Site Condominial

A Reforma do Condomínio introduziu a possibilidade de os condomínios possuírem um site para repassar informações sobre a gestão.

Site Condominial

Com a entrada em vigor, em 18 de Junho, da Lei 220 de 2012 de Reforma do Condomínio, a possibilidade é introduzida para os condomínios terem seu próprio site no qual podem passar informações sobre sua gestão.

sito web condominiale

Sobre esta notícia, alguns esclarecimentos precisam ser feitos. Em primeiro lugar, não é um fato novo, porque no passado era possível equipar este instrumento para condomínios que o desejassem, mas essa oportunidade não era regulada por lei.
Em segundo lugar, é bom especificar que não é uma obrigaçãocomo os anúncios de muitas empresas de web design fariam crer.
Na verdade, oart. 25 dos estados da reforma: A pedido da assembléia, que decide com a maioria mencionada no segundo parágrafo do artigo 1136 do código, o administrador deve ativar um site
Internet do condomínio que permite aos titulares consultar e extrair cópia digital dos documentos exigidos pela deliberação dos acionistas. Os custos para a ativação e gerenciamento do site são cobrados dos condomínios.
Por isso, é especificado em que caso e com que maioria do administrador é necessário, a pedido dos condomínios, para ativar este site que, portanto, não é obrigatório, mas ainda continua a ser uma ferramenta muito útil.
De fato, a ativação de um site permite que você gerencie um condomínio com mais transparência e, como acontece frequentemente quando se usa mídia computadorizada, simplificar muitos procedimentos burocráticos.
Vamos ver quais características o site deve ter.

Conteúdo do site do condomínio

A principal característica de um site especificamente projetado para um condomínio é que pode haverárea pública, que pode ser acessado por qualquer pessoa da web, onde podem ser mostradas informações de natureza pública e interesse geral, como o nome do condomínio, a localização, quaisquer fotografias e umárea restrita, que só pode ser acessado por condomínios que executam o login através da inclusão de especificações nome de usuário e senha.
Além disso, deve haver algum tipo de painel de controle, que pode ser acessado pelo administrador com seu próprio nome de usuário e senha para inserir dados e enviar comunicações.

sito web condominiale

Todas as informações privadas e confidenciais, disponíveis através de textos digitais, devem ser incluídas na área de acesso privado.
Entre os documentos de gestão que serão colocados na Net, haverá:
- o texto do Regulamentos do Condomínio;
- cópia do verbal montagens e orçamentos;
- as declarações do despesa deliberada;
- le tabelas milésimas alocação de despesas;
- eu documentos contábeis relativos à gestão de despesas, tais como facturas e pagamentos de impostos;
- o planeamento periódico da gestão do manutenção de instalações e partes comuns.
Será então possível ativar uma ou mais caixas e-mail. Em particular, se o endereço de e-mail for usado pelo administrador para a convocação das assembleias de acionistas, ele deverá ser de um e-mail certificado.
Dentro do site você também pode criar uma área especial blogue, para o qual todos os condomínios podem facilmente acessar e participar para expor qualquer reclamação, mau funcionamento ou expressar suas sugestões. Em suma, um outro modo de confronto, que não pode ajudar a acalmar as mentes, evitando os freqüentes contrastes que ocorrem no condomínio.
Outra função adicional interessante poderia ser a de ativar a possibilidade de prosseguir com o pagamento de despesas condominiais cartão de crédito ou PayPal.
Será então útil disponibilizar no site todos os números úteis fornecedores e pessoal de manutenção, como encanador, eletricista, jardineiro, etc., devem ser contatados diretamente em caso de ausência do administrador.
Para fornecer um serviço completo aos usuários, o site deve obviamente ser acessível 24 horas por dia, não apenas a partir do computador pessoal, mas também de dispositivos móveis, como smartphones e tablets.
Na verdade, até os locais do condomínio, como a maioria dos atuais, terão que ser realizados com técnicas de design responsivo que permitem adaptar o layout gráfico de acordo com o dispositivo multimídia usado para a conexão.

Como criar o site do condomínio

Mesmo que hoje você tenha os meios e conhecimentos para poder criar cada um independentemente de seu website, o networking de um site, especialmente de uma certa complexidade como o condomínio, envolve uma certa dificuldade, desde gerenciamento de domínio à atualização contínua, aos gráficos das páginas, para os quais é aconselhável recorrer a empresas que ofereçam esse tipo de orientação Brosbox.
As despesas relacionadas que, como mencionado, serão suportadas pelos condomínios, devem levar em conta dois elementos:
- o custo para o design e criação do site, que irá variar dependendo de vários fatores, como o número de condomínios, a complexidade gráfica, a quantidade de funções adicionais, etc.;
- o taxa para a gestão anual.
Também para isso, assim como para outras despesas, será bom solicitar mais estimativas ser avaliado e comparado antes de se confiar a atribuição, levando em conta, assim como o preço e o número de serviços oferecidos, também os tempos de realização previstos para completar o trabalho e a disponibilidade para assistência.



Vídeo: Software Seu Condomínio: Sistema de Administração Condominial - Aplicativo de Gestão para Síndico