Revestimentos de ferrugem de aço Corten também na fachada

A oxida√ß√£o natural do a√ßo corten cria trabalhos e revestimentos de fachadas muito cenogr√°ficas caracterizadas pela eleg√Ęncia invulgar da cor da ferrugem

Revestimentos de ferrugem de aço Corten também na fachada

Aço Cor-Ten, um paradoxo material

L 'A√ßo Cort-Tendo ingl√™s Resist√™ncia √† corros√£o + for√ßa TENsileisso √© alta resist√™ncia √† corros√£o e mec√Ęnica, √© um a√ßo com baixo teor de elementos de liga (cobre, cromo, f√≥sforo, n√≠quel), faz parte dos tipos definidos de a√ßo, na verdade tamb√©m √© chamado a√ßo patinado.
Sua patente remonta a 1933, lan√ßada pela Estados Unidos Steel Corporation, que √© seguido por pesquisa e desenvolvimento com as primeiras aplica√ß√Ķes arquitet√īnicas na d√©cada de 1960.

Aço Corten na fachada Seccosistemi

Aço Corten na fachada Seccosistemi

Metal corten de Seccosistemi

Metal corten de Seccosistemi

Corten como um revestimento por Cuadra

Corten como um revestimento por Cuadra

Fachadas de corten de metal de Seccosistemi

Fachadas de corten de metal de Seccosistemi

Interior de aço Cor-ten por Seccosistemi

Interior de aço Cor-ten por Seccosistemi

Ele era o arquiteto finlandês Eero Saarinen usar o corten pela primeira vez com a realização do Sede Mundial da John Deere em Illinois em 1964, mostrando o capacidade do material de combinar funcionalidade e estética, posteriormente amplamente utilizado em vários setores, do edifício ao mobiliário urbano até contextos decorativos.
Sem d√ļvida o grande sucesso deste material √© devido ao seu capacidade de auto-proteger-se por agentes atmosf√©ricos.
Aço Corten, de fato, durante o processo de oxidação, ele se veste de patina cuja camada externa é porosa, enquanto a camada fina interna é amorfa e impermeável.
A colora√ß√£o que esta revestimento de corten assume que varia de laranja inicial a marrom avermelhado, formando-se em torno de 18 a 36 meses, sob condi√ß√Ķes ambientais normais, definindo a caracter√≠stica cor de ferrugem, que se presta bem √†s mais variadas solu√ß√Ķes de design.

Aço Cor-Ten: metal brilhante com uma pátina de ferrugem

Um verdadeiro paradoxo material, oA√ßo Corten, com a sua oxida√ß√£o natural, forma uma superf√≠cie patina protetora est√°vel, que impede a extens√£o progressiva da corros√£o no interior. Mesmo se a p√°tina estiver arranhada, o processo de oxida√ß√£o come√ßa novamente para construir uma nova prote√ß√£o. material vivo que se auto-protege.o a forma√ß√£o da patina √© devida a v√°rios fatores tais como: contato com a atmosfera, a√ß√£o fotocatal√≠tica da luz solar, exposi√ß√£o a ciclos alternados de seco e √ļmido, aus√™ncia de estagna√ß√£o permanente com √°gua.

Aço Corten na fachada de Seccosistemi


√Č evidente diferen√ßa de comportamento de a√ßo corten comparado ao a√ßo carbonoDe fato, este √ļltimo, em rela√ß√£o √† a√ß√£o corrosiva devido √† exposi√ß√£o a agentes atmosf√©ricos, cria um filme superficial que √© inconsistente e n√£o adequado para passivar o metal subjacente.
o metal portanto corten tem numerosos vantagens:
- menor custo em compara√ß√£o com outros a√ßos porque, com a mesma resist√™ncia mec√Ęnica, s√£o utilizadas espessuras menores e, portanto, menor peso;
- o resistência à corrosão atmosférica permite a sua uso ao ar livre, mesmo "nu", adquirindo o aspecto vivido característico;
- presta-se a diferentes tipos de processamento: forjamento, desenho, dobra, soldagem, corte e corte de máquina, tornando-o adequado para cada exigência de design.

A√ßo Cor-ten: aplica√ß√Ķes

L 'A√ßo Corten √© um material que, gra√ßas √†s suas caracter√≠sticas f√≠sico-mec√Ęnicas e colora√ß√£o, encontra aplica√ß√£o em v√°rios contextos.
em espaços urbanos, o corten se torna o protagonista capaz de iintegrando formas de design com a paisagem, incentivar um encontro criativo entre arte, história e arquitetura.
Sucesso amplo no setor de móveis outdoor-urbano, onde o material caracteriza os espaços de forma funcional, aprimorando sua aparência estética.
Um exemplo interessante é a realização de Cuadra para o Porto de Numana (AN): a composição do projeto inclui uma série de elementos em aço corten que vão mobiliar o cais do porto, integrando-se com o espaço circundante, através de móveis como bancos, floreiras, postes de amarração, etc.

