Contenção das ações do administrador

A Cassação, após intervir sobre o assunto com uma decisão em maio passado, volta a tratar das medidas do administrador

Contenção das ações do administrador

Provvedimenti

A Cassação, depois de intervir sobre o assunto com um sentença de maio passado, volta a cuidar das medidas do administrador adotadas nos termos do art. 1133 c.c.A frase que vamos examinar é o n. 13689 de 22 de junho passado.O que as donzelas dizem? em uma frase que é devido acreditar que os condomínios, pela condução ordenada da vida do condomínio, tenham se submetido ao regulamento, atribuindo sua implementação prática à assembléia e ao administrador, de acordo com os poderes e limites estabelecidos no próprio regulamento e na lei.Escusado será dizer que as margens de debatabilidade interpretativa que estão intrinsecamente ligadas à interpretação e à aplicação concreta dos textos normativos e normativos fazem parte do desdobramento fisiológico da vida do condomínio.Por outro lado, o limiar a partir do qual a actividade do condomínio e as actividades do administrador estão relacionadas com a ilegalidade, o que, fazendo razoavelmente referência às disposições da lei ou regulamentos, lembrar o condomínio individual da observância do mesmo.A este respeito, é útil ler a segunda parte da arte. 1133 c.c., projetado para desenhar a tendência comum de relações de condomínio.Afirma-se que, contra as medidas do administrador, é permitida a apelação à reunião, sem prejuízo do recurso às autoridades judiciais nos casos e no prazo previsto no art. 1137.Isso significa que o administrador, mesmo que haja incertezas ou dúvidas de interpretação, pode adotar medidas de alcance mandatório para o condomínio e que ele possa recorrer à assembléia ou mesmo - diretamente - propor recurso de acordo com o art. 1137 c.c. (Cass. 22 de junho de 2011 n. 13689).Como dizer: o administrador é obrigado a aplicar regulamentos e resoluções e a incerteza interpretativa desses documentos não pode ir tão longe a ponto de paralisar sua atividade.Sua prudente apreciação das regras, acrescentamos, terá que ser avaliado, entre outras coisas, em relação à chamada diligência do bom pai da família que o advogado deve observar na execução de seu ofício. quadro geral da situaçãotambém explica como os condomínios podem afirmar suas razões se considerarem o ato do administrador ilegítimo.

Provvedimenti

Os remédios
, eles esclarecem da Piazza Cavour, eles são dois e eles são autônomos entre eles texto da provisão essa é a opinião generalizada que afirma com certeza a contestabilidade imediata da disposição por razões de legitimidade. Existem poucas certezas em relação ao recurso ao juiz quando uma questão de mérito, como a aqui examinada, é controversa.De fato, há aqueles que preferem supor que é necessário antecipadamente ir à reunião para contestar a decisão do administrador.A tese não convence.O texto da codificação prevê o recurso à reunião, sem prejuízo do recurso à autoridade judiciária, permitindo assim a compatibilidade entre os dois recursos do ponto de vista literal. (Cass. 22 de junho de 2011 n. 13689).Última nota sobre o recurso para a autoridade judicial: o importante é que o condomínio, com exceção dos casos de invalidez da provisão, o arquive dentro de 30 dias, a partir do momento em que é conhecido.art. 1137 c.c. contido emart. 1133 c.c. isso também significa isso.



Vídeo: Contenção de dunas