Provis√Ķes do administrador

O administrador é o representante dos condomínios. Ele age em seu nome e com a finalidade de gerenciar as partes comuns do edifício.

Provis√Ķes do administrador

Provvedimenti

L 'administrador é o representante dos condomínios.
Ele age em seu nome e para o propósito do gestão das partes comuns do edifício.
Basicamente prev√™ pagamentos para utilit√°rios e servi√ßos, representa o condom√≠nio em processos judiciais, prev√™, tamb√©m atrav√©s dos canais legais, a arrecada√ß√£o de contribui√ß√Ķes condominiaisetc.
Sua poderes são contrabalançados de poderes da assembléia que direciona e controla o trabalho.
L 'exercício das prerrogativas do proprietário do condomínio, é expressa através do c.d. medidas do administrador.

Recite oart. 1133 c.c.:As medidas tomadas pelo administrador no √Ęmbito das suas compet√™ncias s√£o obrigat√≥rias para os condom√≠nios.
Contra as disposi√ß√Ķes do diretor eo direito de recorrer √† reuni√£o, sem preju√≠zo do recurso √†s autoridades judiciais nos casos e no prazo previsto pelo art. 1137
.
Vamos começar com um exemplo.
L 'montagem resolveu o limpeza periódica do jardim do condomínio mas não decidiu qual empresa confiar a tarefa e a que preço, delegando tudo ao administrador.
Este √ļltimo escolhe a empresa e no primeiro apresenta√ß√£o de fatura, pois esse item de despesa n√£o est√° inclu√≠do no or√ßamento de gerenciamento pergunta aos cond√īminos a respectiva taxa de participa√ß√£o.
Um similar disposição deve ser considerada obrigatória para todos os co-proprietários e pode levar a umação legal para recuperação de crédito.O que fazer se você não concorda?

Provvedimenti

Em primeiro lugar dissidentes podem fazer apelar para a assembléia, perguntando, por exemplo, um chamada ad hoc da maneira indicada no primeiro parágrafo doart. 66 Disponível att. cco reunião de condomínios servirá para ratificar ou invalidar a provisão dell'amministratore.In alternativa o recurso para a autoridade judicial solicitar a anulação dessa disposição.
Pensa-se no caso do administrador que, por iniciativa própria, tem que pedir, às expensas dos condomínios paisagismo do átrio do condomínio.
Nestas circunst√Ęncias, cada condom√≠nio que considera a provis√£o ileg√≠tima pode usar os m√©todos indicados peloart. 1137 c.c. (30 dias a partir da sua ado√ß√£o e / ou comunica√ß√£o) para ouvir o cancelamento declarado.
em casos mais graves, pense, para a√ß√Ķes como aluguel ou venda de partes comuns (por exemplo, acomoda√ß√£o do porteiro) decididas sem a transi√ß√£o da assembl√©ia, o a provis√£o do administrador deve ser considerada nula e como tal pode ser desafiado a qualquer momento.anota√ß√£o final: qualquer provis√£o do administrador relativos √† gest√£o do condom√≠nio (com exce√ß√£o de casos de excesso de poder ou ilegalidade do ponto de vista penal) podem ser curado pela assembl√©ia mais tarde, nesse caso, quem quiser contestar essa decis√£o √© obrigado a desafiar a resolu√ß√£o e n√£o a provis√£o do administrador.
Precisamente por este motivo é sempre aconselhável tentar resolver o problema dentro do condomínio, antes de ir a tribunal.



Vídeo: Administração - INTRODUÇÃO À CONTABILIDADE - Competência #1