Cimento Ecosustentavel

O cimento que absorve o dióxido de carbono vem da Grã-Bretanha, e aquele produzido pelo arroz dos Estados Unidos.

Cimento Ecosustentavel

O cimento √© o material que representa uma das principais causas de aquecimento global do planeta, como √© respons√°vel por altas emiss√Ķes de di√≥xido de carbono, direta e indiretamente.
De fato, entre seus principais componentes, existe aóxido de cálcio, (cerca de 64%), obtido para calcinação de carbonato de cálcio, um processo que prevê a emissão de CO2.
Al√©m disso, para produzir cimento, √© necess√°ria uma grande quantidade de energia, que gera uma grande quantidade de di√≥xido de carbono, estimada em aprox. 0,2 toneladas para cada tonelada de produto, o equivalente a 7-8% das emiss√Ķes dos pa√≠ses mais industrializados.

cimento

Embora nos √ļltimos anos eles tamb√©m estejam se desenvolvendo em pa√≠ses como o nosso, onde a tecnologia de concreto armado na constru√ß√£o √© predominante, novos sistemas de constru√ß√£o, do a√ßo √† madeira, ouso de concreto permanece essencial para o momento no campo estrutural. Pelo contr√°rio, estima-se que na pr√≥xima d√©cada a produ√ß√£o aumentar√° em 50%, tamb√©m aumentando as emiss√Ķes, para as quais surge a necessidade de encontrar solu√ß√Ķes mais ecol√≥gicas e os esfor√ßos dos pesquisadores s√£o multiplicados para encontrar alternativas mais sustent√°veis.
A equipe de engenheiros da empresa brit√Ęnica sediada em Londres Novacem estudou um novo tipo de cimento que, em vez de produzir di√≥xido de carbono, o absorve na medida de cerca de 60% do seu peso.
A nova tecnologia envolve o uso de aditivos que permitem produzir cimento a temperaturas mais baixas, portanto, com menos uso de energia, mas acima de tudo absorver di√≥xido de carbono durante a fase de endurecimento do produto, indo assim compensar as emiss√Ķes da fase de produ√ß√£o.
Portanto, as emiss√Ķes de energia e CO2 s√£o salvas durante a produ√ß√£o e o CO2 √© absorvido quando o produto √© usado.
Naturalmente, o cimento ainda está sendo testado e não se souber o custo que teria no mercado. A empresa planeja no momento a construção de um planta piloto para a realização e comercializá-lo nos próximos cinco anos.

Gr√£os de arroz

No entanto, n√£o √© a √ļnica solu√ß√£o de cimento ambientalmente sustent√°vel, na verdade, outra ideia vem dos Estados Unidos.
o Estudo texano ChK Group Inc afirma ser capaz de produzir cimento com a ajuda de resíduos de processamento de arroz. Na verdade, as peles deste cereal são usadas, o chamado palha, que cobre os grãos quando eles estão na planta e é eliminado durante o processamento do produto.
O joio é rico em óxido de silício, um dos componentes do concreto, para o qual tem sido pensado para ser usado em materiais de construção, mas até agora não era possível porque é muito rico em carbono.
A equipe de pesquisadores estudou um sistema de combust√£o com o qual as peles s√£o cozidas fornos sem oxig√™nio a 800¬į C, o que permite eliminar o carbono. Obt√©m-se deste modo do sil√≠cio puro, sem carbono, para ser adicionado ao cimento, reduzindo assim as emiss√Ķes necess√°rias para produzi-lo e permitindo obter um material menos sujeito √† corros√£o.
novacem.com


arco. Carmen Granata



Vídeo: #17- Como assentar bloquetes em calçadas(Intertravado)