√°-lo inutiliz√°vel.
A extinção de uma hipoteca, de acordo com o Código Civil, ocorre quando:
‚ÄĘ a d√≠vida est√° totalmente paga;
‚ÄĘ o credor renuncia ao cr√©dito garantido pela hipoteca ou pela pr√≥pria hipoteca;
‚ÄĘ o prazo para a hipoteca √© atingido;
‚ÄĘ existe uma condi√ß√£o acordada na partida que prev√™ o cancelamento da hipoteca;
‚ÄĘ 20 anos decorridos desde o registro da hipoteca sem que seja solicitada sua renova√ß√£o (√© prescrito);
‚ÄĘ a propriedade hipotecada perece;
‚ÄĘ √© ordenado por um tribunal.
Portanto, se essas condi√ß√Ķes ocorrerem, ohipoteca n√£o existe mais, mas formalmente ainda pode aparecem nos registros e ainda √© vis√≠vel, por exemplo, atrav√©s de um teste de hipoteca.
Para que a hipoteca não esteja mais presente e ninguém possa encontrá-la novamente, após uma visita, é necessário solicitar cancelamento de todas as notas relativas à propriedade.

Cancelamento de hipoteca

O modo de cancelamento de uma hipoteca, no entanto, varia de acordo com as características do mesmo.
Uma hipoteca volunt√°ria pode ser cancelada de duas maneiras:
- em forma automática, por exemplo, no final do pagamento de uma hipoteca. Neste caso, é dever do banco, sem qualquer encargo para o cidadão, comunicar no prazo de 30 dias aos escritórios competentes a extinção completa da dívida; Após receber a comunicação, a Agência Terrestre procede ao cancelamento da hipoteca.
A lei não prevê penalidades no caso de o banco não prever a comunicação da extinção, portanto, para evitar o esquecimento, deve imediatamente fazer um pedido por escrito.
- por escritura notarial em que o profissional elabora um documento, chamado ato de consentimento ao cancelamento de uma hipoteca, assinado pelo credor. As despesas, tanto do notário como das da procuradoria do banco, serão pagas pela pessoa que pagou o empréstimo e pediu o cancelamento, que é o devedor.
Para o cancelamento de umhipoteca judicial, determinado por um magistrado, é preciso seguir um procedimento judicial que emite a ordem de cancelamento da sentença que havia estabelecido a própria hipoteca.
o procedimento não é curto e não tem efeito imediato, mas se a dívida foi paga, a prática definitivamente tem um resultado positivo.
No caso em que o cancelamento efetivo da hipoteca demora muito tempo e é necessário para provar isso, isso pode ser feito através de i documentos de consentimento ao cancelamento firmado pelo credor, que tem valor legal.



V√≠deo: Estrategia sobre c√≥mo ahorrar a√Īos y reducir hipoteca