Escolhas de sistemas de aquecimento

Vários fatores influenciam a escolha de um sistema de aquecimento para um edifício, incluindo a localização dos edifícios e seu isolamento térmico.

Escolhas de sistemas de aquecimento

radiadores

o escolha desistema de aquecimento ao servi√ßo de um edif√≠cio depende de v√°rios fatores, alguns de natureza geral e outros muito espec√≠ficos; entre os fatores gerais existem: o recurso refer√™ncia geogr√°fica, le excurs√Ķes temperatura fora do edif√≠cio, a ocorr√™ncia de fen√īmenos clim√°ticos espec√≠ficos, como o vento ou a presen√ßa de neve etc.
Entre os fatores mais espec√≠ficos, est√£o aqueles relacionados √†s caracter√≠sticas de isolamento t√©rmico do edif√≠ciopara o seu metros c√ļbicos, no momento da ocupa√ß√£o em rela√ß√£o √†s esta√ß√Ķes do ano e aos dias isolados, na presen√ßa de cargas t√©rmicas relacionado ilumina√ß√£o e para o aparelhos presente, a possibilidade de ter um sistema √ļnico tanto para o aquecimento no inverno quanto para o ar condicionado no ver√£o, al√©m da disponibilidade econ√īmica e do uso de combust√≠veis espec√≠ficos.
Para um apartamento standard em um condom√≠nio na cidade, radiadores ou radiadores trabalhando a baixas temperaturas ou alternativamente uma planta fancoil (com a possibilidade de condicionamento de ver√£o) continuam sendo as plantas de refer√™ncia, robustas, simples manuten√ß√£o, alcan√ß√°vel com custos aceit√°veis ‚Äč‚Äče respostas quase imediatas.

Combustíveis e Plantas

A principal escolha deve ser feita em relação para energia primária para ser usado para o gerador de calor, geralmente combustíveis gasosos (gás metano em primeiro lugar) ou eletricidade, com as possibilidades relativas de exploração de recursos energéticos naturais e uso de tecnologias modernas.
O uso do g√°s metano est√° ligado ao facilidade de recupera√ß√£o do mesmo g√°s, gra√ßas √† metaniza√ß√£o dos centros urbanos; Entre as poss√≠veis tecnologias que melhoram a efici√™ncia dos geradores de g√°s combust√≠vel (n√£o apenas o metano), h√° a condensa√ß√£o, mas n√£o √© desprez√≠vel, se existe a possibilidade, a explora√ß√£o da energia solar t√©rmica com a ajuda de coletores que trabalham em simbiose com a caldeira reduzindo o consumo de g√°s e cancelando-o, nas esta√ß√Ķes quentes, para a produ√ß√£o de √°gua quente sanit√°ria.

termo

o uso de eletricidade para geradores t√©rmicos permite a explora√ß√£o do PV, onde existe a possibilidade, tamb√©m como uma forma de investimento a longo prazo, gra√ßas √†s v√°rias formas de incentivo existentes; em qualquer caso, as modernas bombas de calor e / ou chillers, mesmo sem utilizar energia fotovoltaica, como geradores de calor (tamb√©m para a produ√ß√£o de frio) t√™m desempenhos cada vez mais elevados de 3 a 1 na rela√ß√£o entre kWh de energia absorvida e da energia t√©rmica produzida, al√©m da capacidade de modular as absor√ß√Ķes de acordo com as necessidades.

Estas considera√ß√Ķes permanecem v√°lidas independentemente do tipo de sistema escolhido (incluindo sistemas de pain√©is radiantes, padr√£o, radiadores, fancoil ou split) e fornecimento de energia com impacto zero no conforto com desempenho verificado h√° v√°rias d√©cadas.