Obras edili sem Dia

Dentro do decreto-incentivos apresentados, surpreendentemente, a norma que abole Dia para muitas interven√ß√Ķes de constru√ß√£o.

Obras edili sem Dia

O decreto passado pelo governo na semana passada, contendo uma s√©rie de eco-incentivos, incluindo aqueles para a compra de cozinhas, eletrodom√©sticos e casas ecol√≥gicas, tamb√©m continha uma regra surpresa que permite realizar algumas interven√ß√Ķes de constru√ß√£o em casa, sem a apresenta√ß√£o pr√©via do Relat√≥rio de Atividades Iniciaise, portanto, sem a intermedia√ß√£o de um profissional.

Mídia EmTudoDesign.com

Este é um procedimento já apresentado no ano passado, com a introdução do Plano da casa e, em seguida, no chamado projeto de lei de simplificação administrativa Calderoli - Brunetta e depois retidos pela oposição das categorias profissionais, que, com razão, temem um aumento dos riscos de segurança, na ausência da figura do Diretor de Obras.
O novo padrão muda oArtigo 6 da Lei Consolidada de Construção (dpr 380/2001), que regulamenta aAtividade de construção gratuita, aumentando o tipo de trabalho que pode ser feito sem o Dia para agilizar a burocracia.
Desta forma, a atividade de construção livre também inclui o trabalho de manutenção extraordinária e oinstalação de painéis térmicos fotovoltaicos e solares, desde que sem tanques de armazenamento externos, e desde que não sejam feitos em áreas A dos municípios, ou seja, os centros históricos.
Na pr√°tica, ser√° poss√≠vel realizar qualquer tipo de interven√ß√£o de constru√ß√£o na casa sem preparar e apresentar um projeto em comum, desde que nenhuma a√ß√£o seja tomada. partes estruturaisou an√ļncio aumentar superf√≠cies e volumes ou o n√ļmero de unidades imobili√°rias.
As obras devem, em qualquer caso, respeitar as regulamenta√ß√Ķes regionais mais restritivas e os instrumentos de planejamento urbano municipal.

Informar o município telematicamente

Antes de come√ßar o trabalho, o propriet√°rio ter√° que informar o munic√≠pio telematicamente, anexando quaisquer autoriza√ß√Ķes exigidas e indicando, no caso de interven√ß√Ķes de manuten√ß√£o extraordin√°rias, o nome daempresa executora.
Tamb√©m desta vez a norma levantou os protestos n√£o s√≥ de associa√ß√Ķes profissionais, mas tamb√©m de associa√ß√Ķes ambientais, como Legambiente, que no decreto incentiva medidas insuficientes para promover um consci√™ncia ecol√≥gica nos consumidores e na aboli√ß√£o do trabalho para numerosas interven√ß√Ķes, um perigo para o parque imobili√°rio italiano, j√° em si mesmo sujeito a s√©rios riscos est√°ticos.
√Č indubit√°vel, de fato, que a implementa√ß√£o de interven√ß√Ķes de constru√ß√£o sem qualquer controle aumentar√° riscos estruturais, desde que o √ļnico a testemunhar que as estruturas de apoio n√£o ser√£o tocadas ser√° o mesmo propriet√°rio e n√£o um t√©cnico, tamb√©m aumentar√° o trabalho preto, porque as obras n√£o ser√£o divulgadas, e nem mesmo o lit√≠gio do condom√≠nio, porque em um pr√©dio ningu√©m vai saber o que o dono de outro apartamento est√° fazendo.
Entre outras coisas, a regra foi apresentada pelo governo como uma forma de implementar o Plano da Casa, que at√© agora tem sido lento para decolar, introduzindo, de fato, contradi√ß√£o de termos, uma vez que o Plano da Casa significa principalmente aumentos volum√©tricos, enquanto, como explicado, a liberaliza√ß√£o das interven√ß√Ķes de constru√ß√£o exclui as amplia√ß√Ķes.
A legislação deve entrar em vigor, como os incentivos ecológicos, a partir do próximo dia 6 de abril, mas, uma vez que está sujeita a regulamentos regionais mais restritivosactualmente, analisando os regulamentos regionais actuais, a "reforma" poderia ser implementada somente na Sardenha e Friuli Venezia Giulia.


arco. Carmen Granata



Vídeo: DIORAMA 1/50 VIVIENDA PLURIFAMILIAR CAPITULO 1-4 EXCAVACION