Definições da quarta conta de energia, parte 1

Em 05/05/2019, o D.M. que define as características e a terminologia da quarta conta de energia: condições, datas e colocações.

Definições da quarta conta de energia, parte 1

painéis

o Decreto Ministerial de 05.05.2011 n. 109 estabeleceu definitivamente os critérios de referência para incentivar a produção de eletricidade com sistemas fotovoltaicos e o desenvolvimento de tecnologias relacionadas; o apoio por meio de incentivos está relacionado com os objetivos a serem alcançados anualmente, em termos de potência instalada no país e as previsões de despesas relacionadas.

Para os propósitos de uma interpretação correta e simples do mesmo Decreto n. 109 em seu artigo três as principais definições são relatadas, entre as principais: condições nominais, custo de investimento, data de entrada em operação da usina, eletricidade do sistema fotovoltaico, sistema fotovoltaico com e sem características inovadoras, sistema fotovoltaico construído em um prédio, energia par.

para condições normais isto se refere às condições sob as quais testes de painéis fotovoltaicos foram realizados para avaliar seu desempenho, de acordo com os padrões do CEI e o CEI 82-85 Guide; para custos Investimento significa os custos totais necessários para a construção do sistema fotovoltaico.

data

o data de entrada em operação do sistema fotovoltaico é a data a partir da qual ocorreram as seguintes condições: a usina está conectada em paralelo com o sistema elétrico, todos os medidores necessários para contabilizar a eletricidade produzida e trocada com rede, todas as obrigações de acesso às redes elétricas são cumpridas.

A definição de eletricidade produzido de um sistema fotovoltaico está relacionado ao modo de conexão à rede elétrica da mesma planta; para plantas ligadas à rede de média ou alta tensão, a eletricidade produzida é aquela medida em baixa tensão a jusante do conversor de corrente contínua em corrente alternada; essa medição deve ser realizada antes que a energia elétrica seja disponibilizada, pois o equipamento elétrico da pessoa responsável pela usina ou antes, transformado em média ou alta tensão, é alimentado na rede.

No caso de conexão da usina a redes elétricas de baixa tensão, a definição de eletricidade produzida pela usina fotovoltaica é aquela que é medida a jusante do conversor de corrente contínua em corrente alternada e possível transformadores de isolamento e / ou adaptação, antes que possa ser utilizado por equipamentos elétricos, da pessoa responsável pelo sistema, através de sua própria rede.

átomo

Uma planta ou um sistema fotovoltaico significa uma planta de produção de energia elétrica que explora aefeito fotovoltaica realiza uma conversão direta da radiação solar, consiste em vários módulos, um ou mais equipamentos alternativos de conversão de corrente contínua e outros componentes elétricos e eletrônicos.

Para sistemas fotovoltaicos integrado com características inovadoras, queremos dizer sistemas fotovoltaicos feitos com módulos não convencionais e componentes específicos que podem substituir componentes arquitetônicos; as especificações técnicas de referência são definidas no anexo 4 da mesma norma D.M. 05.05.2011.

Anexo dois do D.M. 05.05.2011 define as modalidades de localização para identificar o que são definidos como sistemas fotovoltaicos construídos em edifícios.

Para potência nominal, de pico ou a placa de um sistema fotovoltaico significa a soma das potências elétricas da usina pretendidas como as nominais, de pico ou placa de número dos módulos individuais que compõem a planta; este último medido de acordo com as condições nominais descritas acima.


ing. Vincenzo Granato



Vídeo: O Que é Energia? Aspectos e definições importantes - Parte 1