Cu-ten aço ao ar livre Cuadra


Outro exemplo, de caráter monumental, é constituído pela carrossel entrada para a cidade de Campobasso, caracterizada pela 6 torres altas em aço corten perfurado, cercado por numerosas fontes, projetado pelo Studio Dt Arch & art em colaboração com a empresa Mignogna.

Aço Corten Studio dt Arch & Art - Mignogna


Amplamente utilizado no revestimento de fachadas de edif√≠cios, o corten √© interessante para o seu potencialidade crom√°tica. De fato, a colora√ß√£o, dependendo dos fatores clim√°ticos e atmosf√©ricos, nunca √© a mesma, garantindo assim singularidade e irrepetibilidade para cada realiza√ß√£o √ļnica.
a empresa SECCO Sistemi Spa desenvolveu um processo de oxidação do corten que permite alcançar o efeito desejado de acabamento e cor.
Combinado com o recente desenvolvimento de constru√ß√Ķes pr√©-fabricadas a seco, o corten √© usado no lugar de outros metais para os not√°veis redu√ß√Ķes de espessura e peso, dando a pele dos edif√≠cios isolamento, for√ßa e durabilidade, reduzindo consideravelmente as opera√ß√Ķes de manuten√ß√£o peri√≥dica t√≠picas de uma fachada gessada.
Numerosos exemplos de design encontram corten combinado com madeira, especialmente em renova√ß√Ķes. Recordamos o conhecido projeto de recupera√ß√£o de uma arqueologia industrial de arquitetos su√≠√ßos Herzog e de Meuron, com oObra Social da Caixa, em Madrid, onde a nova extens√£o de 10 mil metros quadrados √© caracterizada por um revestimento de fachada em a√ßo corten.

Aço Cor Ten: os diferentes tipos

O aço Corten é dividido em três tipos que diferem em sua composição química, espessura e, portanto, no tipo de aplicação.
Portanto, de acordo com os diferentes requisitos de projeto, é necessário escolher o tipo mais adequado de aço corten:
- A√ßo Corten tipo A √© chamado al f√≥sforo, tem uma resist√™ncia √† corros√£o 8 vezes maior do que os a√ßos comuns, est√° dispon√≠vel com espessuras de at√© 12,5 mm e √© adequado para aplica√ß√Ķes arquitet√īnicas.

Aço Corten na fachada - Seccosystems


- Aço Corten tipo B, disse al vanádio, tem uma resistência à corrosão 4 vezes maior do que o aço carbono, está disponível com espessura de até 100 mm e é usado para edifícios fortemente estressados.
- A√ßo Corten tipo C tem um resist√™ncia mec√Ęnica consideravelmente maior aos a√ßos do tipo A e B, com resist√™ncia √† corros√£o 4 vezes maior que os a√ßos carbono, at√© 25,5 mm de espessura, adequado para edif√≠cios sujeitos a fortes tens√Ķes.
Alguns devem ser mantidos em mente precau√ß√Ķes durante a implementa√ß√£o:- evitar a estagna√ß√£o da √°gua e preparar condutas para reduzir a possibilidade de manchar as superf√≠cies circundantes com a √°gua da chuva;
- use exclusivamente fixa√ß√Ķes mec√Ęnicas em a√ßo corten e n√£o inoxid√°vel;
- realizar o solda em corten com mais passes, para obter a mesma coloração;
- aten√ß√£o ao corros√£o galv√Ęnica gerado pela combina√ß√£o com materiais nobres como zinco e alum√≠nio.

Corten falso: como reconhecê-lo

O uso generalizado de a√ßo corten nos √ļltimos anos levou √† introdu√ß√£o de in√ļmeros produtos no mercado imita√ß√Ķes deste material, tentando reproduzir seu efeito particular com alguns processos t√©cnicos:

Revestimentos de efeito Corten


1- metalização: consiste na aplicação de uma fina camada de aço corten sobre um aço carbono. Do ponto de vista estético, o efeito é semelhante, mas se a superfície é de alguma forma escló- sita, o processo de reconstrução da patina protetora subjacente não é ativado;
2- pintura: a coloração da ferrugem, típica do corten, pode ser reproduzida por meio de algumas tintas no mercado, no entanto, o componente do material vivo está faltando, como o corten e o efeito resultante é padronizado;
3- oxidação simples: usando outro metal, como o ferro, o processo de oxidação e a formação da ferrugem ocorrem de qualquer maneira, mas, com o tempo, a camada superficial se escama, causando a deterioração do material e não a sua proteção.
Para evitar surpresas desagrad√°veis, √© aconselh√°vel verificar se o material adquirido reflete a Norma EN 10025-5 que define as caracter√≠sticas mec√Ęnicas e qu√≠micas de a√ßos corten e o certifica√ß√£o correta necess√°rio para o fornecimento.



Vídeo: Aplicação Aço Corten